Olá,

Visitante

A Saúde do Trabalhador e o Agente Comunitário de Saúde

Em 17 de Março de 2021, o Prefeito Constitucional do Município de Montadas, sancionou a Lei 546/21, que cria o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança do Trabalho – SESMT. Na construção do Diagnóstico Situacional da Saúde do Trabalhador o SESMT procurou a Vigilância em Saúde em busca de dados gerados pelas notificações de Acidentes de Trabalho e Doenças Causadas Pelo Trabalho LER e DORT, os dados estavam zerados. Sentimos a necessidade de uma conversa com as equipes da Estratégia Saúde da Família, tivemos dois momentos, mesmo assim continuamos com esses dados zerados. Decidimos visitar as Unidades e conversar com as Técnicas de Enfermagem, identificamos que estavam sendo atendidos alguns procedimentos como curativos, retiradas de pontos, realização de medicação em pacientes vítimas de Acidente de Trabalho, que tinham sido atendidos em outros municípios por trabalhar lá, pela condição do acidente que necessitaria de um atendimento em um Pronto Atendimento, etc. Em visita domiciliar com algumas vítimas identificamos a ausência dessas notificações que não ocorriam nem pelo município de ocorrência, nem pelo de residência. Diante disso sentimos a necessidade de capacitar os Agentes Comunitários de Saúde-ACS em Saúde do Trabalhador, orientando como identificar um Acidente de Trabalho, preparamos então uma Cartilha. Durante a Campanha Abril Verde intensificamos nossas ações de prevenção e promoção e uma delas é a divulgação e a capacitação para os ACS’s .

A Saúde do Trabalhador apesar de está incluída na Vigilância em Saúde, ainda é uma Política Pública que, apesar de nos proporcionar Saúde e Segurança, ainda é pouco investida por todos, esse é o nosso primeiro passo para interligar Atenção Básica, Vigilância em Saúde e Saúde do Trabalhador, concluímos que é possível e que vale a pena, investir em Educação em Saúde, oficinas, capacitações.

A Saúde do Trabalhador apesar de está incluída na Vigilância em Saúde, ainda é uma Política Pública que, apesar de nos proporcionar Saúde e Segurança, ainda é pouco investida por todos, esse é o nosso primeiro passo para interligar Atenção Básica, Vigilância em Saúde e Saúde do Trabalhador, concluímos que é possível e que vale a pena, investir em Educação em Saúde, oficinas, capacitações.

Principal

Roseane de Araújo Costa Ferreira

roseaneacferreira@hotmail.com

A prática foi aplicada em

Montadas

Paraíba

Nordeste

Instituição

Rua: São José, 371

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Roseane de Araújo Costa Ferreira

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Estudo das infecções do trato urinário na população de Queimadas (PB) atendida pelo SUS
Paraíba
Práticas
VIVER BEM É SER SAUDÁVEL: ACOMPANHAMENTO DE PORTADORES DE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO-TRANSMISSIVEIS
Paraíba
Práticas
Vigilância Epidemiológica: relato de experiência sobre a operacionalização do trabalho no município de Quatis
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação antirrábica animal itinerante – a vigilância ambiental em saúde vai até você!
Rio de Janeiro
Práticas
Estratégia de rodízio para ampliação do acesso da população às vacinas com apresentação multidoses
Rio de Janeiro
Práticas
Projeto agrotóxicos: Um olhar consciente
Paraíba