Olá,

Visitante

Monitoramento de Pacientes SUSpeitos/Confirmados de Covid 19, pelas Equipes de Saúde de Família da Atenção Primária no Município de Angra dos Reis

A coordenação de monitoramento covid da atenção primária (AP) tem por objetivo identificar entre os pacientes notificados aqueles pertencentes a territórios adscritos a unidades de saúde da família, organizar listagens dos pacientes segmentados por distrito e unidade, com informações que permitem o contato telefônico ou por outros meios (como visita peridomiciliar), com o paciente, para monitoramento a cada 48 horas (padronizados às segundas, quartas, e sextas) ou 24 horas em casos de risco aumentado.Diariamente as fichas de notificação recebidas pela vigilância sanitária são digitadas em um arquivo enviado para a coordenação de monitoramento da AP

Angra dos Reis é um município de 800.430 km2 e aproximadamente 200.000 habitantes localizado no sul do Estado do Rio de Janeiro na Região da Baia da Ilha Grande. Organiza-se em 05 distritos sanitários (sendo um deles a própria Ilha Grande, e suas praias), atendidos por um total de 58 Equipes de Saúde de Família (ESF) o que representa 52,48% de cobertura por essa modalidade de atenção.A pandemia causada pelo coronavírus impôs a necessidade de revisão das ações de saúde de forma a conter o avanço e contágio da doença

A atenção primária e particularmente as equipes de saúde de família, enquanto unidade ordenadora de cuidado, territorialidade e maior vínculo com o usuário pode ser instrumento altamente poderoso e eficaz para as ações de controle e monitoramento da covid.A organização da rede de atenção primária, e a constituição de uma equipe para coordenação as ações monitoramento das unidades de saúde da família viabilizou o acompanhamento da quase totalidade dos casos notificados, com acompanhamentos regulares a cada 48 horas conforme recomendações das entidades de saúde, inclusive com identificação de situações de agravo, internação e reforço das recomendações de isolamento e prevenção da transmissão. Ainda, foi possível, além do acompanhamento individual de cada caso, a utilização dos arquivos como uma forma de base de dados que permitiu ajustes, reorganizações, e avalição semanal do serviço com detalhamento distrital (e em algumas situações por equipe).

Principal

Vicente Jose Leitão Crisostomo Junior

vicentecrisostomojr@yahoo.com.br

A prática foi aplicada em

Santa Catarina

Sul

Instituição

Angra dos Reis

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Vicente Jose Leitão Crisostomo Junior

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba
Práticas
Estratégias de imunização em município do interior da Paraíba resulta em 1º lugar no estado durante campanha de influenza 2024 : relato de experiência
Paraíba