Olá,

Visitante

Caps on-Line

No ano de 2019, por meio do Núcleo de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas, a FIOCRUZ – Brasília instituiu o Programa de Residência Multiprofissional em Saúde Mental, Álcool e outras Drogas (PRMSMAD). O Programa visa ofertar especialização latu sensu com foco na atenção psicossocial, dentro de três áreas de atuação: assistência social, enfermagem e psicologia. O projeto além de formar novos profissionais para atuação na rede de atenção psicossocial, tem como foco também a qualificação dos serviços de saúde por meio da valorização da educação permanente. Em virtude do contigenciamento social necessário e implementado pelos governos para prevenção da disseminação do COVID-19 e da reorganização da atenção psicossocial nos campos de atuação prática que o programa vinha trabalhando, o PRMSMAD, desenvolveu uma proposta de redirecionamento para os componentes teóricos e práticos dos residentes buscando soluções possíveis e criativas para a formação e para atenção psicossocial nos termos da realidade atual. Das atividades desenvolvidas para esse período de pandemia, destaca-se o CAPS on-line, desenvolvida atualmente em conjunto com CAPS AD Itapõa, oferece suporte para atuação on-line do CAPS. O trabalho é desenvolvido através de uma busca ativa de usuários pelo telefone. Identificado os usuários e familiares com acesso as ferramentas de comunicação on-line, a ideia foi criar oficinas de interação on-line com os usuários e familiares com vistas a promoção da saúde integral. O grupo no WhatsApp acontece toda quarta-feira, das 14h30 às 16h30, com temas dedicados ao cuidado integral, como: música, práticas corporais e práticas integrativas. Para além desse horário, o Whatssapp fica aberto e disponível durante toda semana para o grupo, promovendo uma plataforma de encontro e suporte mutuo de pares. A experiência tem se destacado pela adesão dos usuários

Apoio ao trabalho dos CAPS para além do atendimento individual presencial durante a pandemia, compreendendo que o isolamento social tem afetado a vida dos usuários e dos seus familiares, em termos de cuidado em saúde e vida comunitária.

Trata-se de estratégia de simples implementação, cuja o recurso principal é um celular com WhatsApp disponível e organização da equipe técnica do serviço para mediação dos grupos. Entende-se que a estratégia pode ser interessante mesmo em períodos posteriores a pandemia, uma vez que permitiu a aproximação dos vínculos entre usuários, familiares e serviços através da mediação da tecnologia,. Conclui-se assim que a estratégia pode vir a ser uma importante ferramenta de trabalho para diminuição das barreiras de acesso ao serviço.

Principal

Nucleo de Saúde Mental, Álcool E Outras Drogas Fiocruz, Brasília

jaqueline.assis@fiocruz.br

A prática foi aplicada em

Brasília

Distrito Federal

Centro-Oeste

Instituição

CAPS AD II Itapoã

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Jaqueline Tavares de Assis

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Projeto Adoles-SER- a clínica em movimento. Cuidado e promoção de saúde mental de adolescentes
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Avaliação diagnóstica do TEA no SUS e capacitação dos pais como forma primordial de intervenção
Rio de Janeiro
Práticas
Oficina de Estimulação Cognitiva como estratégia de cuidado ampliado para indivíduos com dependência de álcool
Rio de Janeiro
Práticas
Os dados do CAPS1 Minha Vida como indicador avaliativo do serviço na supervisão clínico-institucional
Rio de Janeiro
Práticas
Grupo de familias em um CAPS infanto-juvenil
Rio de Janeiro
Práticas
Promoção da educação em saúde mental à adolescentes da escola pública: semeando hoje para colher no amanhã
Pernambuco
Práticas
Plantão psicológico na escola
Pernambuco
Práticas
Grupo de Práticas Corporais
Rio de Janeiro
Práticas
Oficina Saúde é Lazer
Rio de Janeiro
Práticas
Alongacaps
Rio de Janeiro