Olá,

Visitante

Alternativas do Cuidado Farmacêutico desenvolvidas na Atenção Primária do Município de Maricá

O Cuidado Farmacêutico é uma ação integrada do farmacêutico com a equipe de saúde, centrada no usuário, para promoção, proteção, e recuperação da saúde e prevenção de agravos. O objetivo principal deste trabalho foi demonstrar a atuação do farmacêutico na Atenção Primária a Saúde – APS, além das atividades logísticas, por meio de Atividade coletiva na forma de grupos, Dispensação Orientada, Atendimento Domiciliar e Consulta Farmacêutica, para diabéticos. As atividades foram realizadas no período de setembro de 2021, a maio de 2022. O trabalho foi desenvolvido nas unidades básicas de saúde do segundo distrito do município de Maricá, que está localizado na região metropolitana do estado do Rio de Janeiro e a população no último censo foi de 197.277 habitantes(IBGE, 2022). O objetivo geral deste trabalho foi demonstrar os efeitos do cuidado farmacêutico prestado a usuários diabéticos, na atenção primária do município de Maricá.
Trata-se de um relato de experiência da atuação do profissional farmacêutico, desenvolvida por meio de Atividade coletiva, Dispensação orientada, Atendimento domiciliar e Consulta farmacêutica, nas unidades básicas do quarto distrito, do município de Maricá. A Atividade coletiva era realizada em forma de grupo (Convivendo com Diabetes), conduzido por uma equipe multidisciplinar. O grupo era realizado como uma roda de conversa abordando temas sobre a diabetes, por meio de cartazes informativos, dinâmicas, material educativo, cartilha e um livro de receita que foi produzido. Durante o grupo era realizada coleta de dados com formulário, medida da glicemia capilar pós-prandial e encaminhamento para outros profissionais. A dispensação orientada era direcionada principalmente a usuários de canetas de insulina, nos possibilitando esclarecer dúvidas sobre a forma correta de utilização, aplicação segura, armazenamento e a avaliação de prescrições. O Atendimento Domiciliar era destinado principalmente ao usuário que possuía dificuldade de deslocamento até a unidade, com necessidade de orientações sobre o autocuidado da diabetes. A Consulta farmacêutica era direcionada para participantes com necessidade de um atendimento individualizado, identificados no grupo e pela equipe, com o objetivo de identificar a duplicidade de prescrições, sobretratamento, e a realização de conciliação medicamentosa entre diversas prescrições. Todas as atividades foram registradas em prontuário eletrônico.

Foi observada uma vultuosa demanda espontânea, principalmente nas farmácias das unidades básicas de saúde, de usuários com hiperglicemia e complicações decorrentes da diabetes descompensada. Segundo Relatórios de Indicadores de Desempenho da APS, disponíveis na página do Sistema de Informação em Saúde para Atenção Básica (SISAB), no portal e-GESTOR AB, o Denominador Identificador apresenta 17.499 pacientes diabéticos acompanhados. Esse denominador apresenta a quantidade de pessoas identificadas (diabéticos) a partir do acompanhamento na APS considerando a população estimada de 167.688 habitantes. Portanto, ações de promoção da saúde, acolhimento e acompanhamento, são de extrema importância para o controle da diabetes e qualidade de vida desses usuários.

Com as atividades desenvolvidas foi possível identificar que muitos pacientes não tinham adesão ao tratamento, principalmente em relação a administração de insulina. Um paciente relatou usar insulina apenas quando “achava” que sua glicemia estava alta, outro paciente informou não estar usando seu medicamento por falta de receita, pois estava incorreta. Após a análise foi verificada que a prescrição tinha um erro de digitação (Glifage XR 100 mg no lugar de Glifage XR 500 mg), que impossibilitava a dispensação do medicamento. Foi solicitada a troca da receita e a demanda resolvida. Alguns relatos abordaram o armazenamento de medicamentos de maneira incorreta e dúvidas sobre as ações e funções de cada medicamento no tratamento da doença. Foram realizadas dinâmicas sobre o conhecimento da diabetes, importância do tratamento, armazenamento de medicamentos e orientações individualizadas quando necessário. Uma outra demanda foi a necessidade de referenciar para consultas de acompanhamento e avaliação da doença por médicos e nutricionistas. Em um dos casos abordados a paciente relatou não fazer uso do medicamento Metformina 850 mg, por uma reação adversa descrita em bula, após conversa com a médica houve alteração da prescrição, favorecendo a adesão ao tratamento e controle da doença. Foi observado uma melhora na qualidade de vida com base nos relatos e também, a partir dos dados de glicemia capilar pós-prandial, que a chegou a apresentar uma redução de 59% após 3 encontros.

O atendimento farmacêutico na equipe multidisciplinar é de extrema importância para o alcance de benefícios na saúde do usuário. De fato, a assistência farmacêutica confere ao paciente melhor entendimento sobre o uso de seus medicamentos evitando principalmente falta de adesão ao tratamento e melhora da convivência com a doença crônica. Ficou evidente a necessidade da inserção e participação do farmacêutico na atenção primária do município de Maricá, não apenas com funções burocráticas e administrativas, mas principalmente com ações clínicas, do cuidado centrado no indivíduo, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida do paciente. Além da melhora da qualidade de vida relatada observamos a melhora de parâmetros clínicos e controle da doença. A partir dos dados demonstrados , pretendemos incentivar a padronização do cuidado farmacêutico em todo o município, por meio das diversas atividades aqui descritas e sua inserção definitiva dentro da equipe de saúde.

Principal

Nathália Silva de Jesus

natjesus87@gmail.com

Gerente de almoxarifado Farmacêutico

Coautores

Nathalia Silva de Jesus e Luana Duarte

A prática foi aplicada em

Maricá

Rio de Janeiro

Sudeste

Esta prática está vinculada a

Endereço: Rua Clímaco Pereira nº 367. Lote: 0B2 - B1 Loja: 01 Centro/ Maricá CEP: 24.902-035.

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Nathália Silva de Jesus

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 mar 2024

e atualizada em

23 mar 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Ampliação da captação de mulheres para cobertura de exame citopatológico no município de Ingá.
Paraíba
Práticas
A potência do microplanejamento no fortalecimento das ações de imunização em Esperança – PB.
Paraíba
Práticas
Grupo de trabalho Proteja: estratégias de combate à obesidade infantil no município de Alagoinhas – PB
Paraíba
Práticas
Expansão do teste do pezinho no município de Umbuzeiro – PB : garantindo triagem neonatal nas comunidades rurais.
Paraíba
Práticas
Odontologia de mínima intervenção e Programa Saúde na Escola: a saúde bucal além do consultório
Paraíba
Práticas
Saúde com o agente : uma formação sem ponto final.
Paraíba