Olá,

Visitante

Colegiado de Gestão em Serviços Públicos de Saúde: uma Ferramenta para A Qualificação dos Serviços de Saúde em Arcoverde

A Secretaria de Saúde de Arcoverde adotou desde 2018 o colegiado de gestão como ferramenta da gestão compartilhada, garantindo mais efetividade das ações, uma vez que a definição e pactuação de compromissos e responsabilidades entre gestores e profissionais favorecem a autonomia, proporcionando tomadas de decisões mais eficazes. Com a implementação do colegiado de gestão enquanto espaço coletivo de reflexão e diálogo envolvendo gestora, coordenadores da Secretaria Municipal de Saúde e equipes de das Unidades Básicas de Saúde da Família (UBS) compondo diferentes visões e interesses na perspectiva de uma prática mais solidária, menos alienada e mais atuante no cuidado com os usuários (Campos GWS, 1998), o município pôde identificar melhora significativa nos indicadores de saúde relacionados à Atenção Básica e Vigilância em Saúde, quando comparamos resultados de 2017 e 2018.

Implantar modelo de gestão compartilhada na Rede de Atenção à Saúde, promovendo autonomia e protagonismo dos profissionais das equipes de Atenção Básica e garantindo melhoria dos indicadores de saúde. em 2018 foi instituído o Colegiado de Gestão onde participam a equipe gestora e a ESF de 3 UBS. Mediante discussão e monitoramento de indicadores e processos de trabalho elabora-se uma proposta de intervenção junto às ESF. Mensalmente são realizados 3 colegiados e cada ESF participa trimestralmente.

A realização dos colegiados de gestão funciona como um disparador de propostas de intervenção, tanto para as Unidades Básicas de Saúde, quanto nos processos de trabalho executados pela equipe gestora da Secretaria de Saúde. Entre os resultados positivos, podemos citar, entre vários outros, a redução da mortalidade infantil de 31 em 2017 para 15 em 2018 redução do número de óbitos prematuros (30-69 anos) de 100 em 2017 e 64 em 2018 aumento no número de consulta puerperal de 389 em 2017 para 611 em 2018 e aumento do número de citologias de 6.229 em 2017 para 6.496 em 2018, conforme dados coletados nos sistemas de informação SIM e e-SUS.À medida que toda equipe é envolvida no compartilhamento de informações, na definição de metas e na tomada de decisão, a dinâmica e a racionalidade do processo de trabalho na Unidade é aprimorado. Sendo assim, acredita-se que a implantação da gestão compartilhada assim como, a utilização da ferramenta colegiado de gestão funcionam como potentes aliados do gestor da Saúde promovendo espaços de discussão em prol de oferecer qualidade da assistência e melhoria da qualidade de vida para o usuário.

Principal

Andreia Karla Dos Santos Britto

andreiasec@hotmail.com

Coautores

Fábio De Sousa E Silva, Ivanna Samille De Menezes Leal Sá Bessoni, Karina Bezerra Medeiros De Oliveira, Marília Arcoverde De Holanda,

A prática foi aplicada em

Arcoverde

Pernambuco

Nordeste

Instituição

Avenida Antonio Japiassu

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Andreia Karla Dos Santos Britto

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal