Olá,

Visitante

Organização da Linha de Cuidado do Sobrepeso e Obesidade na Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba

Os dados do sistema VIGITEL (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), do Ministério da Saúde, apontam para resultados preocupantes em relação ao excesso de peso para o Brasil. o Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional, implantado em 1991 em Curitiba, mostra a transição nutricional pela qual a população usuária das Unidades de Saúde (US) tem passado desde então, com diminuição dos indicadores de desnutrição e aumento dos indicadores de excesso de peso, assim como acontece à nível nacional. Atendendo as diretrizes para organização da prevenção e do tratamento do sobrepeso e obesidade como linha de cuidado prioritária na Rede de Atenção à Saúde (RAS) das pessoas com doenças crônicas, e com o objetivo de fortalecer e qualificar o acesso aos serviços de saúde, o município de Curitiba instituiu a Linha de Cuidado do Sobrepeso e Obesidade (LCSO) por meio de pactos assistenciais e de gestores entre os diversos pontos de atenção da RAS.

Apresentar a organização das ações de prevenção e tratamento do sobrepeso e obesidade, por meio de pactos assistenciais entre os diversos pontos de atenção da RAS. Organizou-se um grupo de trabalho com profissionais dos Departamentos de Atenção à Saúde e de Atenção Primária à Saúde (APS), nutricionistas e profissionais de educação física (PEF) dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF). Foram definidos cenários levando-se em consideração o Índice de Massa Corporal e a presença de comorbidades. Os atores envolvidos nos níveis de atenção à saúde, pactuaram as ações a serem desenvolvidas conforme as portarias 424 e 425 GM/MS de 2013. Na APS foi realizada sensibilização e pactuação com toda a equipe, sob coordenação dos nutricionistas e PEF, que além de atividades assistenciais também assumiram o papel de regulação do acesso à atenção especializada e monitoramento dos indicadores respectivamente.

as US realizam uma série de ações relacionadas à promoção da alimentação saudável e prática da atividade física, entretanto os dados apresentados referem-se especificamente à LCSO, com envolvimento prioritário dos nutricionistas e PEF dos NASF. Os profissionais buscam utilizar tecnologias que visam promover melhor reflexão sobre mudanças de comportamento, como a entrevista motivacional, abordagem sobre resolução de problemas, de deslizes e recaídas, entre outras. em 2018, 9.890 usuários das US foram inseridos em ações com esse perfil, sendo 18,6 % do gênero masculino e 81,4% do feminino. Dos 8.518 atendimentos realizados pelos nutricionistas, 5,9% resultaram em encaminhamento para a atenção especializada ou serviço de cirurgia bariátrica.A organização da LCSo promoveu uma melhoria na atenção à população com excesso de peso usuária das US, principalmente porque reforçou o papel da APS como ordenadora e coordenadora do cuidado, com ações de promoção à saúde e autocuidado, além da reorganização do cuidado clínico longitudinal entre todos os níveis de atenção à saúde. Também reforçou a importância do trabalho multiprofissional e intersetorial.

Principal

Angela Cristina Lucas De Oliveira

angoliveira@sms.curitiba.pr.gov.br

Coautores

Flávia Celene Quadros, Alexei Volaco, Karyne Sant’Ana Gonzalez Gomes, Diego Spinoza Dos Santos,

A prática foi aplicada em

Curitiba

Paraná

Sul

Instituição

Rua Francisco Torres, 830

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Márcia Cecília Huçulak

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Vigilância da Febre Amarela: Monotoramento Rápido da Cobertura Vacinal Contra Febre no Município de Rio Claro-Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Vigilância das Síndromes Febris Agudas
Práticas
A Redução da Mortalidade Infantil no Município de Guarujá-Sp
São Paulo
Práticas
Promovendo e Fazendo a Saúde do Homem no Território
Tocantins
Práticas
Elaboração Coletiva de Um Guia Prático de Diluição de Medicamento Intravenoso Adulto
Rio de Janeiro
Práticas
Experiências no Enfrentamento da Febre Amarela no Município de Valença em 2018, os Desafios Ante Principais Peculiaridades do Município, Problemas e Desafios da Gestão Local de Saúde
Rio de Janeiro
Práticas
“Implementação do Programa Seja Bem Vindo – Visita Aberta no Hospital de Pronto Socorro Canoas”
Rio Grande do Sul
Práticas
Ressignificação do processo de adolescer
Minas Gerais