Olá,

Visitante

Integração dos Serviços de Regulação e Atenção Básica

o Município de Corbélia possui uma população de 17.024 habitantes, tendo a rede municipal própria de saúde cinco UBS, um centro de saúde com serviços de média complexidade e o Pronto atendimento Municipal, tendo seis equipes ESF, três com odontologia e um NASF II. em 2017 os serviços de saúde estavam organizados de forma centralizada, as unidades básicas e o centro de saúde realizavam a assistência aos munícipes e encaminhavam para a secretaria de saúde para agendamento de exames e consultas especializadas. Todo o sistema de regulação era manual. Havia uma demanda reprimida incalculável devido ao fato de não ter gestão das filas de espera. as equipes de saúde e a gestão municipal entendeu a necessidade de implantar um sistema de agendamento descentralizado para unidades básicas de saúde, autorizações de exames consultas especializadas e transporte. Na perspectiva de realizar a gestão das filas de espera, a estratificação de riscos e o acesso regulado garantido para os munícipes.

Objetiva-se a parceria do sistema de regulação municipal e a atenção básica como proposito inovador realizar a descentralização do acesso ao agendamento de exames, consultas especializadas e transportes, propondo a gestão de filas de esperas pelas eq o inicio do processo de seu por busca ativa de todos os pacientes em fila de espera, seguido da estratificação de risco. o setor de regulação em conjunto com a AB articulou o atendimento de todos na AB, inserindo na sequencia em fila de espera informatizada para agendamento. Mensalmente é atualizado o sistema e realizado avaliação de pacientes que por algum motivo ainda aguardam a consulta especializada. A gestão realizou a avaliação de todos os contratos de serviços, buscou parcerias, regulou o acesso e qualificou a assistência das equipes de saúde por meio de matriciamento. A implantação de protocolos clínicos e linhas guia direcionaram e organizaram a demanda de consultas e procedimentos especializados, serviços de apoio e diagnoses.

o setor administrativo de agendamento e regulação localizado na secretaria de saúde, recebe a informação das equipes por meio do sistema informatizado e demanda para os níveis de atenção correspondentes. Com a mudança do processo de trabalho hoje é possível o paciente agendar no posto de saúde seus exames, consultas, transporte sem necessidade de se deslocar para outros setores. Todos os prestadores de serviços são auditados e os contratos devidamente analisados para garantir a prestação de serviço adequada e resolutiva.o trabalho intenso revelou a necessidade de sistematizar e informatizar a demanda de consultas especializadas, exames e transportes. A decisão de uma estrutura física para o trabalho interno da equipe de regulação e agendamento com foco no atendimento humanizado e descentralizado para a população nas unidades básicas foi definitivo na reorganização dos processos de trabalho e na perspectiva dos melhores resultados para população. Bem como a constante avaliação e aperfeiçoamento dos processos.

Principal

Vilma Mittman

vilma.mittman@gmail.com

Coautores

Jean Carlos Debastiani, Cleide Teresinha Dos Santos Messias,

A prática foi aplicada em

Corbélia

Paraná

Sul

Instituição

Avenida Brasil, Nº725 – Bairro Centro – Cep: 85.425-000 – Anahy – Paraná.

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Cleide Teresinha Dos Santos Messias

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Enfrentamento das arboviroses – ações integradas no bloqueio de Pe’S
Alagoas
Práticas
Benefícios das Práticas Integrativas e Complementares no Apoio da Atenção À Saúde do Idoso – Programa Valorização da Melhor Idade
Alagoas
Práticas
Gestão Estratégica e Participativa no Sus: Implantando Novas Instâncias Deliberativas no Município Paulo Jacinto – Al
Alagoas
Práticas
Circuito Eu Sou SUS Pré-Natal: uma Estratégia para Fortalecer A Adesão ao Pré-Natal na ESF Branca Ii em Atalaia – Alagoas
Alagoas
Práticas
Implantação da Divulgação do Diu Como Método de Prevenção de Gravidez, Não de Doença Sexualmente Transmissíveis.
Rio de Janeiro
Práticas
Ambulatório de Follow Up – Acolhimento, Humanização e Cuidado Qualificado Aos Bebês de Risco do Município de Rio das ostras.
Rio de Janeiro
Práticas
O trabalho dos agentes de endemias na identificação de larvas de mosquitos de interesse público
Rio de Janeiro
Práticas
Estratégia Adotada em Iguaba Grande/Rj para o Monitoramento e Avaliação Participativa da Produção Informada no Sia/SUS
Santa Catarina
Práticas
Essa Planta Serve para Quê?
Bahia
Práticas
Controle Social E Saúde Do Trabalhador: A Experiência Regional Do Conselho Gestor Do Cerest- Pólo Duque De Caxias – RJ
Espírito Santo