Olá,

Visitante

Implantação da Clínica de Cannabis Sativa, Beija Flor, no Município de Armação dos Búzios, Rj

Segundo inúmeros estudos nacionais e internacionais, o uso de Cannabis tem se mostrado eficaz para diversas patologias neurológicas.O Conselho Federal de Medicina (CFM) autorizou em 2014, que neurologistas, neurocirurgiões e psiquiatras prescrevam o Cannabis Medicinal (CBD), exclusivamente para tratamento de epilepsias em crianças e adolescentes. De 2015 a 2018, o número de profissionais que prescreveram canabinóides foi de 321 para 911 (alta de 183%), segundo dados da ANVISA.Em 2019 entrou em vigor a RDC 327/2019 que criou uma categoria de produtos provenientes de Cannabis Medicinal, concedendo autorização para a fabricação e importação.Em 2020 se permitiu a importação de forma simplificada através do preenchimento de um formulário eletrônico único e da prescrição médica.Foi realizado juntamente com as Equipes da Estratégia de Saúde da Família um levantamento onde identificamos um alto número de crianças e adolescentes no Município de Armação dos Búzios, que possuíam algum tipo patologia, tais como: TEA, Epilepsia Refrataria, Paralisia Cerebral, dentre outras. A partir deste estudo ficou claro a necessidades de adesão ao programa de CANNABIS SATIVA, visto que os benefícios impactariam diretamente na comunidade assistida por essa Secretaria de Saúde.Logo, a aplicação do projeto disponibilizado pelo SUS torna-se de extrema relevância para o avanço dos estudos sobre os efeitos do uso de Cannabis Medicinal no que se refere a melhoria da qualidade de vida dos pacientes e dos seus familiaresObjetivos: 1-

O atendimento especializado em Cannabis Medicinal está sendo implantado contando com a seguinte Equipe:2 Psiquiatras para crianças2 Psiquiatras para adultos 1 Neuropediatra6 Psicólogos4 Fonoaudiólogos 1 Assistentes Social1 Terapeuta Ocupacional 2 Psicopedagogos 1 Oficineiro 1 Educador Físico Atendimento na Atenção PrimáriaEstamos iniciando com duas frentes de trabalho: Médicos de Família e Agentes Comunitários de Saúde.Em relação aos Médicos de Família, o primeiro passo dado foi identificar os médicos com interesse no tema, e fazer a formação deles, para identificarem na Atenção Básica pacientes com perfil adequado para serem encaminhados.Em relação aos Agentes Comunitários de Saúde, o trabalho está sendo junto as famílias e às Escolas Municipais, através dos professores, para a identificação de crianças e adolescentes com necessidades especiais.Acesso ao medicamento pelo SUS: óleo de Cannabis Medicinal prescritoO tema ao acesso do medicamento no SUS, após a prescrição no Ambulatório, foi inicialmente o ponto de estrangulamento do projeto, uma vez que a população usuária é de baixa renda.Nesse contexto, duas alternativas emergiram: ?

O uso de Cannabis, ainda esta cercada de mitos e preconceitos. Para quebrar o tabu é necessário discutir amplamente e diretamente com a comunidade, nesse sentido fazer audiências públicas, reuniões abertas com especialistas e envolver o Conselho Municipal de Saúde, são estratégias fundamentais para alicerçar o projeto. Colocamos o uso da Cannabis como eixo da Conferencia Municipal de Saúde, ponto máximo da discussão das politicas de saúde com a população. A falta de informação e um persistente estigma em relação à Cannabis – são hoje o principal empecilho para a popularização dos benefícios da Medicina Endocanabinoide no Brasil.A prioridade, hoje, é combater a ignorância em relação ao assunto. É hora de estimular médicos e outros profissionais de saúde a estudar e se preparar. Temos que formar profissionais com capacidade técnica para consolidar a terapêutica com medicamentos à base de Cannabis no SUS, profissionais que vão diagnosticar, prescrever, realizar tratamentos de potencial transformador na qualidade de vida de milhares de pacientes portadores de doenças graves, refratárias e incapacitantes.Diante da enxurrada de artigos científicos publicados na área e da robustez de resultados observados diariamente na vida de centenas de milhares de pacientes, está claro que a Cannabis medicinal demonstra ser uma excelente alternativa. Um motivo mais do que plausível para a urgência em garantir um processo de formação guiado pelo conhecimento científico e pela ética, que cumpra a finalidade maior de proteger e proporcionar melhores resultados aos pacientes.É nossa responsabilidade nos apropriarmos desse conhecimento e oferecer aos nossos pacientes um tratamento completo com ou sem produtos à base de Cannabis mas que seja seguro, eficaz e assertivo. E o principal, que a decisão da prescrição esteja livre de preconceitos e alicerçada no conhecimento científico.

Principal

Leonidas Heringer Fernandes

falecomleonidas@hotmail.com

A prática foi aplicada em

Maranhão

Nordeste

Instituição

Armação dos Búzios

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Leônidas Heringer Fernandes

Conta vinculada

falecomleonidas@hotmail.com

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos