Olá,

Visitante

O Serviço de Atenção À Infância e Juventude: Um olhar Multidisciplinar no Cuidado em Saúde Mental ao Público Infantojuvenil

Com a finalidade de se pensar ações de atenção e assistência à infância e juventude no âmbito da saúde mental criou-se em janeiro de 2011 um centro de referência multidisciplinar através do SAIJ – Serviço de Atenção à Infância e Juventude , composto por: Duas psicólogas, uma assistente social, uma fonoaudióloga, uma fisioterapeuta e uma terapeuta ocupacional. As ações de caráter coletivo intencionaram primeiramente estabelecer um diálogo na rede municipal com todos os outros dispositivos que atendiam esse público, potencializando a rede. O SAIJ foi criado através de um TAC ( Termo de Ajustamento de Conduta ) em função do fechamento do Hospital Estadual Teixeira Brandão- Carmo – RJ .Funciona de segunda a sexta em horário integral.Os profissionais trabalham diretamente em atendimentos grupais com no máximo oito participantes. Os atendimentos individuais são realizados mediante necessidade e conforme decisão da equipe técnica após estudo do caso.

Com o olhar multiprofissional atento à saúde mental, acolhe crianças e adolescentes com as mais diversas demandas de sofrimentos físico, psíquico e emocional referenciados pela rede de atenção socioassistencial municipal. Vitimas de violência, adolescentes infratores,uso de álcool e outras drogas, hipóteses diagnósticas de doenças psíquicas, questões comportamentais a serem observadas, dentre as mais diversas demandas apresentadas por esse público.

O serviço possibilita envolver as famílias e todos os setores da comunidade na responsabilização, prevenção, cuidado e até mesmo nos limites de recursos frente as ações e soluções encontradas para o público infantojuvenil. É possível pensar em estratégias de atenção ao usuário tendo em vista toda a rede na qual o indivíduo está inserido.

Principal

Bethania do Carmo Caetano da Silvanatália de Carvalho Garufe

bethaniacaetano257@gmail.com

A prática foi aplicada em

Carmo

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Avenida Mário Mesquita,266 - Casa 03 -Centro

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Bethania do Carmo Caetano da Silva e Natália de Carvalho Garufe

Conta vinculada

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Os Desafios de Construir Caminhos para Desistitucionalização Sem a Totalidade dos Dispositivos Substitutivos Apropriados, Considerando a Cultura Manicomial dos Atores Envolvidos.
Rio de Janeiro
Práticas
de Perto Quem é Normal? Um Diálogo Coletivo e Integrado Sobre a Saúde Mental no Município de Tanhaçu-Ba: Todos em Defesa da Luta Antimanicomial!
Bahia
Práticas
Estratégias de Prevenção e Promoção da Saúde Mental dos Usuários do SUS na Atenção Básica no Município de Patos-Pb À Luz da Campanha Janeiro Branco
Paraíba
Práticas
Cuidando do Cuidador – Apoio Psicossocial Às Equipes de Saúde da Família
Bahia
Práticas
A Saúde Mental Como Campo de Atuação da Terapia Comunitária Integrativa: o Fortalecimento do Acolhimento Aos Sofrimentos no Caps.
Rio de Janeiro
Práticas
Projeto João de Barro (Moradia Assistida)
Rio de Janeiro
Práticas
Matriciamento Judiciário: Articulação Setorial a Serviço da Eficiência
Rio de Janeiro
Práticas
da Medicalização À Vida no Território.
Rio de Janeiro
Práticas
Fechamento da Clivapa – Desinstitucionalização dos Pacientes
Rio de Janeiro