Olá,

Visitante

Agente de combate à endemias e agente comunitário de saúde integrados no controle do Aedes Aegypti

Segundo a estimativa do IBGE (2019), Cunha Porã, município situado no Oeste de Santa Catarina, possui cerca de 11.118 habitantes (Fonte site Prefeitura de Cunha Porã)

Atualmente, Cunha Porã conta com uma equipe de 25 ACS e dois ACE, que estão envolvidas nas atividades de controle vetorial e no bloqueio das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Os ACS realizam o controle vetorial com as visitas de rotinas, em suas respectivas áreas de abrangência, também realizam mutirões com os ACE e auxiliam nas revisões de área, busca ativa e bloqueio das doenças, juntamente com as demais atividades que são estabelecidas. Todos os agentes são treinados para realizar as atividades de campo. O ACS visita o imóvel e caso for necessário, comunica o ACE para realizar o tratamento focal com o larvicida. Constatando alguma irregularidade no imóvel, um termo de responsabilidade é entregue para o proprietário com prazo fixado para as adequações. Caso o proprietário não cumprir o termo, a Vigilância Sanitária é acionada para tomar as medidas legais cabíveis.Para a vistoria de depósitos elevados que não podem ser visualizados pelas equipes de solo, o drone é utilizado. O município também conta uma Sala de Situação de Vigilância e Controle do Aedes aegypti, na qual realiza reuniões envolvendo a comunidade.

Não informado

Com o auxílio dos ACS nas atividades do setor da dengue, o município consegue realizar as atividades preconizadas pelo Programa em tempo hábil e oportuno, cobrindo todo perímetro do município, vistoriando, orientando, conscientizando e/ou notificando o morador, caso necessário.Outro ponto positivo é o agente de saúde conhecer bem sua área geográfica, assim como as famílias que residem na localidade, sabendo os pontos positivos e negativos da sua área, tendo mais facilidade em se relacionar com a população do local. Para concluir, recomenda-se a integração dos ACE e ACS para o controle do Aedes aegypti e as doenças por ele transmitidas, pois são dois profissionais que agregam o conhecimento técnico com conhecimento da área geográfica e a cultura do local, sempre buscando a prevenção e a conscientização da população.

Principal

Angela Giseli Rieger Kölln

endemias@cunhapora.sc.gov.br

A prática foi aplicada em

Cunha Porã

Santa Catarina

Sul

Instituição

Cunha Porã

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Angela Giseli Rieger Kölln.

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

21 mar 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Experiência do Preventivo Humanizado no SUS
Maranhão
Práticas
Implantação do serviço de curativos na atenção básica do município de Arara: experiência exitosa
Paraíba
Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba