Olá,

Visitante

Implantação da Clínica de Cannabis Sativa, Beija Flor, no Município de Armação dos Búzios, Rj

Segundo inúmeros estudos nacionais e internacionais, o uso de Cannabis tem se mostrado eficaz para diversas patologias neurológicas.O Conselho Federal de Medicina (CFM) autorizou em 2014, que neurologistas, neurocirurgiões e psiquiatras prescrevam o Cannabis Medicinal (CBD), exclusivamente para tratamento de epilepsias em crianças e adolescentes. De 2015 a 2018, o número de profissionais que prescreveram canabinóides foi de 321 para 911 (alta de 183%), segundo dados da ANVISA.Em 2019 entrou em vigor a RDC 327/2019 que criou uma categoria de produtos provenientes de Cannabis Medicinal, concedendo autorização para a fabricação e importação.Em 2020 se permitiu a importação de forma simplificada através do preenchimento de um formulário eletrônico único e da prescrição médica.Foi realizado juntamente com as Equipes da Estratégia de Saúde da Família um levantamento onde identificamos um alto número de crianças e adolescentes no Município de Armação dos Búzios, que possuíam algum tipo patologia, tais como: TEA, Epilepsia Refrataria, Paralisia Cerebral, dentre outras. A partir deste estudo ficou claro a necessidades de adesão ao programa de CANNABIS SATIVA, visto que os benefícios impactariam diretamente na comunidade assistida por essa Secretaria de Saúde.Logo, a aplicação do projeto disponibilizado pelo SUS torna-se de extrema relevância para o avanço dos estudos sobre os efeitos do uso de Cannabis Medicinal no que se refere a melhoria da qualidade de vida dos pacientes e dos seus familiaresObjetivos: 1-

O atendimento especializado em Cannabis Medicinal está sendo implantado contando com a seguinte Equipe:2 Psiquiatras para crianças2 Psiquiatras para adultos 1 Neuropediatra6 Psicólogos4 Fonoaudiólogos 1 Assistentes Social1 Terapeuta Ocupacional 2 Psicopedagogos 1 Oficineiro 1 Educador Físico Atendimento na Atenção PrimáriaEstamos iniciando com duas frentes de trabalho: Médicos de Família e Agentes Comunitários de Saúde.Em relação aos Médicos de Família, o primeiro passo dado foi identificar os médicos com interesse no tema, e fazer a formação deles, para identificarem na Atenção Básica pacientes com perfil adequado para serem encaminhados.Em relação aos Agentes Comunitários de Saúde, o trabalho está sendo junto as famílias e às Escolas Municipais, através dos professores, para a identificação de crianças e adolescentes com necessidades especiais.Acesso ao medicamento pelo SUS: óleo de Cannabis Medicinal prescritoO tema ao acesso do medicamento no SUS, após a prescrição no Ambulatório, foi inicialmente o ponto de estrangulamento do projeto, uma vez que a população usuária é de baixa renda.Nesse contexto, duas alternativas emergiram: ?

O uso de Cannabis, ainda esta cercada de mitos e preconceitos. Para quebrar o tabu é necessário discutir amplamente e diretamente com a comunidade, nesse sentido fazer audiências públicas, reuniões abertas com especialistas e envolver o Conselho Municipal de Saúde, são estratégias fundamentais para alicerçar o projeto. Colocamos o uso da Cannabis como eixo da Conferencia Municipal de Saúde, ponto máximo da discussão das politicas de saúde com a população. A falta de informação e um persistente estigma em relação à Cannabis – são hoje o principal empecilho para a popularização dos benefícios da Medicina Endocanabinoide no Brasil.A prioridade, hoje, é combater a ignorância em relação ao assunto. É hora de estimular médicos e outros profissionais de saúde a estudar e se preparar. Temos que formar profissionais com capacidade técnica para consolidar a terapêutica com medicamentos à base de Cannabis no SUS, profissionais que vão diagnosticar, prescrever, realizar tratamentos de potencial transformador na qualidade de vida de milhares de pacientes portadores de doenças graves, refratárias e incapacitantes.Diante da enxurrada de artigos científicos publicados na área e da robustez de resultados observados diariamente na vida de centenas de milhares de pacientes, está claro que a Cannabis medicinal demonstra ser uma excelente alternativa. Um motivo mais do que plausível para a urgência em garantir um processo de formação guiado pelo conhecimento científico e pela ética, que cumpra a finalidade maior de proteger e proporcionar melhores resultados aos pacientes.É nossa responsabilidade nos apropriarmos desse conhecimento e oferecer aos nossos pacientes um tratamento completo com ou sem produtos à base de Cannabis mas que seja seguro, eficaz e assertivo. E o principal, que a decisão da prescrição esteja livre de preconceitos e alicerçada no conhecimento científico.

Principal

Leonidas Heringer Fernandes

falecomleonidas@hotmail.com

A prática foi aplicada em

Maranhão

Nordeste

Instituição

Armação dos Búzios

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Leônidas Heringer Fernandes

Conta vinculada

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Modelo de Atenção Domiciliar para a Melhora Qualidade de Vida dos Assistidos.
Rio de Janeiro
Práticas
Preparando para a Grande Mudança” Assistência ao Usuário Candidato a Cirurgia Bariátrica: uma Vivência na Rede de Atenção Básica do Município de Juruaia/Mg
Minas Gerais
Práticas
Impacto da Telemedicina e Seu Sistema na Saúde Pública em uma Policlinica na Serra de Ibiapaba: Um Relato de Experiencia.
Ceará
Práticas
Resgatando e Acolhendo os Sorrisos Especiais: Um Novo Conceito no Atendimento odontológico dos Pacientes Neuropsicomotores no Município de Itabaiana.
Paraíba
Práticas
Transformando Sorrisos: Experiência Exitosa em Crianças Acompanhadas pela Ubsf Igaraçu em Borba/Am
Amazonas
Práticas
Educação em Saúde da Criança e Análise Epidemiológica do Perfil da Demanda Ambulatorial Atendida no Hospital Infantil Cosme e Damião (Hicd) em Porto Velho, Rondônia, Brasil.
Rondônia
Práticas
Implantação do Ambulatorio de Ulceras Vasculares e Arteriais no Municipio de Canela Rs
Rio Grande do Sul
Práticas
Estratégias para Redução do Índice de Quedas de Pacientes em uma Unidade de Internação Clínica da Rede Hospitalar Federal do Rio de Janeiro
Rio de Janeiro
Práticas
Serviço Especializado em Saúde Bucal em Um Município de Pequeno Porte – Apiacá/Es: Ferramentas, Desafios e Iniciativas Próprias.
Espírito Santo
Práticas
Tratamento odontológico Sob Anestesia Geral para Pacientes com Deficiência no Município de Piraí: uma Trajetória pela Busca da Integralidade da Atenção.
Rio de Janeiro
2 / 41234