Olá,

Visitante

Jovens Comunicadores

O Projeto Jovens Comunicadores vem desenvolvendo formação em comunicação, saúde e direitos para a realização de ações de comunicação popular em favelas dos Municípios de Niterói, São Gonçalo e Rio de Janeiro para ampliar acesso as informações seguras sobre direitos, saúde e enfrentamento a desinformação, por meio de compartilhamento por redes sociais, alcançando mais de 100.000 mil pessoas por conteúdo enviado simultaneamente via listas de transmissão, durante os anos de 2020, 2021 e 2022.

Combate a desinformação, falta de garantia de direitos, garantia de renda mínima e falta de acesso à saúde plena são os principais problemas abordados pelo projeto. Promover formação para vigilância popular em saúde envolvendo a comunidade em processo formativos ofertados em articulação com professores do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal Fluminense, objetivando capilarizar informações em saúde, em especial sobre o acesso a vacinação ofertada pelo SUS, formando jovens comunicadores para produção, checagem e compartilhamento de informações em saúde, contribuindo para o enfrentamento a desinformação e “Fake News” é o objetivo amplo desta ação.Como medida voltada para garantia de renda, os jovens comunicadores recebem uma bolsa-auxílio afiançando a segurança de renda e contribuindo diretamente para melhoria da qualidade de vida dos adolescentes, jovens e suas famílias. Ressalta-se que a opção pela bolsa-auxílio, e não pela distribuição de cestas básicas, caminha na defesa da autonomia, entendendo que a garantia da segurança alimentar precisa estar intrinsecamente articulada com a garantia e renda.

Recomendamos a inclusão das estratégias de comunicação popular para promoção da garantia de direitos, entendemos que o acesso as ferramentas de comunicação hoje, são fundamentais sendo a comunicação um direito que garante outros direitos. Para saber mais sobre o projeto Jovens Comunicadores, acessar nossa página www.bemtv.org.br ou https://pluriverso.online/cursos/ Estamos disponíveis para trocas e transferência de metodologias para replicação.

Principal

Daniela Nunes Araujo

dani@bemtv.org.br

A prática foi aplicada em

Niterói

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

R. Dr. Cotrim da Silva, 04 - Centro, Niterói - RJ

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Daniela Nunes Araujo

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Oficina de Culinária Afeto e Sabor
Paraíba
Práticas
Aproximando a Comunidade com a Gestão da Atenção Primária em Saúde
Rio de Janeiro
Práticas
Gestão Estratégica e Participativa no SUS: Implantando Novas Instâncias Deliberativas no Município Paulo Jacinto – Al
Alagoas
Práticas
Visita Domiciliar ao Usuário do SUS com Demanda Judicial
Ceará
Práticas
Importância da Conferência Municipal de Saúde para o Fortalecimento da Participação da Comunidade na Defesa do SUS.
Paraíba
Práticas
Participação Popular na Estratégia Saúde da Família em Petrópolis-Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Roda de Conversa com As Famílias: Cuidando de Quem Cuida
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação de Colegiado Gestor nas Unidades de Saude da Família de Japeri-Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Controle Social e Saúde do Trabalhador: a Experiência Regional do Conselho Gestor do Cerest- Pólo Duque de Caxias – Rj
Rio de Janeiro
Práticas
A Experiência do 1º Curso de Capacitação para Conselheiros de Saúde e Membros das Comissões Intersetoriais de Saúde do Trabalhador (Cists) Sobre a Temática da Saúde do Trabalhador do Cerest- Pólo Duqu
Rio de Janeiro