Olá,

Visitante

A Integralidade da Assistencia Aos Portadores de Deficiencia – Imunização

FINALIDADE DA EXPERIÊNCIA: FORTALECIMENTO DA ASSISTENCIA EM SAUDE AOS PORTADORES DE DEFICIENCIA.DINÂMICA E ESTRATÉGIAS DOS PROCEDIMENTOS USADOS: realização de parceria institucional entre a secretaria de saúde, através das coordenações de atenção básica e imunização com entidades de assistência a pessoas com deficiência como a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), onde pela primeira vez foram realizadas ações de atualização vacinal e de campanhas especificas a nível nacional (influenza, hpv, etc).Destacamos que muitas pessoas com deficiência ainda possuem dificuldade de acesso aos serviços de saúde básicos, ofertados nas unidades básicas de saúde como: atendimento médico, vacinas, atendimento odontológico. Em função dessa dificuldade de acesso foi viabilizada ações de saúde programadas para os usuários atendidos na APAE/Laranjal do Jari.Foi feito um primeiro contato com a direção da instituição e solicitado a mesma autorização para a realização das ações de saúde, posteriormente a entidade se incumbiu de mobilizar os responsáveis pelos usuários atendidos, informando a estes sobre a natureza da ação e solicitando também a documentação de saúde de todos (cartão do SUS e carteira de vacina), e aos que não dispunham de cartão nacional de saúde foi providenciada emissão do mesmo

A atenção primária é um campo importante para o desenvolvimento de práticas de atenção à saúde da pessoa com deficiência, particularmente naquilo que tange à circulação e participação sociais, sob a ótica de inclusão e dos direitos de cidadania.

SUGESTÕES DE APLICABILIDADE/IMPACTOS: é necessário o fortalecimento de parcerias institucionais do poder publico (MUNICIPAL) com instituições que representem os usuários de politicas de saúde prioritárias (LGBT, PESSOAS COM DEFICIENCIAS, POPULAÇÃO DE RUA E ETC)Necessidades de estratégias para parcerias institucionais para a melhoria da assistência em saúde

Principal

Nailane Ribeiro

A prática foi aplicada em

Laranjal do Jari

Amapá

Norte

Instituição

RUA ARACAJU, S/Nº, LOTEAMENTO CAJARI

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Nailane Ribeiro

Conta vinculada

emanoel.filho@fiocruz.br

02 jun 2023

e atualizada em

27 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Vivência em atendimento em grupo de portadores de Diabetes Mellitus da Esf Itapuca, Resende, RJ
Rio de Janeiro
Práticas
A descentralização das ações de controle da tuberculose no município de Volta Redonda
Rio de Janeiro
Práticas
O matriciamento de cardiologia e endocrinologia no fortalecimento a atenção à doenças crônicas
Rio de Janeiro
Práticas
A expansão do processo matricial no município de Volta Redonda – uma experiência exitosa
Rio de Janeiro
Práticas
A importância da equipe multidisciplinar no programa de osteoporose de Penedo – Itatiaia (RJ)
Rio de Janeiro
Práticas
Sensibilização da APS para o cuidado integral da população em situação de rua da cidade de Resende
Rio de Janeiro
Práticas
Coordenação do cuidado, ordenação da rede de atenção à saúde e o e-SUS AB como ferramenta de gestão
Rio de Janeiro