Olá,

Visitante

Melhoria e Inovação na Qualidade das Análises Clínicas

o Município de Apiaí, no Estado de São Paulo possui uma população de 25.077 habitantes, onde 41,8% tem rendimento nominal mensal per capita com ate ½ salario mínimo. o laboratório foi administrado pelo Estado em 10/12/1996 foi assinado o termo aditivo, onde a sua gestão foi transferida para o Município. Atende a Microrregião que representa a seguinte proporção de exames realizados por ano Apiaí 61%, Barra do Chapéu 13%, Itaoca 8%, Itapirapuã Paulista 8%, e Ribeira 10%. Ocupava uma área sem infraestrutura e Alvará Sanitário, notificado ao longo dos anos. No ano de 2017, a Secretaria de Saúde iniciou levantamento entendendo a necessidade de melhorar os serviços prestados à população e as condições de trabalho aos servidores públicos. Os processos de trabalho foram avaliados, identificando as deficiências existentes e incorporados, simplificando os fluxos, a segurança e a saúde do trabalhador.

o objetivo foi proporcionar espaço de trabalho seguro, promovendo a saúde do trabalhador, como também o aumento da oferta de exames, com economicidade, baseados nas Normas Sanitárias, com a formação de uma equipe para avaliar, acompanhar e execu Foi constituída uma comissão, composta pela Vigilância em Saúde Municipal, Instituto Adolfo Lutz, Grupo de Vigilância Sanitária XXXII-Itapeva, Secretaria Municipal de Saúde de Apiaí, Coordenação do Laboratório Regional de Apiaí e o Departamento de Engenharia Municipal. Com a aprovação do projeto pelo Estado, foram investidos na adequação física cerca de R$ 13.957,48 (treze mil, novecentos e cinquenta e sete reais e quarenta e oito centavos) e R$ 63.156,82 (sessenta e três mil, cento e cinquenta e seis reais e oitenta e dois centavos) em bens permanentes. o projeto e aquisições foram executados pelo Município de Apiaí utilizando-se de recursos próprios

o laboratório foi projetado em 15 setores, com mobiliário e equipamentos novos e expedido o alvará sanitário. Promovemos a diminuição das desigualdades nos acessos aos exames laboratoriais, sendo que dos 52 exames ofertados, 15 passaram a serem oferecidos após as adequaçoes, e, em um ano, geraram a economia de R$ 54.431,41. Promovemos maior acesso aos exames laboratoriais, sendo que alguns deles, não são pactuados, resultando em ações superiores as de competência do Sistema Único de Saúde. o dimensionamento nos processos de trabalho reorganizou a capacidade operacional e qualificou os profissionais. Foram realizadas melhorias em exames, aumentando a oferta, e a produção com diminuição de custos para a administração publica.Atualmente o laboratório representa um serviço de excelência comprovados nas avaliações de Controle de Qualidade, tornando-se referência na Região. Ainda existem desafios para serem enfrentados por todos os gestores, mas com a implementação de políticas de saúde podemos acentuar as diferenças econômicas e sociais. A qualidade no serviço público inclui os processos de gestão, incentivando e inovando a sua melhoria.

Principal

Stella Maris Dorini Machado

stella_dorini@hotmail.com

Coautores

Ricardo Leao Silva

A prática foi aplicada em

Apiaí

São Paulo

Sudeste

Rua Primeiro De Maio 994 Centro Apiai/Sp

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Ricardo Leao Silva

stella_dorini@hotmail.com

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal
Práticas
Atenção Odontológica na Primeira Infância: Meu Primeiro Dentista
Tocantins
Práticas
Informação em Saúde Preventiva nos Meios de Comunicação
Tocantins
Práticas
Projeto Vida: Humanizar É Preciso
Tocantins
Práticas
Qual Significado de Morar em um Srt e A Importância da Inclusão des tes Moradores com Transtornos Mentais no Mercado de Trabalho: Relato da Experiência Vivenciada em Orindiúva
São Paulo