Olá,

Visitante

Equilíbrio e Saúde

A obesidade tem sido colocada pela OMS com um problema de saúde pública apresentando assim a necessidade de encontrar mecanismos para combate-la de forma eficiente, pensando nisso foi proposto a criação de um grupo nutricional pela equipe NASF-ab para atender a demanda de encaminhamentos de pacientes em busca de hábitos alimentares saudáveis. Ao estruturar o grupo observou- se que seria necessário ensinar os pacientes como educar o paladar através dos alimentos não industrializados muito ricos em nossa região e o reaproveitamento dos mesmo gerando economia e tornando-os capazes de compreender que a alimentação saudável e a relação com que o paciente encarava isso deveria ser o maior aliado. Para o sucesso do grupo os pacientes contaram com uma equipe multiprofissional, oficinas de alimentação saudável além de práticas integrativas complementares como a auriculoterapia.

Desenvolver Oficinas de alimentação saudável e reaproveitamento de alimentos Realizar palestras com equipe multiprofissional sobre assuntos pertinentes Associar a auriculoterapia como tratamento complementar ao combate a obesidade o grupo possui ciclos semestrais sempre com 15 a 20 participantes tendo encontros quinzenais, cada encontro além da nutricionista que coordena o grupo e a assistente social que auxilia nas atividades práticas é realizada uma palestra com os demais profissionais da equipe (psicólogo e profissional de educação física), a cada 45 dias é proposta a oficina de alimentação e reaproveitamento de alimentos no qual os participantes tem a oportunidade de aprender a fazer e degustar a receita saudável apresentada. A cada encontro o participante pode utilizar a auriculoterapia como uma das formas de tratamento a perca de peso, se tornando assim mais eficiente.

Ao decorrer de cada ciclo dos grupos mais pacientes estavam interessados em participar pois observaram os resultados satisfatórios dos integrantes quebrando assim o preconceito existente em torno de atendimento realizados de forma coletiva. A motivação era perceptível a cada avaliação física e cada oficina realizada sendo o momento no qual havia feedback dos resultados e compartilhamento de experiências. as palestras com a equipe multiprofissional a cada encontro levava o grupo a refletir sobre suas práticas individuas fazendo com que se sentissem estimulados a mudar o contexto e traçar metas para alcançar os objetivos, a perca de peso ficou em segundo plano e a qualidade de vida e saúde como um todo se tornou o objetivo geral em comum.A experiência EQUILIBRIo E SAÚDE se tornou exitosa no município de Itapuranga e já vem trazendo excelentes resultados ao decorrer de 2 anos e 6 ciclos levando a necessidade de abrir a mesma proposta no distrito de Diolândia no qual o grupo já acontece a 1 ano e 2 ciclos, atendendo assim também a população da zona rural. A perca de peso se tornou consequência de todo o aprendizado proposto aumentando assim a manutenção de forma valida e significativa dessa redução.

Principal

Carolinna Coelho Proença Guedes

carolinnaguedes@gmail.com

Coautores

Juliana Oliveira Braz, Eda Aparecida Parreira,

A prática foi aplicada em

Itapuranga

Goiás

Centro-Oeste

Instituição

Rua 28 Nº 141 Bairro – São Sebastião Do Xixá – Itapuranga – Goiás 76680-000

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Denise Dias De Sousa Brandão

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal