Olá,

Visitante

A Atuação da 18ª Coordenadoria Regional de Saúde na Planificação da Atenção da Saúde no Estado do Rio Grande do Sul

No estado do Rio Grande do Sul, a Planificação da Atenção à Saúde é um projeto desenvolvido pelo CONASS em parceria com a SES/RS que visa o fortalecimento da Atenção Básica (AB) assim como das Redes de Atenção à Saúde (RAS). Mais especificamente, na 18ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) o processo foi iniciado em setembro de 2017 com adesão dos 23 municípios pelos quais a CRS é responsável. A necessidade premente da revisão dos processos de trabalho das unidades básicas de saúde da região, assim como a necessidade de direcionamento de atividades pelas equipes de saúde baseadas em diretrizes clínicas, justificam a adesão da CRS a este projeto que ainda está em desenvolvimento. A importância do protagonismo da CRS, as experiências vividas e os resultados obtidos até o momento, instigam a disseminação desta experiência em meio a gestores e profissionais de saúde.

Através da Planificação da Atenção à Saúde, objetiva-se principalmente por meio de tutorias em unidades de saúde laboratório, promover a revisão e incremento de processos de trabalho das equipes de saúde, assim como incentivar a utilização de diretri Inicialmente, realizou-se a sensibilização dos gestores municipais e a composição de um Grupo Condutor Regional. Este organizou 6 oficinas teóricas para os servidores da AB dos municípios e tutorias em unidades de saúde eleitas como laboratório tanto da atenção básica como da atenção especializada. Cada um dos 23 municípios da 18ª CRS indicou um servidor para desempenhar o papel de tutor assim como uma Unidade Laboratório Municipal (ULM) para início das atividades de tutoria. Os momentos de tutoria utilizam método próprio proposto pelo teórico Eugênio Vilaça Mendes e visam a revisão e o incremento dos micro e macroprocessos das unidades de saúde proporcionando a união dos momentos teóricos à realidade prática.

Quanto aos municípios, até dezembro de 2018, pode-se considerar que a maioria apresentou avanços desencadeados pela Planificação da Atenção à Saúde. Considerando as ULM como representante dos mesmos, destacam-se as questões relacionadas ao acesso dos usuários como o estudo das demandas das unidades (78% das ULM) assim com a implementação da utilização do agendamento por bloco de horas (65% das ULM). Quanto às RAS, especificamente da Rede de Atenção à Saúde Materno Infantil, ocorreram avanços tanto da confecção da Nota Técnica por parte da SES/RS quanto do processo de trabalho da referência regional que, atualmente desenvolve um trabalho multidisciplinar e busca maior interação com os municípios visando fortalecer esta rede de atenção.Os resultados obtidos até o momento permitem observar que a utilização do método proposto pela Planificação da Atenção à Saúde como proposta de fortalecimento da AB e das RAS tem sido responsável pelo incremento de inúmeros processos de trabalho, tanto das UBS quanto da própria SES/RS. Os frutos desta vivência por parte dos servidores da 18ª CRS tem permitido aos mesmos acumular experiências e observar fragilidades que podem contribuir para a continuidade deste projeto no RS.

Principal

Emerson Borba Alves

emerson-alves@saude.rs.gov.br

Coautores

Maristela Correa Rodrigues De Lima, Ligia Mara Ribeiro, Maria Aparecida Famer, Lívia Muniz Pacheco, Liara Saldanha Brites

A prática foi aplicada em

Osório

Rio Grande do Sul

Sul

Instituição

Barão Do Triunfo, 599. Centro. Osório/Rs Cep 95520 000

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Arita Bergmann

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal