Olá,

Visitante

Implantação de laserterapia na rede de atenção à saúde de Pilar (PB): relato de experiência

O município tem cobertura de 100% de Atenção Primaria a Saúde associado a uma rede de serviços especializados que corroboram com o alicerce da APS, como as equipes E-multi, a Policlínica e outros serviços que prestam atendimento à população. O presente estudo descreve a implantação de atendimentos de laserterapia na rede de atenção à saúde do município de Pilar por profissionais que compõem a rede de serviços. Tendo como público alvo os usuários atendidos nas Unidades de Saúde da Família e no atendimento domiciliar como terapêutica complementar.
Tendo em vista a necessidade de implantação de programa de ação de melhora da qualidade de vida dos pacientes nos serviços básicos de saúde, este projeto viabilizou, comparativamente a afetados pela mesma lesão, porém de outras etiologias, a utilização da laserterapia de baixa intensidade para cicatrização das úlceras crônicas de membros inferiores, pacientes com relato de dor pós-Chikungunya, lesões teciduais. Na sua adoção, uma vez claramente definidos população de referência, promoveram-se procedimentos adequados para padronização de condutas de mensuração, avaliação, aplicação e acompanhamento da evolução clínica.

Em termos amplos, o presente projeto, visa destacadamente:
1 pela perspectiva do desenvolvimento tecnológico, estudar e contribuir para maior viabilidade da aplicação de tecnologias em serviços básicos de Saúde;
2 estender, em decorrência, assistência de saúde de boa qualidade e maior acesso a grupo de população habitualmente não atingida.
Em termos específicos, propõe-se:
1 rever, de forma aprofundada, descritiva e analítica, as informações técnicas disponíveis existentes referentes aos procedimentos terapêuticos utilizados no manejo das úlceras crônicas;
2 produzir protocolo adequado para documentação e acompanhamento da evolução das características destas lesões
3 empregar laserterapia de baixa intensidade segundo indicações precisas, com registro e avaliação das condições clínicas de cada circunstância de intervenção, de modo a possibilitar análise dos benefícios terapêuticos deste recurso.

O grupo populacional assistido por este projeto abrangeu portadores de úlceras de membros inferiores, lesões e feridas atendidos nas Unidades Básicas de Saúde e Serviço de Atendimento Domiciliar – SAD do município de Pilar.
O estudo é do tipo descritivo e foi desenvolvido a partir das experiências de enfermeiras especialistas, teve início em junho de 2022. foram realizados encontros entre os profissionais para traçar um plano de ação com metas e determinar o público alvo inicial e os locais de atuação, ficando acordado que seriam realizados atendimentos nos serviços especializados da Policlínica e atendimentos domiciliares.
A prática não gerou risco aos envolvidos e estes foram orientados quanto aos objetivos do estudo assinaram termo de autorização de uso de imagem. O estudo beneficia os usuários envolvidos, o profissional e a gestão, fortalecendo o SUS, o vínculo e o cuidado aos usuários.

Assistência aos portadores de lesão crônica que estão em tratamento sem sucesso nas unidades de saúde ou outras feridas complexas de forma integrada e humanizada.

O serviço de laserterapia é oferecido por profissionais de saúde enfermeiros da rede de serviços. Atualmente há uma média de 50 atendimentos por mês. Foi constatada a significativa melhora.
A aplicabilidade do laser no reparo tecidual de feridas de difícil cicatrização, incluindo lesões por pressão, apresenta várias vantagens. Algumas dessas vantagens incluem a otimização do tempo de cicatrização, acelerando o processo de cicatrização, resultando em tempos mais curtos para a completa resolução da ferida; melhora da dor, proporcionando alívio aos pacientes, incluindo-se mais recentemente em pacientes pós- Chikungunya; melhora do aspecto da ferida/úlcera, esteticamente mais agradável; estimulação da proliferação tecidual, aumento da vascularização na ferida, promovendo o aumento do fluxo sanguíneo para a área da ferida, o que é essencial para fornecer os nutrientes necessários e remover os resíduos metabólicos, contribuindo assim para um ambiente propício à cicatrização.
Em Pilar, com experiências de melhora rápida da condição clínica do paciente, com vista em sua qualidade de vida, redução do período de internação e custos hospitalares, a laserterapia é apontada como ser eficaz em sua aplicabilidade.

Clinicamente, foi observada evolução muito satisfatória na maioria das ulcerações, com melhora do aspecto e situação tecidual das úlceras e tecidos moles próximos, limitação da produção de exsudato, assim como melhora do aspecto e odor deste; aumento da vascularização da superfície irradiada; redução do desconforto e dor relatados, além de edema e hiperemia; diminuição das dimensões das lesões tanto no parâmetro de área atingida como na profundidade da lesão.
Os resultados alcançados vêm acrescentar, com destaque, novos avanços obtidos com o emprego da laserterapia de baixa intensidade, reforçando, assim, o êxito dessa alternativa terapêutica.

Principal

ALLYNE MARIA RODRIGUES BIANCHI

allyne.bianchi@gmail.com

Secretária Adjunta da Saúde

Coautores

ALLYNE MARIA RODRIGUES BIANCHI

A prática foi aplicada em

Pilar

Paraíba

Nordeste

Esta prática está vinculada a

Praça João José Maroja, s/n, Centro, Pilar, Paraíba, CEP 58.338-000

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

ALLYNE MARIA RODRIGUES BIANCHI

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

13 abr 2024

e atualizada em

13 abr 2024

Início da Execução

01/06/2023

Condição da prática

Andamento

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Experiência do Preventivo Humanizado no SUS
Maranhão
Práticas
Implantação do serviço de curativos na atenção básica do município de Arara: experiência exitosa
Paraíba
Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba