Olá,

Visitante

Ações intersetoriais: integrando estratégias no combate às arboviroses na cidade de Belém do Brejo do Cruz (PB)

O presente projeto de ações intersetoriais de mobilização contra a Dengue/Chikungunya/Zika. Foi realizado na cidade de Belém do Brejo do Cruz – PB, no sertão da Paraíba. E tem como finalidade reduzir o impacto das epidemias na população, particularmente na redução da morbidade e mortalidade por estas doenças. Além disso, preparar antecipadamente a rede assistencial para diagnóstico diferencial e detecção precoce de casos suspeitos de Dengue/Chikungunya/Zika Vírus.
As estratégias previstas contemplam o conjunto de ações das redes assistenciais, Atenção Primária de Saúde – APS, vigilância epidemiológica, vigilância sanitária, ações de comunicação na rádio local, carros de som durante as mobilizações e publicidade.
É importante destacar a natureza dinâmica do plano e a necessidade de reavaliar, de forma sistemática, prazos e ações propostas em função dos diferentes cenários que, porventura, sejam observados.

Durante os meses de fevereiro a abril de 2024, na cidade de Belém do Brejo do Cruz- PB, período chuvoso na nossa região. As ações foram divididas em duas etapas uma com foco nos profissionais da APS pelo qual participaram de uma capacitação de atualização de manejo clínico sobre as arboviroses. E a segunda etapa, foi desenvolvida através de mutirões semanalmente com a participação de todos os profissionais da APS e divididos em equipe com os agentes comunitários de endemias – ACE. Com isso, cada equipe era direcionada para uma rua e realizavam as vistorias casa a casa e em todos os depósitos de água seja residencial ou em vias públicas.

O Projeto visa contribuir com a formação de profissionais, através de educação permanente sobre o manejo clinico das arboviroses, potencializando o atendimento, podendo assim, integrar e contribuir com a comunidade. Bem como, ações de mutirão para amenizar a proliferação do mosquito. Diante das graves doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti esperamos promover uma sensibilização da comunidade, além de combater os focos dos mosquitos, evitando o aumento da incidência de casos de Dengue, chikungunya, Zika Vírus.

Diante disso, podemos concluir a importância de sensibilizar a comunidade sobre a necessidade de combater os focos do Aedes Aegypti, evitando assim, o aumento da incidência de casos de Dengue, chikungunya, Zika Vírus. Desse modo, a mobilização através de visita casa à casa com verificação dos depósitos de formas a eliminar os criadouros das larvas do mesmo é de fundamental importância.
Com isso, as ações para o controle da dengue contaram com a participação ativa de todos os profissionais da Atenção Primaria de Saúde – APS, além da participação efetiva de cada morador na eliminação de criadouros já existentes, prevenções de/ou possíveis locais para reprodução do mosquito, como também uma redução na quantidade de registros das doenças no município.
Acreditamos que esse projeto será uma ferramenta muito importante no combate a esse mosquito, pois visa possibilitar um momento de discussão da problemática que atinge nossa comunidade, pois tem sido um agravo que vem aumentando muito nos últimos anos.

Principal

MARIA JÉDINA DE ANDRADE SANTOS

jedinaandrade@gmail.com

NUTRICIONISTA

Coautores

MARIA JEDINA DE ANDRADE SANTOS, HELOISA MARQUES DA SILVA, JAMSON JUNIOR DE ANDRADE SANTOS, ANDRIELLY KELLY LOCIO

A prática foi aplicada em

Belém do Brejo do Cruz

Paraíba

Nordeste

Esta prática está vinculada a

VENÂNCIO CLEMENTINO LINHARES, 335. CENTRO

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

MARIA JÉDINA DE ANDRADE SANTOS

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

08 maio 2024

e atualizada em

08 maio 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Promovendo Equidade e Garantido Acesso À Saúde a População Indígena no Município de Maricá-Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Fortalecimento das Ações Preventivas de Combate ao Trabalho Infantil
Rio de Janeiro
Práticas
Pontos de Apoio: Estratégia de Garantia e Viabilização do Acesso em Saúde para População do Campo
Minas Gerais
Práticas
O Centro de Informação em Saúde Silvestre – Ciss é Um Espaço Virtual Destinado ao Tema Saúde Silvestre e Humana. Constitui-Se Como Espaço de Construção Contínua a Serviço da Consolidação do Conhecimen
Rio de Janeiro
Práticas
Educação Ambiental e Saberes Tradicionais na Comunidade do Salgueiro, Zona Norte do Rio de Janeiro (Rj)
Rio de Janeiro
Práticas
A Vigilância Popular no Contexto da Pandemia da Covid-19: Formação-Ação em Agentes Populares de Saúde do Campo-Ce
Ceará
2 / 212