Olá,

Visitante

Integração dos Serviços de Regulação e Atenção Básica

o Município de Corbélia possui uma população de 17.024 habitantes, tendo a rede municipal própria de saúde cinco UBS, um centro de saúde com serviços de média complexidade e o Pronto atendimento Municipal, tendo seis equipes ESF, três com odontologia e um NASF II. em 2017 os serviços de saúde estavam organizados de forma centralizada, as unidades básicas e o centro de saúde realizavam a assistência aos munícipes e encaminhavam para a secretaria de saúde para agendamento de exames e consultas especializadas. Todo o sistema de regulação era manual. Havia uma demanda reprimida incalculável devido ao fato de não ter gestão das filas de espera. as equipes de saúde e a gestão municipal entendeu a necessidade de implantar um sistema de agendamento descentralizado para unidades básicas de saúde, autorizações de exames consultas especializadas e transporte. Na perspectiva de realizar a gestão das filas de espera, a estratificação de riscos e o acesso regulado garantido para os munícipes.

Objetiva-se a parceria do sistema de regulação municipal e a atenção básica como proposito inovador realizar a descentralização do acesso ao agendamento de exames, consultas especializadas e transportes, propondo a gestão de filas de esperas pelas eq o inicio do processo de seu por busca ativa de todos os pacientes em fila de espera, seguido da estratificação de risco. o setor de regulação em conjunto com a AB articulou o atendimento de todos na AB, inserindo na sequencia em fila de espera informatizada para agendamento. Mensalmente é atualizado o sistema e realizado avaliação de pacientes que por algum motivo ainda aguardam a consulta especializada. A gestão realizou a avaliação de todos os contratos de serviços, buscou parcerias, regulou o acesso e qualificou a assistência das equipes de saúde por meio de matriciamento. A implantação de protocolos clínicos e linhas guia direcionaram e organizaram a demanda de consultas e procedimentos especializados, serviços de apoio e diagnoses.

o setor administrativo de agendamento e regulação localizado na secretaria de saúde, recebe a informação das equipes por meio do sistema informatizado e demanda para os níveis de atenção correspondentes. Com a mudança do processo de trabalho hoje é possível o paciente agendar no posto de saúde seus exames, consultas, transporte sem necessidade de se deslocar para outros setores. Todos os prestadores de serviços são auditados e os contratos devidamente analisados para garantir a prestação de serviço adequada e resolutiva.o trabalho intenso revelou a necessidade de sistematizar e informatizar a demanda de consultas especializadas, exames e transportes. A decisão de uma estrutura física para o trabalho interno da equipe de regulação e agendamento com foco no atendimento humanizado e descentralizado para a população nas unidades básicas foi definitivo na reorganização dos processos de trabalho e na perspectiva dos melhores resultados para população. Bem como a constante avaliação e aperfeiçoamento dos processos.

Principal

Vilma Mittman

vilma.mittman@gmail.com

Coautores

Jean Carlos Debastiani, Cleide Teresinha Dos Santos Messias,

A prática foi aplicada em

Corbélia

Paraná

Sul

Instituição

Avenida Brasil, Nº725 – Bairro Centro – Cep: 85.425-000 – Anahy – Paraná.

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Cleide Teresinha Dos Santos Messias

Conta vinculada

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Educação Permanente em Saúde Diária como Estratégia de Sustentação na Integração Entre Equipes Técnicas Distintas – Atenção Básica e Vigilâncias
São Paulo
Práticas
Avaliação Interdisciplinar e Diagnóstico Diferencial – Mobilização na Busca de uma Linha de Cuidado Assertiva no Cer de São Bernardo do Campo
São Paulo
Práticas
Intervenção do Farmacêutico do Nasf no Uso Irracional de Antiinflamatórios Não Esteroidais (Aines), uma Experiência da Ubs União
São Paulo
Práticas
Tecendo Redes: uma Experiência de Articulação do Trabalho em Rede Intersetorial em um Território de Saúde no Município de Assis/Sp
São Paulo
Práticas
Empoderamento Social em Defesa do SUS no Município de des calvado – Sp
São Paulo
Práticas
A Experiência de Implantação da Política de Saúde Integral para Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (Lgbt) na Região Central do Município de São Paulo
São Paulo
Práticas
des envolvimento da Gestão de Custos no SUS em São José do Rio Preto
São Paulo
Práticas
Processo de Implantação da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil como Forma de Transformação e Reorganização do Trabalho em Ubs
São Paulo
Práticas
Primeira Mostra de Experiência da Linha de Cuidado Sobrepeso e Obesidade, Os Resultados Alcançados Pelo Município de Parapuã Sp
São Paulo
Práticas
Compulsão Decisória na Judicialização da Saúde, des estruturando e des afiando o Financiamento Finito do Sistema Único de Saúde
São Paulo