Olá,

Visitante

A Importância do Processo de Trabalho para o Acesso do Cidadão Aosserviços Especializados

CONSTATAMOS QUE OS PROFISSIONAIS DO MUNICÍPIO NÃO TINHAM CADASTROPARA INSERIR AS SOLICITAÇÕES NO SISTEMA DA REGULAÇÃO FORMATIVA. NESTE MOMENTO HOUVE A NECESSIDADE DE APRESENTAR O SISTEMA A TODOS OS SERVIDORES ENVOLVIDOS NO PROCESSO DA REGULAÇÃO, SENDO ELES MÉDICOS, ENFERMEIROS, RECEPCIONISTAS E DENTISTAS. O PRÓXIMO PASSO FOI O CADASTRO DELES PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA E TREINAMENTO SOBRE COMO INSERIR, MONITORAR, ATENDER AS OPINIÕES FORMATIVAS DOS ESPECIALISTAS E ALTERAR QUANDO NECESSÁRIO. INICIALMENTE HOUVE RESISTÊNCIA NA SUA UTILIZAÇÃO, POIS TUDO QUE É NOVO, CAUSA DESCONFORTO, PRECISANDO SAIR DA ZONA DE CONFORTO PARA EXPERIMENTAR NOVOS PROCESSOS. O LEVANTAMENTO DAS DEMANDAS REPRIMIDAS POR ESPECIALIDADE E EXAME SOLICITADO TEVE SUA IMPORTÂNCIA PARA ORGANIZAÇÃO E DIRECIONAMENTO DO PROCESSO DE TRABALHO. ASSIM COMO, A ANÁLISE DA ESTRUTURA FÍSICA DAS UNIDADES DE SAÚDE (US) NO QUE SE REFERE A EQUIPAMENTOS INFORMATIZADOS. O MUNICÍPIO POSSUI 5 US, DESTAS, 4 ESTÃO LOCALIZADAS NO INTERIOR, SENDO A MAIS DISTANTE CERCA DE 28 KM DA SEDE. TODAS POSSUEM UMA EQUIPE DE SAÚDE DA FAMÍLIA (ESF) E EQUIPE DE SAÚDE BUCAL (ESB) VINCULADAS. DESTAS, IDENTIFICAMOS QUE 3 US NÃO TINHAM EQUIPAMENTOS E INTERNET, IMPEDINDO A UTILIZAÇÃO DO SISTEMA NO MOMENTO DO ATENDIMENTO. PARA ESTAS US A ESTRATÉGIA ADOTADA FOI A DISPONIBILIZAÇÃO DE UM PERÍODO DURANTE A SEMANA COM HORÁRIO RESERVADO NA SECRETARIA DE SAÚDE PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA.

A ATENÇÃO BÁSICA É A PRINCIPAL PORTA DE ENTRADA DOS USUÁRIOS AO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SUS), RESPONSÁVEL PELA RESOLUÇÃO DE GRANDE PARTE DAS NECESSIDADES DE SAÚDE DO INDIVÍDUO. SENDO ENCAMINHADO PARA O NÍVEL SECUNDÁRIO OS CASOS QUE DEMANDAM ATENDIMENTO ESPECIALIZADO. A PARTIR DESTE PONTO SE FAZ NECESSÁRIO O FUNCIONAMENTO DA REDE DE ATENÇÃO À SAÚDE, POSSIBILITANDO SEGUIMENTO E RESOLUTIVIDADE AO SER ACIONADA DO PRIMEIRO PARA O SEGUNDO NÍVEL DE ATENÇÃO. NESTE CONTEXTO, A REGULAÇÃO DO ACESSO A ATENÇÃO ESPECIALIZADA SE TORNA UM DOS PRINCIPAIS ATORES NESTE PROCESSO, PARTINDO DO PRESSUPOSTO DA OFERTA E DEMANDA. O PACTO PELA SAÚDE, DE 2006, DESCREVE A REGULAÇÃO COMO UMA DAS DIRETRIZES PARA A GESTÃO DO SUS E DEFINE A REGULAÇÃO DO ACESSO À ASSISTÊNCIA COMO: “CONJUNTO DE RELAÇÕES, SABERES, TECNOLOGIAS E AÇÕES QUE INTERMEDEIAM A DEMANDA DOS USUÁRIOS POR SERVIÇOS DE SAÚDE E O ACESSO A ESTES”. UM DOS MAIORES DESAFIOS ENCONTRADO PELA GESTÃO DA SAÚDE EM BREJETUBA NO ANO DE 2021. VISTO QUE HERDARA UMA DEMANDA REPRIMIDA ENORME QUE PRECISAVA SER SOLUCIONADA, PROPORCIONANDO SEGUIMENTO AS NECESSIDADES DE SAÚDE DA POPULAÇÃO. SENDO MOTIVO PARA INICIAR O PROCESSO DE TRABALHO VOLTADO PARA O PROGRAMA DE REGULAÇÃO FORMATIVA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO (ES), INSTITUÍDO EM 2020 PARA A INTEGRAR A ATENÇÃO PRIMÁRIA EM SAÚDE COM A ATENÇÃO AMBULATORIAL ESPECIALIZADA, UTILIZANDO O MÉTODO DA REGULAÇÃO FORMATIVA PARA QUALIFICAR O ACESSO DA POPULAÇÃO ÀS CONSULTAS MÉDICAS ESPECIALIZADAS E RESPECTIVOS ESPECIALISTAS

O ACESSO À ATENÇÃO ESPECIALIZADA, É UM DOS MAIORES PROBLEMAS NA REDE MUNICIPAL DE SAÚDE DO SUS, DEVIDO A INSUFICIÊNCIA NA OFERTA DE AÇÕES DIAGNÓSTICAS E TERAPÊUTICAS, VISTO QUE A MAIORIA DOS PRESTADORES ESTÃO LOCALIZADOS NOS GRANDES CENTROS. UMA DAS RAZÕES PARA QUE O ACESSO DA POPULAÇÃO SEJA FEITO DE FORMA INTEGRAL, REFORÇANDO A ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DA REDE A PARTIR DAS NECESSIDADES APRESENTADAS PELA APS, INTEGRAÇANDO O CONJUNTO DO SISTEMA. FORTALECENDO A INTERAÇÃO DA EQUIPE E O VÍNCULO COM O USUÁRIO. ATUALMENTE O PROFISSIONAL SOLICITANTE SE COMUNICA POR EMAIL COM A REGULAÇÃO ESTADUAL PARA ESCLARECIMENTO SOBRE ALGUMAS SOLICITAÇÕES AINDA NÃO ATENDIDAS. EXISTE O RETORNO PARA A POPULAÇÃO PELO PRÓPRIO MÉDICO, JUNTAMENTE COM PREOCUPAÇÃO EM SER RESOLUTIVO. OUTRO AVANÇO SE APRESENTOU NO MONITORAMENTO REGULAÇÃO MUNICIPAL, A MESMA ENTRA EM CONTATO COM A EQUIPE DA APS, APONTANDO SOBRE AS MARCAÇÕES E NECESSIDADE DE INFORMAÇÃO AO USUÁRIO, ASSIM COMO, A TROCA DE CONHECIMENTOS.

Principal

Bruna Teixeira de Sousa

brunagajo@gmail.com

A prática foi aplicada em

Brejetuba

Espírito Santo

Sudeste

Instituição

Rua Aracy Sarth

Uma organização do tipo

Pública

Foi cadastrada por

Elizeth Carlos Vieira Toledo

Conta vinculada

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Implantação da Clínica de Cannabis Sativa, Beija Flor, no Município de Armação dos Búzios, Rj
Maranhão
Práticas
Modelo de Atenção Domiciliar para a Melhora Qualidade de Vida dos Assistidos.
Rio de Janeiro
Práticas
Preparando para a Grande Mudança” Assistência ao Usuário Candidato a Cirurgia Bariátrica: uma Vivência na Rede de Atenção Básica do Município de Juruaia/Mg
Minas Gerais
Práticas
Impacto da Telemedicina e Seu Sistema na Saúde Pública em uma Policlinica na Serra de Ibiapaba: Um Relato de Experiencia.
Ceará
Práticas
Resgatando e Acolhendo os Sorrisos Especiais: Um Novo Conceito no Atendimento odontológico dos Pacientes Neuropsicomotores no Município de Itabaiana.
Paraíba
Práticas
Transformando Sorrisos: Experiência Exitosa em Crianças Acompanhadas pela Ubsf Igaraçu em Borba/Am
Amazonas
Práticas
Educação em Saúde da Criança e Análise Epidemiológica do Perfil da Demanda Ambulatorial Atendida no Hospital Infantil Cosme e Damião (Hicd) em Porto Velho, Rondônia, Brasil.
Rondônia
Práticas
Implantação do Ambulatorio de Ulceras Vasculares e Arteriais no Municipio de Canela Rs
Rio Grande do Sul
Práticas
Estratégias para Redução do Índice de Quedas de Pacientes em uma Unidade de Internação Clínica da Rede Hospitalar Federal do Rio de Janeiro
Rio de Janeiro
Práticas
Serviço Especializado em Saúde Bucal em Um Município de Pequeno Porte – Apiacá/Es: Ferramentas, Desafios e Iniciativas Próprias.
Espírito Santo
2 / 41234