Olá,

Visitante

A Importância do olhar Resiliente para a Pessoa em Situação de Rua

È importante promover iniciativas para o desenvolvimento de dentro para fora. Reconceituando vivências passadas, valorizando o cuidado com a saúde e o resgate da identidade perdida. Metodologia ou Descrição da Experiência: Promover a concepção mais voltada para a experiência adquirida por meio das adversidades, utilizando-a como principio de transformação, o vinculo. As parcerias terapêuticas contribuem para o fortalecimento da estratégia e a garantia da inserção e continuidade. Promover e fomentar sempre a criatividade nas ações. Preparar todos os profissionais envolvidos, a fim de enfrentar as adversidades desta população, buscando sempre o profissional com afinidade pelo segmento. Ao invés da quantidade, Incentivar sempre a qualidade dos resultados, investindo na transformação do indivíduo, transmitindo sempre segurança e confiança. Resultados: Vimos que toda mudança faz parte de um movimento histórico de transformação, e todos nós fizemos parte desta história. Percebemos que muitos são pessoas resilientes, foram capazes de superar obstáculos importantes para tratamentos dolorosos além das adversidades. Atualmente boa parte busca atendimento espontâneo, e muitos voltaram a trabalhar, além de fomentar esta mesma luta pela saúde, naqueles que abandonaram tratamentos anteriores. Em relação ao cenário inicial da dificuldade dos profissionais a trabalhar nas ruas, vimos que as relações transformaran-se em novos conceitos e valores, ampliando o sentido de responsabilidade e vinculo, valorizando os profissionais da equipe. Conclusão ou Hipóteses: Muitas vezes, nós profissionais da saúde, sente este como uma desvantagem de status social, individual ou coletivo, cabendo aos agentes externos compreender. A população mais organizada vai se moldando em torno dos seus talentos e recursos, e uma parcela ainda muito pequena toma a iniciativa, age a partir do que tem e concretiza algumas parcerias para efetivar seu direito ao acesso e ao cuidado.

A Estratégia Saúde da Família/CONSUTORIO NA RUA, baseado nos princípios do SUS, busca estratégias de vinculo com as pessoas em situação de rua. A equipe busca construir possibilidades diversificadas, de estratégias, definindo características para melhor atuação, estruturando, recuperando e entendendo a heterogeneidade das pessoas que se encontra em situação limite de sobrevivência, miséria e baixa estima. Objetivos: através da organização social e da equipe multidiciplinar, traz a proposta de mobilizar o entorno da comunidade, para propor alternativas em torno do talento individual de cada pessoa que vive em situação de rua.

Principal

Marta Regina Marques Lodi

A prática foi aplicada em

São Paulo

São Paulo

Sudeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Marta Regina Marques Lodi

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Conselho itinerante:fortalecendo o controle social em Junco do Serido-PB
Paraíba
Práticas
Oficina de Culinária Afeto e Sabor
Paraíba
Práticas
Aproximando a Comunidade com a Gestão da Atenção Primária em Saúde
Rio de Janeiro
Práticas
Gestão Estratégica e Participativa no SUS: Implantando Novas Instâncias Deliberativas no Município Paulo Jacinto – Al
Alagoas
Práticas
Importância da Conferência Municipal de Saúde para o Fortalecimento da Participação da Comunidade na Defesa do SUS.
Paraíba
Práticas
Participação Popular na Estratégia Saúde da Família em Petrópolis-Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Roda de Conversa com As Famílias: Cuidando de Quem Cuida
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação de Colegiado Gestor nas Unidades de Saude da Família de Japeri-Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Controle Social e Saúde do Trabalhador: a Experiência Regional do Conselho Gestor do Cerest- Pólo Duque de Caxias – Rj
Rio de Janeiro
Práticas
A Experiência do 1º Curso de Capacitação para Conselheiros de Saúde e Membros das Comissões Intersetoriais de Saúde do Trabalhador (Cists) Sobre a Temática da Saúde do Trabalhador do Cerest- Pólo Duqu
Rio de Janeiro