Olá,

Visitante

Cemufa – Centro Municipal de Fisioterapia, Fitoterapia e Acupuntura

FINALIDADE DA EXPERIÊNCIA: Atender a demanda do município para o tratamento em fisioterapia, valorizando o ser humano e executando intervenções fisioterápicas educativas, terapêutica ou reabilitacional, para o restabelecimento, a manutenção e a promoção da saúde através de atividades físicas, alimentação saudável e acupuntura. DINÂMICA E ESTRATÉGIAS DOS PROCEDIMENTOS USADOS: Dispondo de recursos terapêuticos como laser, ultrassom, hidroterapia em piscina, acupuntura, os atendimentos são realizados em sede própria com agendamento e encaminhamento realizado pela rede de atenção básica do município. INDICADORES/VARIÁVEIS/COLETA DE DADOS: Desde sua implantação em agosto de 2011, já foram realizados 23.857 atendimentos pelos profissionais. Esses dados são registrados diariamente para avaliação e monitoramento mensal da Secretaria Municipal de Saúde. OBSERVAÇÕES/AVALIAÇÃO/MONITORAMENTO Todos os dados produzidos por meio de relatórios mensais são avaliados e monitorados pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde em sua reunião mensal.

Promover ações integradas na busca pela melhoria da qualidade de vida da população, este tem sido o trabalho da Prefeitura Municipal de Pirenópolis – GO, que através da Secretaria Municipal de Saúde criou e implantou o CEMUFA – Centro Municipal de Fisioterapia, Fitoterapia e Acupuntura. Considerado um modelo municipal inédito no estado de Goiás, o CEMUFA tem trabalhado transversalmente para atender a população, com a inserção de atividades físicas, promoção de alimentação natural e acupuntura e hidroterapia, em especial aos pacientes do Programa HIPERDIA. O CEMUFA também oferece acompanhamento e atendimento domiciliar aos pacientes acamados do município.

Considerando o subfinanciamento como um dos desafios da gestão do SUS, visando otimizar os investimentos, a implantação desse serviço traz uma excelente relação custo/benefício. A implantação CEMUFA trouxe mais qualidade de vida para toda população de Pirenópolis, em especial aos acamados, portadores de necessidades especiais, participantes do Programa HIPERDIA. O trabalho com fisioterapia tem mostrado um excelente resultado nos tratamentos, e isso foi potencializado com a inserção da fitoterapia e acupuntura. Com os 23.857 atendimentos desde sua implantação, o município tem conseguido reduzir de forma significativa o uso de medicamentos para hipertensão e diabetes, resultando em menos gasto com medicamentos e aumento da qualidade de vida da população de Pirenópolis.

Principal

Angela Pires da Penha

saude@pirenopolis.go.gov.br

A prática foi aplicada em

Pirenópolis

Goiás

Centro-Oeste

Instituição

AV. Comendador Joaquim Alves nº 5

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Angela Pires da Penha

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

06 fev 2018

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Mindfulness, uma estratégia para redução da ansiedade e manejo de peso
Rio Grande do Sul
Práticas
As PICS como ferramenta potencializadora no cuidado a saúde do trabalhador
Paraíba
Práticas
Práticas integrativas em um grupo tereapêutico “equilíbrio das emoções”
Paraíba
Práticas
Auriculoterapia uma práticas integrativas: como alternativa complementar no tratamento da ansiedade
Paraíba
Práticas
IMPLANTAÇÃO DE PRÁTICA INTEGRATIVA E COMPLEMENTAR NA REDE DE ATENÇÃO A SAÚDE DE QUEIMADAS-PB
Paraíba
Práticas
A terapia comunitária integrativa como inclusão e bem-estar na terceira idade.
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação do Centro de Referência em MTC e Práticas Integrativas no Município de Duque de Caxias
Rio de Janeiro
Práticas
Planejamento orientativo do CTA/SAE Juara – MT, sobre protocolo de PEP às farmácias do Vale do Arinos.
Mato Grosso