Olá,

Visitante

Atenção Farmacêutica ao Paciente Insulinizado

A diabetes mellitus (DM) é uma doença crônica caracterizada pelo aumento do nível de glicose no sangue. Dados brasileiros em 2008, mostra que as taxas de mortalidade por DM (por 100 mil habitantes) apresentam acentuado aumento como o progredir da idade, variando de 0,51 para a faixa etária de 0 a 29 anos a 137,8 para a de 60 anos ou mais. Sua natureza crônica, a gravidade das complicações e os meios necessários para controlá-la tornam a DM uma doença muito onerosa tanto para o indivíduo portador como para o Sistema Público de Saúde. Ao analisar a importância da DM como carga de doenças, ou seja, o impacto da mortalidade e dos problemas de saúde que afetam a qualidade de vida de seus portadores, percebe-se que é necessária uma política de saúde pública que venha trazer informação e orientação aos portadores da doença. Vários pacientes com DM utilizam como forma de tratamento a insulina e quando não são orientados a utilizá-la de forma correta, cometem erros que comprometem a eficácia do tratamento. A utilização de insulina não é simples como a utilização de medicamentos via oral e exige que o paciente esteja preparado para obter sucesso no tratamento. É preciso saber como deve ser transportada, armazenada e utilizada. Desta forma, faz-se necessário que os pacientes sejam orientados e acompanhados, ajudando-os a controlar os problemas oriundos da DM.a) Objetivos e metas: Foi verificado que os pacientes utilizam a insulina de forma bastante errada, o que compromete a eficácia no tratamento da Diabetes. O objetivo do trabalho é orientar os pacientes diabéticos usuários de insulina sobre a forma correta de sua aplicação, transporte e armazenamento, além de orientar sobre a doença, as complicações crônicas que a Diabetes pode trazer se não for tratada adequadamente. Espera-se uma maior adesão ao tratamento e o uso correto dos medicamentos utilizados pelos pacientes.b) Indicadores disponíveis para caracterizar a situação inicial (ponto de partida): Em decorrência da alta taxa de internação por diabetes encontrada no municipío foi de 25,15,observou-se a necessidade de realizar ações mais pontuais voltadas para esta patologia, sendo observado uma redução anual para 15,69 desta taxa de internação, segundo dados do SISPACTO.c) Dinâmica de funcionamento: ACOMPANHAMENTO FARMACOTERAPÊUTICO: Os pacientes são acompanhados pelo Farmacêutico, que orienta sobre os medicamentos utilizados, forma de uso, horários, efeitos colaterais.CAPACITAÇÃO PARA OS AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE, TÉCNICOS EM ENFERMAGEM E ENFERMEIROS: Foi realizada uma palestra com o tema Aprimoramento em Diabetes, abordando os principais aspectos da doença, complicações crônicas, tratamento e orientações para o uso correto de insulina. Essa capacitação preparou os profissionais da saúde par dar uma assistência de qualidade aos pacientes diabéticos. PALESTRA SOBRE DIABETES COM OS PACIENTES INSULINIZADOS: Foi realizada uma palestra abordando os principais aspectos da doença, complicações crônicas, tratamento e orientações para o uso correto de insulina. Foi feita uma demonstração para aplicação correta da insulina. Também foi abordados temas como hipertensão e suas complicações e alimentação para os diabéticos. ENTREGA DOS GLICOSÍMETROS AOS PACIENTES INSULINIZADOS: Foi realizada uma palestra com todas as orientações necessárias para utilizar os aparelhos.d) Ações que contemplam a Intersetorialidade, Interdisciplinaridade e matriciamento:Serão realizadas palestras com profissionais de várias especialidades e palestras com toda a população para incentivar não só o tratamento, mas também a prevenção da doença. e) Formas de Acompanhamento, Avaliação e Monitoramento:Após 1 ano de experiências com a Atenção Farmacêutica ao paciente Insulinizado, espera-se que haja mudanças positivas na adesão ao tratamento, conhecimento melhor sobre Diabetes e suas complicações crônicas pelos pacientes, mudança no perfil alimentar e uso correto de insulina, melhorando assim, a qualidade de vida dos mesmos.

Organizar a assistência farmacêutica para fortalecer a adesão ao tratamento e o uso correto dos medicamentos utilizados pelos pacientes diabéticos.

A Atenção Farmacêutica ao paciente insulinizado pode ser realizada tanto na área urbana quanto na rural, bem como no próprio domicílio do paciente, como já vem acontecendo.A continuação das ações será nos Postos de Saúde da Família, com reuniões com os pacientes diabéticos e consultas com profissionais capacitados para atendê-los. Além disso, estender essas ações a todos os pacientes diabéticos, insulinizados ou não.Capacitar mais farmacêutico para acompanhar a famacoterapia desses pacientes.

Principal

Anne Elizabeth Berenguer Antunes

A prática foi aplicada em

Primavera

Pernambuco

Nordeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Anne Elizabeth Berenguer Antunes

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
O Encontro como Estratégia de Fortalecimento da Rede de Atenção Psicossocial: Conectando e Mobilizando Fluxos nos Diferentes Pontos da Atenção Básica no Vale do Jamari, Rondônia
Rondônia
Práticas
Projeto Menina do Laço de Fita: Integralidade do Cuidado na Garantia do Direito Sexual e Reprodutivo da População de Abaetetuba – Pará
Pará
Práticas
Aperfeiçoamento do Processo de Gerenciamento do Programa do Tratamento Fora do Domicílio de Santa Luzia do Pará
Pará
Práticas
Criança Vacinada e Feliz
Práticas
Outside Vaccine: Rorainópolis Fora dos Muros
Práticas
Estratégias para Vacinação Contra Covid: Busão +saúde – Palmas-to
Práticas
Estrategias para Contornar Dificuldades e Elevar Cobertura Vacinal de Polio e Penta
Práticas
Reorganização do Processo de Trabalho das Equipes da Atenção Básica para o Fortalecimento das Ações de Imunização no Município de Jandaíra-ba
Práticas
Vacinar para Proteger: Metodologias Sistematizadas Aplicadas para o Alcance da Cobertura Vacinal em Pindoretama-ceará
Práticas
Imunização na Terceira Idade: Educação em Saúde Como Estratégia para Adesão de Idosos em um Município do Estado do Maranhão