Olá,

Visitante

Instrumento de Informação e Monitoramento para a Vigilância Municipal do Óbito Materno e Infantil

Como realizar a vigilância da gestante em relação a sua estratificação? Será que sabemos o número de gestantes cadastradas no município ou por equipe de ESF? Como gerenciar as gestantes por sua DPP (Data Provável do Parto)? Quais características são predominantes para gestantes de cada grupo estratificado? As gestantes estratificadas estão tendo garantia de assistência após serem alocadas em estabelecimento de atendimento ao pré-natal de risco?Para responder estas perguntas o setor de vigilância em saúde do município de Ivaipor㠖 PR, localizado no centro-norte do Estado e pertencente à 22ª Regional de Saúde, desenvolveu através do software Microsoft Accsses 2010 – um sistema local de informação (SILO) denominado “Vigilância do Óbito Ivaiporã”.FINALIDADE DA EXPERIÊNCIA: O mesmo se destina a acompanhar e monitorar em tempo real o número de gestantes cadastradas no município por unidade básica de saúde, além de conferir as mesmas a estratificação e alocação nos serviços de saúde, bem como, levantar diversos relatórios pela a data provável do parto das gestantes, suas condições de estratificação, e análise quantitativa. O sistema de informação local – Vigilância do Óbito foi construído na plataforma Microsoft Accsses 2010 entre um parceria de técnicos da vigilância em saúde do município de Ivaipor㠖 PR.Apresentar um instrumento de informação e monitoramento local para o acompanhamento real e sistemático da gestão de vigilância e prevenção ao óbito materno e infantil.DINÂMICA E ESTRATÉGIAS DOS PROCEDIMENTOS USADOS: Apesar do DATASUS disponibilizar o Sisprenatal web como ferramenta para a inserção de dados referentes ao pré-natal, o município alimentava os dados sem conseguir muitos objetivos pontuais, como a quantificação exata de gestantes cadastradas nos serviços públicos locais

Como realizar a vigilância da gestante em relação a sua estratificação? Será que sabemos o número de gestantes cadastradas no município ou por equipe de ESF? Como gerenciar as gestantes por sua DPP (Data Provável do Parto)? Quais características são predominantes para gestantes de cada grupo estratificado? As gestantes estratificadas estão tendo garantia de assistência após serem alocadas em estabelecimento de atendimento ao pré-natal de risco?Para responder estas perguntas o setor de vigilância em saúde do município de Ivaipor㠖 PR, localizado no centro-norte do Estado e pertencente à 22ª Regional de Saúde, desenvolveu através do software Microsoft Accsses 2010 – um sistema local de informação (SILO) denominado “Vigilância do Óbito Ivaiporã”.

A estratégia de monitoramento pode ser aplicada em qualquer município que necessite de uma ferramenta para acompanhamento do pré-natal e vigilância do óbito infantil e materno.Fornece as mais diversas informações através de levantamento: idade gestacional

Principal

João Felipe Marques da Silva

A prática foi aplicada em

Ivaiporã

Paraná

Sul

Instituição

AV SOUZA NAVES, 2760.

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

João Felipe Marques da Silva

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Mapeamento Digital das Ubss do Município de Iguaba Grande.
Rio de Janeiro
Práticas
Ações Integradas de Atenção a Saúde Indígena no Município de Tocantinópolis-To
Tocantins
Práticas
Implementação do Procolo de Enfermagem na Atenção Básica no Município de Muqui/Es
Espírito Santo
Práticas
Oficina de Ervas Medicinais para Mulheres Rurais (Teresópolis)
Rio de Janeiro
Práticas
Saúde Digital no Municipio de Itapema: Implantação do Atendimento Nutricional online
Santa Catarina
Práticas
Medicamentos Fitoterapicos: Xaropes, Sabonete Medicinal e Óleo para os Pés.
Goiás
Práticas
Saúde Bucal: uma Abordagem Multidisciplinar e Transversal no Programa Saúde na Escola
Santa Catarina
Práticas
Trabalhando a Sexualidade no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos
Santa Catarina
Práticas
Capacitação Multiprofissional para o Uso da Tecnologia na Estratégia Saúde da Família: uma Importante Estratégia na Pandemia de Covid-19
Rio de Janeiro