Olá,

Visitante

Monitoramento Gestor da Covid-19 – Base de Dados em Boletim Diário

Com o inicio da pandemia e os casos no Brasil, os municípios foram responsáveis pelo controle diário de sua cidade, não só de casos novos de covid-19, tanto quanto, ocupação de leitos e casos de óbitos. Dados que regulariam o panorama da epidemia na cidade. Como a primeira vez no serviço epidemiológico, onde os casos seriam contados e publicados diariamente. Com a dificuldade do governo federal e estadual de produzir sistemas capazes de dar estas respostas os gestores das cidades contavam com seus serviços de saúde. Em Mangaratiba se adotou o controle da COVID-19 por um plano de controle de bandeiras por cores denominado PLANO DE TRANSIÇÃO GRADUAL PARA O MODO NORMAL. Para controle de todos os dados requeridos e medidos neste instrumento foi necessário a criação de painel de controle em tempo real, automatizado com título BOLETIM DIARIO_COVID19 – BAND. Onde se inseria os casos notificados nas unidades, os casos de internação, alta, transferência e óbito em tempo real . Sem recursos para contratar uma empresa para a resposta rápida, utilizamos o Google Sheets e formulários com diversas fórmulas e aplicações onde automatizamos tanto a entrada dos dados, quanto a geração da informação. Com isto registamos todas as informações necessárias em um só painel, possibilitando a tomada de decisão diária e em tempo real.

A dificuldade de manter os dados da pandemia doo COVID-19 com informações diárias em tempo real. Desde casos notificados, confirmados, taxa de ocupação de leitos, óbitos e outros. Não havia sistema compatível que ao receber os dados produzisse uma informação consistente e com base para tomada de decisões.

A aplicação deste instrumento cooperou para a organização do enfrentamento a pandemia do COVID-19 em nossa cidade. E certamente poderia atender a cidades pequenas onde é dificil de se aplicar recurso em serviços de informação. Usamos plataformas sem custo e seguras. Não exige um investimento alto. Possivelmente, com um profissional com conhecimento em excel e/ou Google Sheets torna possível um material realmente, com respostas em tempo real da realidade das informações de saúde. Com isto cidades de pequeno porte pode utilizar recursos coo este, não apenas para COVID-19, mas para controle de dados e informação em saude.

Principal

Licio dos Santos Morais

liciomorais@live.com

A prática foi aplicada em

Mangaratiba

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Rua Joaquim Cardoso da Cruz, 1510

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Licio dos Santos Morais

Conta vinculada

liciomorais@live.com

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Laboratorio Vivo Fortalecendo Intersetorialidade na Prevenção das Arboviroses em Junco do Serido/Pb.
Paraíba
Práticas
Vigilancia em Saude e Saúde na Escola: uma Parceria de Sucesso no Municipio de Queimadas-Pb
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação do Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Laboratorial do Lacen-Pb: Um Relato de Experiência
Paraíba
Práticas
A Feira Livre de Esperança-Pb: Vigilância Sanitária e As Ações de Prevenção e Combate À Covid-19
Rio de Janeiro
Práticas
Ferramentas Tecnológicas Aplicadas no Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Laboratorial do Lacen-Pb
Paraná
Práticas
Medidas Sanitárias Aplicada ao Controle Datransmissão da Leishmaniose Animal
Paraíba
Práticas
Fortalecimento e Ampliação da Rede Nacional de Vigilância Epidemiológica Hospitalar na Paraíba
Paraíba
Práticas
Covid 19 – Experiência de Enfrentamento das Arboviroses, Combatendo As Endemias Durante a Pandemia
Rio de Janeiro
Práticas
Novas Estratégias para o Monitoramento e a Fiscalização das Práticas de Segurança do Paciente pela Vigilância Sanitária nos Hospitais do Distrito Federal.
Distrito Federal
Práticas
Experiência de Integração Intersetorial no Controle ao Aedes Aegypti e Bloqueio da Doença Chikungunya no Município de Cunha Porã, Sc.
Santa Catarina