Olá,

Visitante

Inserção do Diu na Aps: Estratégias de Ampliação da Assistênciae Acesso em Saúde Reprodutiva

A assistência em planejamento reprodutivo deve fazer parte do rol de ações das equipes de saúde que atuam na APS, direcionadas à saúde da mulher, do homem, do casal e da família, em uma visão de atendimento integral à saúde, baseada no respeito aos direitos sexuais e reprodutivos. A partir de uma demanda local identificada pela equipe de saúde nas consultas médica e de enfermagem, foi planejado algumas ações de promoção da saúde da mulher. Para facilitar o acesso a inserção do DIU foi ofertado desde 2018 até os dias atuais o serviço nas quintas feiras à tarde e nos sábados pela manhã conforme demanda, visto que, grande parte das mulheres trabalham fora para ajudar no orçamento familiar e não dispõe de horários livres durante os dias uteis. Neste sentido, as mulheres que desejarem e que preenchem os critérios de elegibilidade para anticoncepção do DIU de cobre são examinadas e avaliadas pelo médico e enfermeiro. Algumas, após avaliação clínica apresentam vaginites bacterianas ou fungicas, dessa forma são tratadas e no dia agendadas para fazerem o teste rápido e assim descartar possível gravidez. No dia do procedimento às mulheres são acolhidas, sempre é ofertado Prática Integrativa e Complementar como a auriculoterapia e o ambiente aromatizado com óleo essencial de lavanda visando oferecer uma ambiência agradável e diminuir as tensões que acompanham as mulheres que mesmo atraídas pelos benefícios do DIU de cobre como: ser muito eficaz por até 10 anos

As gravidezes não intencionais correspondem a 40% de todas as gestações no mundo e no Brasil o percentual é ainda maior alcançando até 55,4% das mulheres, contribuindo para abortamentos induzidos e desencadeando aumento da mortalidade materna. A inserção do Dispositivo Intrauterino (DIU) ofertada na Atenção Primária à Saúde (APS) é uma das opções de contraceptivos eficazes, de longa duração e baixo custo para o Sistema de Saúde, entretanto ainda não é utilizado em larga escala, principalmente na prática da enfermagem. Diversos países desenvolvidos tem buscado formas de romper algumas barreiras e ampliar o acesso para expansão das taxas de inserção do DIU, como qualificação profissional e fomento na área de educação em saúde da população.

Evidenciar estratégias para de ampliação da assistência e acesso em saúde reprodutiva, inserção do DIU na ESF e capacitar enfermeiros visando potencializar a consulta em saúde sexual e reprodutiva com enfoque no DIU para enfermeiros da Atenção Primária do município de João Pessoa, Mamanguape, e outras Instituições.

Principal

Verônica Ebrahim Queiroga

veronica.e.jp@hotmail.com

A prática foi aplicada em

João Pessoa

Paraíba

Nordeste

Instituição

Rua Tenente Francisco de Assis Moreira s/n

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Verônica Ebrahim Queiroga

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Experiência do Preventivo Humanizado no SUS
Maranhão
Práticas
Implantação do serviço de curativos na atenção básica do município de Arara: experiência exitosa
Paraíba
Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba