Olá,

Visitante

Impacto organizacional e Econômico na Implantação do Prontuário Eletrônico

Diante da necessidade de informatizar a assistência na APS, em 2017 a gestão municipal iniciou o processo de implantação do PEC na APS. Nesse sentido, iniciou-se o processo de licitação e concomitante foi utilizado o PEC do E-SUS, sistema informatizado gratuito em duas Unidades Básicas de Saúde (UBS), do Vila Esperança e KM63. As mesmas possuem demandas e realidades distintas conforme as características epidemiológicas dos locais e quantidade populacional. Foram inseridas mais duas UBS 3 meses após o início das duas primeiras, Km 60 e Congonhas com as mesmas características das primeiras. Depois de 6 meses foi realizada uma reunião para relato da experiência e avaliação em relação a implantação do PEC do E-SUS que foi bastante positiva, embora o sistema apresente limitações, principalmente relacionadas a morosidade das atualizações. Em relação ao processo licitatório que estava em andamento, possuía um valor alto, e inúmeras impugnações entre as concorrentes em 2018. No tocante, após 8 meses do teste piloto nas 4 UBS, iniciou-se um cronograma de educação permanente e implantação do PEC em todas as UBS do município até final de 2019, enquanto o setor financeiro resolvia os problemas relacionados ao processo licitatório que não foi encerrado em virtude da insegurança relatada por outras experiências. Com o PEC do E-SUS implantado em 100% das UBS, com os inúmeros benefícios identificados, foi excluída a intenção de utilização de sistema próprio.

Identifica-se como barreiras para garantir a qualidade da assistência e continuidade do cuidado destaca-se a dificuldade de comunicação entre as equipes da rede de atenção

O uso do PEC consolidou a gestão do cuidado e a continuidade da assistência nas 32 ESF atuantes no município de Tubarão, efetivando estratégias de sistematização da assistência e a segurança do paciente, afirmando assim, a segunda meta internacional de segurança do paciente “melhorar a comunicação entre profissionais da saúde” e consequentemente entre profissionais e usuários. Por fim, percebeu-se que o PEC E-SUS é um sistema democrático, que vem se aprimorando e evoluindo a cada atualização, sendo importante ferramenta para gestão do cuidado e economicamente sustentável para os municípios.

Principal

Fernanda Geraldo Valgas

enffernandavalgas@gmail.com

A prática foi aplicada em

Paraíba

Nordeste

Instituição

Tubarão

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Fernanda Geraldo Valgas

Conta vinculada

enffernandavalgas@gmail.com

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Programas de provimento médico federais: estratégias de monitoramento e avaliação municipais
Rio de Janeiro
Práticas
Acessibilidade no SUS: Implantação de um laboratório da Língua Brasileira de Sinais em unidades de Estratégia da Família em São Pedro da Aldeia
Rio de Janeiro
Práticas
Arte como instrumento de cuidado na Atenção Primária à Saúde
Bahia
Práticas
O Agente Comunitário de Saúde e a integralidade do cuidado no controle das Arboviroses.
Rio de Janeiro
Práticas
O Nasf de Armação dos Búzios como uma fênix em tempos sombrios: novas tecnologias a serviço do cuidado
Rio de Janeiro
Práticas
ATHIS Casa Saudável
Rio Grande do Sul
Práticas
Campanha Permanente de Castração de Cães e Gatos: Combate Estratégico às Zoonoses Centrado nos Princípios do SUS e no Conceito Território em Saúde, em Gurupi – To
Tocantins
Práticas
Cuidado de Enfermagem aos Portadores de Diabetes com “Pés Diabéticos” em Equipe de Estratégia Saúde da Família Relato de Experiência
Rondônia
Práticas
Territorialização e Expansão do Acesso na Atenção Básica em Pimenta Bueno: Redução de Nove para Duas Áreas des cobertas Pelos Agentes Comunitários de Saúde – Acs
Rondônia