Olá,

Visitante

Fonoaudiologia orienta: Alimentando o Meu Bebê, o Que Preciso Saber?

A cartilha apresenta temas sobre alimentação, aleitamento materno e disfagia e se baseia na importância de uma boa orientação paras os cuidadores e bebês no momento da alta hospitalar. Pensando nisso e tendo como público alvo as famílias no momento da alta hospitalar, entendemos que a cartilha pode ser uma forma de apresenta? informações importantes sobre a alimentação do bebê de forma sintética, didática e simples, podendo ser guardada e relida muitas vezes.Além de informações sobre o aleitamento materno, buscamos informar sobre a disfagia e a caderneta da criança. As sessões foram pensadas de forma a destacar a importância das se ter informação e apoio no aleitamento como garantia do seu sucesso e continuidade

A cartilha aborda o cuidado fonoaudiológico com a alta hospitalar de recém-nascidos com o tema central sobre a alimentação e a importância de uma boa orientação paras os cuidadores e bebês no momento da alta hospitalar. A cartilha foi elaborada seguindo três etapas. A etapa inicial de estudo, com leituras de artigos e livros sobre os temas do aleitamento materno, disfagia, saúde materna e neonatal. A segunda etapa, a partir dos conteúdos abordados, foi realizado uma compilação das informações consideradas mais importantes a serem destacadas e organizadas em uma linguagem mais acessível. Na etapa final, através de um software de design online e gratuito, realizamos a elaboração gráfica da cartilha organizando as informações de forma dinâmica e de forma a facilitar a leitura da população alvo. A cartilha tem como título “Fonoaudiologia orienta: Alimentando o meu bebê, o que preciso saber?”

Preparação da alta hospitalar com informações relevantes e práticas, através da elaboração gráfica de Cartilha organizando as informações de forma dinâmica e de forma a facilitar a leitura da população alvo (cuidadores de recém-nascidos de risco).Leitura da Cartilha pelos cuidadores e solução de dúvidas com retorno tanto por telefone ou de forma presencial.Supervisão aos gestores de tecnologias semelhantes para o SUS.

Principal

Mariangela Bartha de Mattos de Almeida

marianbartha@iff.fiocruz.br

A prática foi aplicada em

ES

Espírito Santo

Sudeste

Instituição

Rio de Janeiro

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Mariangela Bartha de Mattos de Almeida

Conta vinculada

marianbartha@iff.fiocruz.br

11 set 2015

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Tratamento odontológico Sob Anestesia Geral para Pacientes com Deficiência no Município de Piraí: uma Trajetória pela Busca da Integralidade da Atenção.
Rio de Janeiro
Práticas
Reorganização do Polo de oncologia de Cabo Frio
Rio de Janeiro
Práticas
Serviços Farmacêuticos na Alta Hospitalar – Projeto para Hospitais Pediátricos
Tocantins
Práticas
Voltando a respirar: reabilitação fisioterapêutica na Síndrome pós Covid-19
Paraíba
Práticas
Redução do Índice de Hospitalização a Partir da Implantação do Serviço de Atenção Domiciliar
Rio de Janeiro
Práticas
Criação da Subsecretaria de Regulação, Controle e Avaliação, Contratualização e Auditoria
Rio de Janeiro
Práticas
Cuidado Fisioterápico ao Idoso do Cordão Encarnado I para Manutenção da Funcionalidade e Qualidade de Vida Associado Aos Saberes Multidisciplinares da Atenção Básica
Paraíba
Práticas
Programa Municipal de Reabilitação Pós Covid-19Projeto Reabilitar
Paraíba
Práticas
Reavaliação Médica para Usuários Que Aguardam em Fila de Espera para Consultas e Exames Especializados, Como Ferramenta Reguladora no Município de Pinhais.
Paraná
Práticas
Implantação da Rede de Atenção e Prevenção ao Suicídio de Anastácio/Ms: uma Realidade Possível
Mato Grosso do Sul
3 / 41234