Olá,

Visitante

Mamãe Eu Preciso Mamar no Peito

FINALIDADE DA EXPERIÊNCIA:Fortalecer o aleitamento materno exclusivo nos primeiros seis meses de vida e complementar até dois anos dos bebês da área de abrangência da Estratégia de Saúde da Família IV de Cunha Porã.DINÂMICA E ESTRATÉGIA DOS PROCEDIMENTOS USADOS:O projeto iniciou porque eu estava na sala de vacina e quando realizava as primeiras vacinas do bebê percebi muita dificuldade na amamentação de algumas mães. A partir do mês de fevereiro quando fiquei basicamente só com as atividades de enfermeira assistencial da Estratégia de Saúde da Família IV comecei a desenvolver este trabalho. Apresentei o projeto para a Secretaria Municipal de Saúde, equipes de Estratégia de Saúde da Família I, II, III e IV, Rede Feminina de Combate ao Câncer, Grupos de mulheres voluntárias e pessoas da comunidade. Recebi muita ajuda de pessoas voluntárias da comunidade no projeto. Com isso montei na Unidade Básica de Saúde em frente a sala de vacina o “Cantinho da Amamentação” e o mural “Gotinhas do amor”. Ganhei roupas e acessórios para fotos das gestantes e dos bebês e montei o estúdio fotográfico. As fotos são tiradas por mim e depois realizo a edição, imprimo e entrego para as mamães.A gestante participando de no mínimo seis consultas de pré-natal na Unidade Básica de Saúde e de no mínimo quatro Rodas de Conversa ganha um book fotográfico com arquivo digital e 10 fotos impressas ou um book fotográfico newborn para o bebê com arquivo digital e 10 fotos impressas. Ganha também uma bolsa de maternidade. O bebê que estiver sendo amamentado no peito todo mês ganha a foto de acompanhamento mensal. Para ganhar as fotos mensais é obrigatório estar mamando no peito. Todas as fotos de gestante e bebê possuem termo de autorização de uso de imagem.INDICADORES/VARIÁVEIS/COLETA DE DADOS:A metodologia deste estudo iniciou com a pesquisa do tipo descritiva para coleta e análise dos dados porque ela é adequada para compreender a complexidade dos fenômenos através da análise contidas nas ações e informações advindas dos sujeitos que formam o grupo focal do estudo (TRIVINÖS, 1987). Grupo focal e local de desenvolvimento do estudo: mulheres que tiveram bebê do dia 01 de janeiro de 2016 até 31 de dezembro de 2016 na área de abrangência da Estratégia de Saúde da Família IV. Instrumento de coleta de dados: foi aplicado um questionário pelos agentes comunitários de saúde com perguntas estruturadas sobre amamentação. Cada mulher assinou o termo de consentimento livre e esclarecido de participação. Procedimentos e medidas obtidas: após a avaliação e consolidação dos dados iniciou o desenvolvimento das estratégias do Projeto Mamãe eu Preciso Mamar no Peito.Referência: TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987. OBSERVAÇÕES/AVALIAÇÃO/MONITORAMENTO:No ano de 2016 nasceram 14 bebês na área de abrangência da Estratégia de Saúde da Família IV, destes 3 (22%) bebês não mamaram no peito,

O leite materno supre todas as necessidades nos primeiros seis meses de vida do bebê e é o que ele precisa para crescer e se desenvolver sadio. É completo, protege contra doenças e fortalece os laços afetivos entre a mãe, o bebê e a família.Para se obter sucesso na amamentação a mulher precisa saber da importância desse ato. É necessário explicar para as gestantes os mitos, as verdades e os benefícios e uma das maneiras de se obter sucesso são as estratégias desenvolvidas. Para isso, foi criado o projeto Mamãe eu Preciso Mamar no Peito.O Projeto traz as rodas de conversa de gestante tendo como base o álbum seriado Promovendo Aleitamento Materno do Ministério da Saúde de 2007. Além do pré-natal realizado na Unidade Básica de Saúde é oferecido brindes para as participantes que são uma bolsa de maternidade, um book fotográfico de gestante ou book fotográfico newborn do bebê e foto mensal enquanto ele estiver mamando no peito.Estas estratégias foram criadas para se obter sucesso no processo de construção do conhecimento e acreditação da amamentação e deve iniciar no pré-natal e ser acompanhado após o nascimento estimulando a amamentação exclusiva até o sexto mês de vida e complementar até no mínimo dois anos de idades.A amamentação envolve muitos processos e fatores como os de ordem biológica, social, cultural, econômica entre outros. Por isso o profissional de saúde deve conduzir esse processo auxiliando a mãe ter uma amamentação bem sucedida.

Este projeto tem por objetivo fortalecer a amamentação que é um ato tão natural, mas por alguns motivos as vezes não acontece.As gestantes gostaram da ideia do projeto e estão participando das consultas de pré-natal, das rodas de conversa e muito felizes com as estratégias que beneficiam elas e consequentemente os bebês. Elas também adoraram fazer as fotos e sentiram-se muito valorizadas fazendo isso. Durante a sessão de fotos foi colocado um som com as músicas preferidas de cada mulher. O projeto continuará sendo desenvolvido para todas as gestantes e bebês da área de abrangência da Estratégia de Saúde da Família IV que aderirem as estratégias.Amamentar é algo divino, é especial e só traz benefícios por isso deve ser incentivado pelos profissionais.

Principal

Francini Werka Friedrich

francini_werka@yahoo.com.br

A prática foi aplicada em

Cunha Porã

Santa Catarina

Sul

Instituição

R. Benjamin Constant, 8

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Francini Werka Friedrich

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

07 nov 2022

e atualizada em

08 abr 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Ações intersetoriais: integrando estratégias no combate às arboviroses na cidade de Belém do Brejo da Cruz (PB)
Paraíba
Práticas
Re(h)abilitando a interdisciplinaridade e o cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Fato ou fake: utilizando a força da internet no combate a fake news sobre vacinação em Esperança – PB.
Paraíba
Práticas
Projeto saúde na feira: ampliando o acesso de serviços de saúde no município de Ingá.
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Promoção da saúde mental dos trabalhadores da estratégia de saúde da família: cuidando do cuidador.
Paraíba