Olá,

Visitante

Controle da Leishmaniose Visceral Canina no Município de Zabelê, Paraíba, Brasil.

A leishmaniose visceral (LV) é uma antropozoonose com distribuição cosmopolita no mundo chegando acometer crianças, jovens e adultos e quando não realizado tratamento, pode apresentar letalidade de 95%. A leishmaniose visceral canina e a humana estão em constante crescimento e, atualmente, encontram-se difundidas em quase todo o Brasil.Nos dias atuais, destaca-se por estar sendo considerada uma doença reemergente, caracterizando-se por processo de transição epidemiológica. Na Paraíba a LV é considerada uma doença endêmica e está em expansão na área urbana. No período de 2014 a 2018 foram notificados 619 casos, sendo 260 confirmados (42%) com uma média anual de 52 casos. Dos 223 municípios do estado, 127 (57%) registraram casos no período de 2014 a 2018.No município de Zabelê/PB, localizado na localizado no cariri ocidental da Paraíba. De acordo com os dados obtidos do Sistema Nacional de Agravos de Notificação (SINAN), houve três notificações da LV, nos anos de 2016, 2018 e 2019, em pacientes do município, o que coloca Zabelê como um dos 85 municípios da PB com transmissão esporádica. Nesse sentindo, em relação à intensidade da transmissão da LV há municípios com índices consideráveis de transmissão e outros com um nível de transmissão baixo, porém existente, como é o caso de Zabelê/PB, o que o coloca como vulnerável quanto a doença.Diante do exposto, sentiu-se a necessidade de implantar um trabalho controle da LV canina no município com início em 2019 até os dias atuais.

O Problema central abordado neste trabalho foi realizar um controle da leishmaniose visceral canina, no município de Zabelê/PB tendo em vista que nos anos 2016, 2018 e 2019, foram observados três casos notificados em humanos e nenhum caso notificado em cão, consideramos que as medidas de prevenção da LV envolvem ações dirigidas não apenas à população humana, mas também ao vetor e ao seu principal reservatório (cão). Nosso trabalho é voltado ao controle e conscientização da LV no município, sempre buscamos mostrar os tutores a importância do conhecimento da doença. Nossas ações são realizadas mensalmente na zona rural e zona urbana do município, e também realizamos semestralmente um dia D da leishmaniose, onde é realizado palestras sobre o tema e realização dos testes para LV, as ações de conscientização também são realizadas nas escolas municipais e estaduais do município para os alunos dos anos finais do ensino fundamental II, ações estas promovido pela equipe da secretaria de saúde do município.

Recomendamos que, a partir deste trabalho, observou-se que o município tem dado uma importante contribuição promoção à saúde pública, adotando uma política de testagem em cães sintomáticos e assintomáticos para doença. Desta forma foi possível observar em um número expressivo de cães foram positivos e com isso recomenda-se ações de Controle de Leishmaniose Visceral Canina, tais como a qualificação de profissionais de saúde sobre as ações de vigilância e controle da leishmaniose visceral.É importante salientar que esse trabalho cada vez mais precisa ser colocado em pratica principalmente por ter um objetivo educacional de promover saúde na escola através de palestras e conversas com para os alunos dos anos finais do fundamental II.Foi observado como de suma importância da interação da equipe para que os resultados fossem alcançados, onde foram envolvidos os ACS’s e ACE’s dando assim uma considerável contribuição para o sucesso do controle da doença.Este projeto é notável o seu sucesso principalmente pela promoção a saúde única onde envolve os seres humanos, o ambiente e a saúde animal.Desta forma salientamos a importância que outros municípios possam adotar está metodologia e executar este projeto.

Principal

Renato Vaz Alves

renatovazzabee@gmail.com

A prática foi aplicada em

Zabelê

Paraíba

Nordeste

Instituição

RUA ADALCINDO LAFYETE, S/N

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Renato Vaz Alves

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Projeto social de controle populacional de cães e gatos como função de vigilância em saúde pública
Paraíba
Práticas
Vacinação nos espaços de formação: experiência no 2º Congresso Nordestino de Pediatria
Paraíba
Práticas
Controle das arboviroses no município de Brejo do Cruz – PB
Paraíba
Práticas
O Alcance dos indicadores da imunizaçâo do programa de qualificaçâo das ações de vigilância em saúde
Paraíba
Práticas
Acolhimento e seguimento intersetorial às crianças e adolescentes vítimas de violências
Paraíba