Olá,

Visitante

Nossa escola contra a dengue

O presente projeto teve como objetivo mobilizar a comunidade para a prevenção e combate à dengue. É necessário sensibilizar os alunos, as escolas e a comunidade para que se mobilizem sobre os cuidados para evitar os focos do Aedes aegypti, tornando os alunos da rede pública de ensino propagadores e agentes multiplicadores do combate ao Aedes aegypti. Este projeto foi desenvolvido em escolas municipais e estaduais no mês de agosto de 2023, com o objetivo de atingir a população alvo de alunos da rede pública de ensino.

Objetivo Geral: Conhecer o trabalho dos Agentes de Combates às Endemias, tornando-os multiplicadores nas salas de aula e comunidade.

Objetivo especifico:
• Participar do dia a dia dos ACE’s no combate ao Aedes aegypti, conhecendo o trabalho diário realizado com a população e adquirindo conhecimentos sobre como combater o mosquito.;
• Incentivar nos alunos e na equipe acadêmica envolvida o problema da dengue;
• Identificar os focos do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya nas residências da comunidade;
• Trabalhar a interdisciplinaridade.

O projeto foi uma oportunidade para levar os alunos a vivenciarem o dia a dia dos agentes de combate as endemias no combate ao Aedes aegypti, tornando-os multiplicadores dentro da escola e na comunidade.

O resultado foi bastante benéfico, pois os alunos tiveram uma experiência prática de como lidar com o combate ao Aedes aegypti no dia a dia dentro dos imóveis, além de compartilharem todo conhecimento adquirido com os colegas de classe tornando-os multiplicadores no combate a dengue. Através da execução desse projeto conseguimos manter nosso índice do LIRA (Levantamento de Índice Rápido) em baixo e médio risco, os dados da Vigilância Epidemiológica mostram que os casos confirmados de dengue diminuíram em relação a anos anteriores.

Para implementação dessa prática é importante buscar parcerias junto as secretarias de educação e diretores das escolas a fim de mobilizar toda comunidade escolar no desenvolvimento do projeto junto aos Agentes de Combate as Endemias.

Principal

Silmara Raylamy Farias Gouveia Pereira

silmarasrfg@hotmail.com

Coordenadora Vigilância Ambiental

Coautores

Autor: Silmara Raylamy Farias Gouveia Pereira Coautores: José Roberto Pereira Alyne de Araujo Macedo Maria Edineuza Gomes Correia Eliene Gomes do Nascimento Flavia da Silva Jussara Campina de Assis Tatiane Priscila Rufino Robson Ramos Freire Vitória Alana Gomes Henrique

A prática foi aplicada em

Taperoá

Paraíba

Nordeste

Esta prática está vinculada a

Rua XXIII de Maio

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Silmara Raylamy Farias Gouveia Pereira

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

11 abr 2024

e atualizada em

11 abr 2024

Início da Execução

05/09/2023

Fim da Execução

30/09/2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Projeto social de controle populacional de cães e gatos como função de vigilância em saúde pública
Paraíba
Práticas
Vacinação nos espaços de formação: experiência no 2º Congresso Nordestino de Pediatria
Paraíba
Práticas
Controle das arboviroses no município de Brejo do Cruz – PB
Paraíba
Práticas
O Alcance dos indicadores da imunizaçâo do programa de qualificaçâo das ações de vigilância em saúde
Paraíba
Práticas
Acolhimento e seguimento intersetorial às crianças e adolescentes vítimas de violências
Paraíba