Olá,

Visitante

Leishmaniose Visceral no Município de Marcos Parente – Pi: Ações de Prevenção e Promoção À Saúde

A leishmaniose visceral (LV), possui alta letalidade, especialmente em portadores não tratados e crianças desnutridas, caracterizando-se como parasitose de caráter emergente em indivíduos portadores do vírus da imunodeficiência adquirida (HIV). 90% dos casos descritos na América latina, foram notificados no Brasil, distribuídos em todas as regiões do país, especialmente na região Nordeste. A LV era, predominantemente rural, porém, vem apresentado mudanças no seu padrão de transmissão. De acordo com o IBGE, 2017 o Município de Marcos Parente – PI, possui uma população de 4.456 habitantes, e de acordo om o último senso canino realizado no município, estimou-se uma população de 750 cães. No ano de 2017, após a notificação de um caso e LV humana, a Secretaria Municipal de Saúde implementou um projeto de prevenção e promoção de saúde voltado para a sensibilização dos proprietários de cães do município quanto a importância das ações de combate e prevenção da LV.

Reduzir a incidência de Leishmaniose Visceral no município de Marcos Parente Piauí . A equipe da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (Estratégia de Saúde da Família e Agentes de Saúde Ambiental), desde o ano de 2017, vêm realizando ações de prevenção e promoção à saúde nas zonas urbana e rural do município, divididas em quatro vertentes de ação: 1 – Realização de testes rápidos em cães, com implantação do dia “D” de combate à Leishmaniose 2 – coleta de sangue dos cães, com teste rápido positivo, para realização de sorologia no LACEN 3 – orientações à população, sobre medidas de prevenção e controle da proliferação do mosquito transmissor da LV 4 – Borrifações domiciliares e peridomiciliares com casos sorológicos positivos.

Foram realizados 615 testes rápidos para leishmaniose em cães, sendo 100 no ano de 2017, 168 no ano de 2018 e 347 testes em março de 2019 por ocasião do dia “D” de combate à leishmaniose. Dos testes rápidos realizados, 101 apresentaram positividade para leishmaniose. Efetivada a sorologia, constatou-se 7 cães sororreagentes em 2017 e 18 cães em 2018. Dos 56 cães que apresentaram teste rápido positivo em 2019, foi realizada a coleta de sangue venoso para avaliação laboratorial sorológica pelo LACEN e ainda não foram liberados os resultados. A equipe de vigilância epidemiológica do município, realizou 55 testagem rápida nos contatos domiciliares humanos desses animais em 2018 e 60 borrifações em área urbana.Tendo em vista que o estado do Piauí é endêmico para Leishmaniose, essas ações são estratégicas para o controle da doença. Trata-se de um primeiro passo de vigilância permanente para diminuir ao máximo ou erradicar a transmissão da leishmaniose humana no município de Marcos Parente – PI.

Principal

Amanda Torres Nunes

amandatnunes@hotmail.com

Coautores

Judith Carla Trajano Mousinho, Eunice Cristina Oliveira, José Wenes Martins

A prática foi aplicada em

Marcos Parente

Piauí

Nordeste

Instituição

Avenida Elísio Mousinho, 157 Centro Marcos Parente - Pi

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Amanda Torres Nunes

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal