Olá,

Visitante

A Criação de Banco de Dados Georreferenciado de Domicílios e Indivíduos Como Forma de Estruturação das Ações da Atenção Básica e Atualização do Banco do ESUS.

Desde dezembro de 2017, os ACS passaram utilizar tablets com recurso de georreferenciamento em suas ações, o que permitiu o recenseamento da população, criando um banco de dados (BD) atual, dinâmico, confiável e integrado ao eSUS, que até então contava com poucos registros em sua base. Esse novo BD foi a base para a organização da AB, com impacto na gestão de recursos da saúde como um todo.A criação do BD georreferenciado objetivou:- conhecer de forma detalhada e segura o território de saúde

Deficiência histórica de se ter um banco de dados seguro, completo e dinâmico que de luz ao território de saúde, com as informações de domicílios e indivíduos, que seja a base para o planejamento e execução de ações pela SMS.

Analisar de maneira minuciosa o banco de dados eSUS, buscando levantar as seguintes questões:- é completo, ou seja, todos os domicílios e indivíduos estão ali inseridos?- é limpo, ou seja, há no banco duplicações, cadastros desatualizados, cadastro de moradores de outros domicílios?- é seguro, ou seja, as informações ali constantes expressam de maneira fiel a realidade dos territórios?

Principal

Marcelo Poeys Dair

mpdair@gmail.com

A prática foi aplicada em

São José de Ubá

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Marcelo Poeys Dair

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Nasf com Ferramenta de Fortalecimento para o Grupo de Hiperdia: Relato de Experiência
Paraíba
Práticas
Arapiraca Garante a Primeira Infância – Agapi
Alagoas
Práticas
Implantando o Prontuário Eletrônico em Unidade de Saúde: Relato de Experiência no Sul Capixaba
Espírito Santo
Práticas
Registro Digital pelas Agentes Comunitários de Saúde no Sul do Espírito Santo: Relato de Experiência
Espírito Santo
Práticas
A Inclusão de Agentes da Polícia Civil e Guarda Municipal na Estratégia de Cuidados Às Pessoas em Situação de Violência Doméstica e Familiar Durante a Pandemia
Rio de Janeiro
Práticas
Construção da Linha Guia Materno-Infantil no Município de Manaus
Amazonas
Práticas
“Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade – Secretaria Municipal de Saúde – Semsa Contribuindo com o Crescimento, Reordenamento e Fortalecimento da Rede Saúde Manauara”.
Amazonas
Práticas
Capacitação para Cuidadores de Idosos, Acamados e Cadeirantes
Paraná
Práticas
Projeto Sorriso Novo
Rio Grande do Norte