Olá,

Visitante

A Ação da Enfermagem Como Um Elemento de Destaque na Prática da Educação em Saúde

FINALIDADE DA EXPERIÊNCIA: Incrementar as ações da enfermagem frente a educação em saúde.DINÂMICA E ESTRATÉGIAS DOS PROCEDIMENTOS USADOS: Foram utilizadas palestras dialogadas com a comunidade.INDICADORES/VARIÁVEIS/COLETA DE DADOS:Os dados captados através de levantamento quantitativo dos registros em livro ata das ações da ESF 002 da Unidade Básica de Saúde Carlos Chagas, tem como população de referência os usuários residentes nos bairros Setor 1 e Setor 5 do município de Jaru-RO. Esta equipe tinha em suas ações programáticas as atividades educativas a serem executadas de duas a três vezes ao mês. Foram caracterizados variáveis como SEXO, TEMAS ABORDADOS e PROFISSIONAIS ENVOLVIDOS.OBSERVAÇÕES/AVALIAÇÕES/ MONITORAMENTO Após o Acompanhamento dos Pacientes no Programa Hiperdia existe um monitoramento para melhoria da qualidade de vida desses usuários, através do cadastro e visitas domiciliares pela Equipe multidisciplinar do Programa de Saúde da família.

O profissional de saúde enquanto agente educador ou educando deve ser visto num tripé de relações tão ligadas, que se houver dissonância entre alguma estrutura, o resultado é o desequilíbrio. Toda e qualquer transparência do ver/perceber o sujeito enquanto ser social-único-natural deve ser captado conforme a experiência objetiva, ora que a subjetividade seria apenas uma mediação para se absorver realmente essa imagem construída. Esse modo de captação do ser humano deve ser auxiliado com o uso da filosofia da educação, claro que ainda deveria ser empregado princípios das ciências humanas, ambas as concepções anexas, objetivando o desvendamento do homem dentro deste tripé de relações. (LOWY, 1996).Tendo o papel de sujeito e objeto da história, a enfermagem e demais categorias da saúde estão atreladas a uma estrutura dinâmica, denominada sociedade, a qual, por sua vez, requer destes agentes o espelhamento de suas ações na cidadania. Assim, a configuração da enfermagem enquanto classe profissional submetida ao processo de educação em saúde em sua práxis faz a percepção da sua natureza do cuidado.A experiência relatada deu-se na ESF 002 da Unidade Básica de Saúde Carlos Chagas na zona urbana do município de Jaru-RO. Uma equipe constituída conforme a Política Nacional da Atenção Básica normatizada pela Portaria MS n. 2.488 de 2011. Sendo esta equipe composta por uma médica, uma enfermeira, um técnico em enfermagem e dez agentes comunitários de saúde.A ESF em questão tinha uma rotina programada de educação em saúde com a comunidade adescrita. Desempenhando encontros comunitários com os usuários comprovados através de registro em livro ata com dados que serão discutidos neste artigo. A problematização será o enfoque das atividades desta equipe salientando o perfil profissional da enfermagem como ator principal nas ações de educação em saúde.

.

Encontros Educativos e Dinâmicos, que possam ser realizados com apoio de protocolos institucionalizados. De grande importância seria a contratação de núcleos de apoio permanente. As estratégias entregadas pela Atenção Básica trás a tona a necessidade de basear a saúde no evitável. Trabalhando o sistema de saúde nas intervenções em saúde e não em doenças. Tratada também como porta de acesso, ou seja, o primeiro contato com o SUS.Referenciando esta vivencia às três experiências citadas por MERHY ,1998 que são a da rede municipal de Belo Horizonte entre 1993 e 1996

Principal

Janedac Campos Silva

saude@jaru.ro.gov.br

Coautores

.

A prática foi aplicada em

Jaru

Rondônia

Norte

Instituição

Rua Florianópolis Nº 3062

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Janedac Campos Silva

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

06 ago 2016

e atualizada em

26 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Ações intersetoriais: integrando estratégias no combate às arboviroses na cidade de Belém do Brejo da Cruz (PB)
Paraíba
Práticas
Re(h)abilitando a interdisciplinaridade e o cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Fato ou fake: utilizando a força da internet no combate a fake news sobre vacinação em Esperança – PB.
Paraíba
Práticas
Projeto saúde na feira: ampliando o acesso de serviços de saúde no município de Ingá.
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Promoção da saúde mental dos trabalhadores da estratégia de saúde da família: cuidando do cuidador.
Paraíba