Olá,

Visitante

Avaliação da Implantação do Programa Nacional de Controle do Tabagismo no Município de Balsas

o tabagismo é reconhecido como uma doença crônica gerada pela dependência à nicotina (SPINK et al, 2009). Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), o cigarro é a principal causa de morte evitável em todo o mundo. Somente no Brasil, cerca de 200 mil pessoas morrem por doenças diretamente relacionadas ao tabaco (INCA,2011). o PNCT é uma política de saúde voltada para as condições crônicas, acometidas por agravos de saúde da população tabagista. No Município de Balsas o programa foi implantado em 2017 e 2018, em 80% das UBSs, com a população tabagista com idade superior a 18 anos desejosos de parar de fumar. A pesquisa é oriunda de uma dissertação de mestrado realizada ente 2015 e 2016 onde foi observado a existência de grande número de tabagistas e a necessidade de posteriormente implantar o programa nas UBSs, visto que Balsas possui uma população tabagista de aproximadamente 4.500, portanto, o PNCT percebeu-se como uma prioridade para município.

Acredita-se que o PNCT deve ser incentivado as implantações e continuidade em cada município para promover a saúde e melhoria na qualidade de vida. Foram realizados os grupos nas unidades com número de 8 a 12 participantes, todos os tabagistas participaram da abordagem clínica para classificação do grau de dependência através do teste de Fagestrom, risco para depressão e orientações sobre o programa. as sessões aconteceram de forma estruturadas participante e todas as pessoas que necessitaram, foram encaminhadas para consulta médica para prescrição medicamentosa e apoio do NASF.

o programa oferecido à população tabagista interessada em participar das sessões de TCC, aconteceram entre Abril de 2017 a dezembro de 2018, implantadas em 18 UBSs, foram avaliados 139 tabagistas, sendo que 110 tabagistas participaram da primeira sessão, 110 tabagistas encerraram o tratamento de 3 meses e 73 pessoas cessaram o uso de cigarro. Dos participantes, 105 pessoas fizeram uso de medicamentos. Portanto, houve uma adesão de 91%, abstinentes 66% e 91% utilizaram medicamentos.Observou-se um excelente funcionamento do PNCT com alcance dos objetivos propostos, pois o programada foi implantado e a adesão e sucesso as cessação do cigarro foram avaliados e conclui-se que as TCCs aliadas ao uso medicamentoso colaboraram para a adesão e o sucesso do programa. Acredita-se que o PNCT deve ser incentivado as implantações e continuidade em cada município para promover a saúde e melhoria na qualidade de vida.

Principal

Maria Luiza Nunes

mluiza099@gmail.com

Coautores

Catia Regina Coelho Lima, Janaina Sá, Heryna Alencar

A prática foi aplicada em

Balsas

Maranhão

Nordeste

Instituição

Avenida Sete De Setembro

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Luis Flavio De Lima Cioelho

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal