Olá,

Visitante

Implantação do serviço de curativos na atenção básica do município de Arara: experiência exitosa

A implementação de um serviço de curativo na atenção básica de um município é uma iniciativa essencial para melhorar a qualidade do atendimento à saúde da população. O passo inicial para a implementação de um serviço de curativo é o planejamento que envolve a identificação das necessidades da comunidade, a avaliação dos recursos disponíveis e a definição de metas e objetivos claros. A estratégia deve incluir a formação de uma equipe de profissionais de saúde qualificados, a aquisição de equipamentos e suprimentos necessários e a definição de protocolos de atendimento. A equipe deve ser composta por profissionais de saúde com experiência em curativos, como enfermeiros e técnicos de enfermagem, que devem receber treinamento contínuo para se manterem atualizados sobre as melhores práticas e técnicas de curativo. Ferreira (2021) descreve que o tratamento de feridas tem sido um grande desafio devido à extensão e comportamento das células e tecidos durante a cicatrização. Com isso, os curativos e seus mecanismos são desenvolvidos e estudados há muitos anos, principalmente após o surgimento de novas tecnologias e materiais. O presente relato surgiu da necessidade da implantação do serviço de curativos em uma Unidade Básica de Saúde da Família-UBSF, na zona urbana do município de Arara no agreste paraibano, em abril de 2021.

O presente estudo trata-se de uma abordagem qualitativa, um relato da experiência da implantação do serviço de tratamentos de feridas na Atenção Básica do Município de Arara, particularmente atendendo aos usuários da Unidade Básica – II, com patologias crônicas e dependentes químicos. O serviço realizado é supervisionado pela Enfermeira, responsável pela equipe de enfermagem da UBS. Diante avanço do trabalho realizado, o técnico de enfermagem, realiza cursos de qualificação na área de feridas, visando melhor assistência. Existe grande apoio por parte da gestão, que proporciona aos pacientes, acompanhamento com nutricionista e endocrinologista no Centro de Especialidades do Município. Essa prestação de serviços ganha ênfase desde o mês de abril de 2021. Uma vez, que, ao serem identificadas às lesões são traçadas as metas para manutenção e reversão dos casos. Feita a anamnese e triagem é adotado o tratamento para a situação específica de cada usuário e em seguida orientado a realização do mesmo. Foi elaborada uma ficha de acompanhamento diário e são registrados procedimentos, troca de curativos, aferição de sinais vitais, verificação de pressão arterial e glicemia capilar, e aos fins de semana os insumos, para a troca de curativos no domicílio são entregues. Na ficha são registradas as datas de realização do serviço, assinatura do usuário ou acompanhante, data e carimbo do profissional que realizou. Atualmente, seis usuários são acompanhados, quatro na UBS e dois a domicílio.

A implementação de um serviço de curativo na atenção básica é um passo importante para melhorar a saúde da comunidade. Com planejamento e execução cuidadosos, é possível fornecer um serviço de alta qualidade que atenda às necessidades da população. O serviço de curativo requer infraestrutura adequada, incluindo um espaço limpo e bem iluminado para realizar os curativos. Os equipamentos e suprimentos necessários, devem ser adquiridos e mantidos em estoque. Os protocolos de atendimento devem ser definidos para garantir que todos os usuários recebam o mesmo nível de cuidado, que inclui a avaliação da ferida, a escolha do curativo apropriado e o acompanhamento regular. Os usuários que apresentam fácil adesão terapêutica evoluem significativamente, além dos curativos utilizados se faz necessária à aceitação das condutas, que se expandem desde mudanças de hábitos alimentares, prática de atividade física, até a prescrição dos fármacos injetáveis, tópicos e orais, onde os mais utilizados são: hidrogel com ou sem alginato ou prata, creme barreira, AGE, produtos à base de PHMB e antibióticos. Os curativos realizados na UBS e em domicílio acontecem no turno da manhã. Os usuários são acolhidos, se houve dor ou febre nas últimas 24h, como está a alimentação e controle das medicações que faz uso. Com essa conduta, os usuários aderem com facilidade, colaborando com os profissionais, e assim há uma disseminação de informações e cuidados que abrange completamente o usuário e sua patologia.

É importante garantir que a comunidade esteja ciente do serviço de curativo e saiba como acessá-lo, que pode ser feito através de campanhas de divulgação e educação em saúde. Os usuários que aderem aos tratamentos oferecidos evoluem de maneira satisfatória, devido ao acompanhamento da equipe multiprofissional, havendo constante comunicação entre Agente Comunitário de Saúde (ACS), Enfermeira, técnico de enfermagem e ao Médico. Torna-se de suma importância que à assistência aos clientes acometidos por lesões não se detenha tão somente a troca de curativos, mas em entendê-los como pessoas experientes de conhecimentos previamente adquiridos pelo senso comum, e a partir deles desmitificar e ofertar ciência de maneira simples, proporcionando compreensão, respeito e dignidade. Pois é através de um diálogo esclarecedor que o indivíduo se sente acolhido, e com isso é facilitado todo o tratamento. Com essa perspectiva, através do empenho da UBS-II e apoio da gestão municipal em acolher com sensibilidade as demandas, fornecendo os insumos básicos necessários e em contrapartida expandindo o elenco de profissionais especializados no Centro de Especialidades, que o trabalho torna-se cada vez mais holístico e a adesão terapêutica mais efetiva.

Principal

Mateus Emanuel da Silva Santos

mateusemanuel835@hotmail.com

Técnico em Enfermagem

Coautores

Mateus Emanuel da Silva Santos, Aldineide Fernandes de Araújo Mendonça, Rosângela Vidal de Negreiros. Sergianna Mendes Ferreira de Lemos

A prática foi aplicada em

Arara

Paraíba

Nordeste

Esta prática está vinculada a

Rua Hermes Lira 20, Arara, PB

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Mateus Emanuel da Silva Santos

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

22 maio 2024

e atualizada em

22 maio 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Experiência do Preventivo Humanizado no SUS
Maranhão
Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba
Práticas
Estratégias de imunização em município do interior da Paraíba resulta em 1º lugar no estado durante campanha de influenza 2024 : relato de experiência
Paraíba