Olá,

Visitante

Ambulatório Multidisciplinar em Saúde de Travestis e Transexuais Aumentando A Inclusão – Três Anos de Experiência

o ambulatório multidisciplinar para travestis e transexuais, iniciou suas atividades em janeiro de 2016. Inicialmente forma ofertados atendimento diferenciado em Infectologia, oficinas de percepção e voz para pessoas trans, ginecologia para homens trans e atendimento em endocrinologia para hormonização. em 2017 e 2018 foram realizadas oficinas com diferentes categorias profissionais, tais como: enfermagem, serviço social, psicologia, recepção, higienização, algumas especialidades médicas (ginecologia, dermatologia, proctologia, infectologia, clínica médica), laboratório e farmácia.

Implantar o ambulatório Multidisciplinar em saúde de Travestis e Transexuais em Unidade Especializada no Estado da Bahia a Partir da demanda do GT Estadual LGBT. as ações a serem descritas neste momento estão separadas em função da sua natureza. Assim sendo temos ações informativas, formativas e integrativas. as ações informativas são aquelas nas quais novas informações são comunicadas em forma de palestras, seminários ou documentos impressos. Nas ações formativas estão as oficinas, as capacitações e treinamentos. as ações integrativas se referem as celebrações das datas significativas e alusivas às pessoas trans. São encontros, rodas de conversas.

“o CEDAP tem assumido não apenas a função de atendimento em Saúde mas também o appael de formador de profissionais para atuarem em outras Unidades, como é o papel de um Centro de Referência. Nesta ação, tem sido sempre envolvida a coordenação e contando com o apoio de membros da equipe. em 2018 forma feitas 11 (onze) atividades de capacitação de profissionais (ações formativas) e mais 16 (dezesseis) palestras e seminários (ações informativas). Eventos internos forma promovidos para agregar equipe de assistência e ususários e estimular a adesão ao tratamento, sempre abordando temáticas de interesse como: “Saúde da População Trans: desejos, possibilidades e limites”, “Saúde Sexual e Reprodutiva para Homens Trans”, Encontro “Me chame pelo meo ambulatório está em fase de efetivação de credenciamento junto ao Ministério da Saúde. Apesar do contexto sociopolítico se apresentar árido em relação aos direitos das pessoas trans, principalmente em relação à saúde, o Ambulatório segue em sua busca por excelência na assistência livre de preconceito e discriminação, qualificando seus profissionais para que o acolhimento seja eficaz e reflita na adesão permanente ao acompanhamento em saúde. Mesmo sem uma dotação orçamentária especifica para as

Principal

Alexandro Dos Santos Miranda

alexandro.miranda@saude.ba.gov.br

Coautores

Ailton Santos

A prática foi aplicada em

Salvador

Bahia

Nordeste

Instituição

Rua Patativas Nº449 Apt 803 - Imbui Cep 41.720-100

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Fabio Vilas Boas Pinto

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Módulo, Modelagem e Contratualização: uma Alternativa para Organização da Atenção Especializada em Oftalmologia na Região de Araçatuba
São Paulo
Práticas
Apoio Técnico no Sus: Criando Oportunidades para A Consolidação do Coapes
São Paulo
Práticas
Implantação de Farmácias Vivas nas Unidades de Saúde do Município de Campinas-Sp
São Paulo
Práticas
Acolhimento como Ferramenta de Apoio às Tensões Emocionais do Trabalhador da Saúde
São Paulo
Práticas
Reaproveitamento de Recursos Públicos para Os Atendimentos de Demandas Extrajudiciais
São Paulo
Práticas
Nascer com Saúde: Estratégias Exitosas para um Nascer Feliz
São Paulo
Práticas
Melhoria e Inovação na Qualidade das Análises Clínicas
São Paulo
Práticas
Cuidados Paliativos e Luto no Território
São Paulo
Práticas
Acidente de Trabalho Grave Gerado Por Quadro Infeccioso Agudo de Leptospirose Ações Integradas do Departamento de Vigilância em Saúde de Hortolândia na Investigação e Controle
São Paulo