Olá,

Visitante

Encontros de Família – Cuidando de Crianças e Jovens Através de Seus Pais

O Projeto promove Oficinas Vivenciais com pais, responsáveis ou substitutos encaminhados pelas Unidades de ESF, Conselho Tutelar e outras secretarias municipais. Tendo como objetivo principal fortalecer a identidade dos pais ou pais substitutos em seu papel como formadores básicos dos futuros cidadãos e conscientizá-los de sua importância no desenvolvimento biopsicosocial de seus filhos ou dos menores que estão sob seus cuidados. Será oferecido concomitantemente para as crianças e jovens atividades recreativas com o objetivo de facilitar a permanência dos pais ou responsáveis no Projeto. O atendimento aos grupos priorizará a participação ativa de todos os participantes nos diálogos que se estabelecem, nos temas discutidos, nas dificuldades que emergem e na construção ou encaminhamentos para as soluções. a) Objetivos e metas: Realizar o atendimento das famílias, através dos pais, responsáveis ou substitutos, sob a forma de Oficinas Vivenciais. Visando o fortalecimento das relações familiares com o objetivo de uma melhora no convívio familiar e social e promover a melhora da comunicação entre seus membros e com a comunidade. Estimular os pais a reconhecerem sua importância na formação de seus filhos e os diferentes papéis dos membros de uma família na sua vida em comum. E investir na formação de uma rede assistencial as famílias, através da integração de vários setores do poder público municipal e sociedade civil organizada.b) Indicadores disponíveis para caracterizar a situação inicial (ponto de partida):De acordo com informações do Conselho Tutelar são realizados em média 200 atendimentos mensais divididos em novas ocorrências e acompanhamento dos casos. Dos casos atendidos cerca de 80% são resultantes de conflitos intra-familiares muitas das vezes resultante da falta de limites, ausência de autoridade e informação dos pais, perspectiva de futuro pequena resultante da precária situação socioeconômica das famílias. E as consequências são pequenos atos de vandalismo, falta de respeito pela propriedade alheia, agressividade e violência física e verbal entre os membros da família, com colegas e professores na escola e com a comunidade. Um dos principais problemas identificados relacionados à saúde dos jovens em nossa cidade é a gravidez precoce. O município vem apresentando uma média de 20% de incidência de partos em menores de 18 anos.Outro aspecto relacionado à saúde dos jovens é o envolvimento com drogas, sabe-se através de relatos de escolas e do Conselho Tutelar que cada vez mais precocemente os jovens estão se envolvendo com drogas ilícitas e lícitas. Observamos a dificuldade dos jovens buscarem os serviços de saúde para tratamento. Temos atualmente várias iniciativas por parte das Secretarias Municipais no sentido de envolver crianças e jovens em projetos que despertem seu potencial criativo e favoreçam seu convívio em comunidade, porém não existe um espaço correspondente para que os pais possam discutir sobre suas dúvidas e dificuldades de lidar com seus filhos.A Estratégia de Saúde da Família por eleger a família e seu espaço como núcleo básico de abordagem no atendimento a saúde desempenha papel relevante de interlocutor, contribuindo na identificação mais cuidadosa das necessidades e na participação dessa parcela da população no controle de suas condições de saúde e qualidade de vida. Porém existem questões pessoais e sociais que geram conflitos que extrapolam a possibilidade de atuação das equipes de ESF. Apesar de contar com o apoio técnico do NASF- Núcleo de Apoio as Equipes de Saúde da Família, seu principal objetivo são ações de prevenção e promoção à saúde. Ficando sem espaço para serem assistidas as famílias que de alguma forma se encontram em situação de conflito ou risco social e pessoal. Não temos na Rede de Saúde outro dispositivo onde essas famílias possam ser acompanhadas e orientadas no sentido de superação de suas dificuldades, que acabam por gerar problemas mais graves como alcoolismo, envolvimento de drogas e outras formas de violência contra a criança e jovem.c) Dinâmica do funcionamento e recursos empregados:O Projeto é coordenado pela Área Técnica de Atenção à Violência contando com a parceria das Unidades de Saúde da Família, Conselho Tutelar e das Secretarias de Educação e Promoção Social. As ações são realizadas nas dependências do NIAD – Núcleo de Intervenção em Álcool e outras Drogas: Oficinas com os pais, grupos de recreação para as crianças e jovens e entrevistas com as famílias quando necessário.Tem como proposta o atendimento das famílias divididas em grupos de no máximo 15 famílias, sob a forma de Oficinas Vivenciais, através de 10 encontros quinzenais onde são abordados temas relacionados à autoestima, trabalho, saúde, sexualidade, inter-relações pessoais/sociais, valores, direitos humanos e cidadania.Para facilitar a participação dos pais e responsáveis são oferecidas atividades de recreação para crianças e jovens, no horário das oficinas.O Plano de Ação das Oficinas Vivenciais será desenvolvido de acordo com as especificidades de cada grupo, porém seguindo um roteiro comum de temas, variando apenas as técnicas e recursos utilizados. Nas Oficinas são utilizados de recursos e técnicas tendo como referencial teórico a Terapia de Família Sistêmica.As atividades de recreação para os jovens e crianças são planejadas de acordo com a faixa etária dos participantes e visam, através de atividades lúdicas (teatro, jogos, etc.) a promoção de hábitos e atitudes de cooperação e cidadania.Outros recursos metodológicos como entrevistas com as famílias ou Visitas Domiciliares poderão estar sendo de acordo com a demanda de cada família e a partir da identificação da necessidade pela Equipe Técnica do projeto.d) Ações que contemplam a Intersetorialidade, Interdisciplinaridade e o matriciamento: A formação de uma rede assistencial e de apoio às famílias é fundamental para a superação das dificuldades, o Projeto prevê o fortalecimento do vínculo das famílias com as Unidades de ESF além de reuniões com os parceiros governamentais e não governamentais para acompanhamento das famílias na comunidade. e) Formas de Acompanhamento, Avaliação e Monitoramento desenvolvidas e/ou previstas: A Equipe Técnica se reúne quinzenalmente para acompanhamento das atividades e avaliação da execução do projeto e dos objetivos alcançados, e redirecionando as ações sempre que se fizer necessário.As famílias assistidas realizarão a avaliação das atividades após cada encontro do projeto no final do processo.

Fortalecer a identidade dos pais ou pais substitutos em seu papel como formadores básicos dos futuros cidadãos e conscientizá-los de sua importância no desenvolvimento biopsicossocial de seus filhos ou dos menores que estão sob seus cuidados.

Pode ser replicado em qualquer localidade, pois as questões de violência intrafamiliar são encontradas em todo país. Tem uma estrutura de fácil reprodução podendo ser adequado às especificidades da localidade, bem como aos recursos humanos e financeiros.

Principal

Maria Fátima Morra de Almeida

A prática foi aplicada em

Mendes

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Maria Fátima Morra de Almeida

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Projeto “Saúde Aqui: Relato de Experiência”
Tocantins
Práticas
Projeto Viva Mais, Práticas de Exercícios Físicos e Orientações Nutricionais com Princípios Funcionais, para A Melhoria de Qualidade de Vida no Município de Ourém-Pa
Pará
Práticas
Combatente Municipal –Escola e Comunidade Livres do Aedes Aegypti
Amazonas
Práticas
Promoção de Saúde dos Caminhoneiros e Caminhoneiras no Ponto de Parada e Descanso do Município do Rio de Janeiro
Rio de Janeiro
Práticas
Projeto Peso Saudável
Tocantins
Práticas
Formação em Diabetes para Profissionais da Educação de Blumenau/Sc
Rio Grande do Sul
Práticas
Oficina com Mulheres: Desenvolvimento de Ações de Cuidado Voltados ao Hiv/ Aids
Rio Grande do Sul
Práticas
Benefícios da Implementação de Assistência Médica 24 Horas em uma Cidade do Interior Paraibano
Paraíba
Práticas
Projeto Resgatando Sorrisos
Paraíba