Olá,

Visitante

O Processo de Conversão da Atenção Primária do Distrito Federal – Converte

Implantação da ESF no DF em todos os territórios, independente de estratificação social, priorizando cobertura nas áreas de maior vulnerabilidade social. • Regiões com maior vulnerabilidade devem alcançar índices iguais ou superiores a 100%.Aos profissionais de saúde que atuavam na APS no modelo tradicional, foi concedida a opção por compor equipe de saúde da família no novo modelo. A Portaria nº 78/17 permitiu que estes profissionais compusessem equipes de transição, mediante capacitação e cumprimento de requisitos para compor equipes de saúde da família, com mudança de especialidade de atuação na SES dos médicos para Medicina de Família e Comunidade (MFC). Além disso, a SES admitiu, no período de 2015 até 2018, novos 161 médicos de família e comunidade aprovados em concurso.

O DF está passando por uma reforma sanitária amparada no Projeto Brasília Saudável. Para iniciar o processo de reestruturação do sistema de saúde, a SES estabeleceu, por meio da Portaria 77, de 14/02/17, a Política de Atenção Primária à Saúde do Distrito Federal, fundamentada na Estratégia Saúde da Família (ESF). Mais recentemente, a Lei nº 6133/18, estabelece a ESF como modelo de APS do DF.

A organização do cronograma e agenda de trabalho da equipe é fundamental para o processo de fortalecimento da ESF, buscando proporcionar um ingresso oportuno da população no sistema de saúde com equidade. Para que o fortalecimento da APS permita que a mudança seja sustentável e definitiva, alguns desafios ainda precisam ser alcançados, como fixação e qualificação do profissional nas equipes, criação de cenários de ensino e infraestrutura.

Principal

Alexandra Gouveia de Oliveira Miranda Moura

sesdfespecial@gmail.com

A prática foi aplicada em

Brasília

Distrito Federal

Centro-Oeste

Instituição

SMPW Quadra 4 Conjunto 5 Lote 5 Casa D ParkWay

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Alexandra Gouveia de Oliveira Miranda Moura

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

03 nov 2020

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Estratificação de Risco em Condições Crônicas Prioritárias (Has,Dm,Drc, Gestantes e Crianças 0-24 Meses) em uma Unidade Básica de Saúde no Município de Manaus -Amazonas.
Amazonas
Práticas
“Rede Saúde Manauara e Projeto Conheça Sua Unidade: uma Experiência de Acolhimento na Perspectiva da Política de Humanização Realizada na Unidade Básica de Saúde Enfermeira Ivone Lima dos Santos em Ma
Amazonas
Práticas
Samu e Unidade Basica de Saúde – uma Parceria Que Deu Certo em Taboao da Serra
São Paulo
Práticas
Programa Língua Livre: Um Diferencial em Anquiloglossia de Bebês no Município de Linhares-Es
Rio de Janeiro
Práticas
A Construção do Fluxo de Atendimento de Crianças e Adolescentes Que Vivem com Hiv/Aids : a Experiência da Secretaria Municipal de Saúde de Santa Maria, Rs.
Rio Grande do Sul
Práticas
Governança Assistencial em Um Hospital Focado no Atendimento Aos Casos de Curta Permanência: o Protagonismo do Hospital de Pronto-Socorro de Canoas para a organização da Rue e Articulação com a Ras.
Rio Grande do Sul
Práticas
Campanhas de Saúde do Homem. uma Experiência de Inclusão Através do Estímulo Feminino
Paraná
Práticas
Projeto Territórios e Suas Contribuições para Atenção ao Usuário Hipertenso: a Ótica do Cuidar/Cuidado de Enfermagem
Bahia
Práticas
Juazeiro-Ba na Corrida pela Conquista dos Selos Unicef e Abrinq: Mudando a Vida de Crianças e Adolescentes
Bahia
Práticas
Resgatando a Qualidade de Vida de Pacientes com Patologias Crônicas da Coluna Vertebral Através da Auto-Estima e de Exercícios em Grupo
Santa Catarina