Olá,

Visitante

Artesanato como Prática de Promoção em Saúde Mental

Os problemas de saúde mental vêm se constituindo uma realidade nas UBS. Onde a população em processo de adoecimento, ou em crise, procuram os serviços de saúde em busca de medicamentos para alívio de suas angústias e dores. Observou-se que a distribuição de psicofármacos é extremamente significante nos serviços da atenção básica e isso confirma a importância das ações com o objetivo da desmedicalização. Na UBS Jd. Eulina iniciarmos um método alternativo de tratamento não medicamentosos, o artesanato. Tem se aplicado no grupo de artesanato uma aula semanal de quatro horas, em um espaço cedido pela Associação Amigos do Bairro Jd. Eulina que contou com dois grupos, o primeiro grupo de artesanato teve seu início em fevereiro 2014 até maio de 2017, o segundo iniciou em junho de 2017 e finalizou em novembro de 2018. Ambos os grupos contaram com a presença de uma média de 30 pessoas, sendo todas mulheres, na faixa etária entre 20 a 70 anos.

objetivo do grupo de artesanato é ensinar trabalhos artesanais variados, visando a melhora na qualidade de vida dos usuários. Proporcionando vinculo social e afetivo, melhorando a renda familiar e promovendo momentos de lazer e distração. Tem se aplicado no grupo de artesanato uma aula semanal de quatro horas, em um espaço cedido pela Associação Amigos do Bairro Jd. Eulina, com a Agente Comunitária de Saúde, Silvia Helena, que já exercia essas atividades anteriormente. Os inscritos no curso aprendem a fazer bordados, pinturas, moldes das peças, corte costura e confecções das mesmas, entre outras atividades.

Na visão de promoção da saúde mental, o grupo de artesanato é um dispositivo que ultrapassa os seus objetivos, contribuindo no encontro de condições favoráveis e saudáveis para a melhoria da qualidade de vida e, consequentemente, possibilita a manutenção e o reequilíbrio da saúde mental dessas mulheres. A melhoria das pessoas envolvidas no projeto foi nítida, temos relatos das próprias alunas tais como: me ajudou na depressão, me sinto realizada em conseguir fazer estas coisas lindas, gosto dos momentos que passamos juntas, o artesanato me ajuda com as despesas do lar, o artesanato me faz recarregar as energias da semana, dentre outros.Na visão de promoção da saúde mental, o grupo de artesanato é um dispositivo que ultrapassa os seus objetivos, contribuindo no encontro de condições favoráveis e saudáveis para a melhoria da qualidade de vida e, consequentemente, possibilita a manutenção e o reequilíbrio da saúde mental dessas mulheres.

Principal

Silvia Helena Mandetta

silvia.mandetta10@gmail.com

A prática foi aplicada em

Campinas

São Paulo

Sudeste

Instituição

Guido Segalho 487, Jd. Eulina, Campinas, Sp

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Carmino Antonio De Souza

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal