Olá,

Visitante

Vigilância em Saúde do Trabalhador: Conflitos no Ambiente de Trabalho e a Saúde Mental

VIgilância em saúde do trabalhador: Conflitos no ambiente de trabalho e a saúde mental.Ao longo dos dois últimos anos que vivenciamos a pandemia provocada pelo coronavírus, a maioria dos profissionais de saúde (servidores do município), passaram a demonstrar mudanças comportamentais no ambiente de trabalho, possivelmente devido ao estresse provocado pela pandemia. Entendendo que seria preciso aliviar um pouco a situação estressante vivida por esses profissionais, algumas ações foram realizadas para a resolução de conflitos interpessoais no ambiente de trabalho. A saúde mental dos mesmos também foi foco de ações para entendermos o quadro pelo qual passavam alguns servidores. Para isto, contamos com o auxílio de médicos, psicólogos entre outros profissionais do quadro de servidores do município. A Vigilância em Saúde do Trabalhador conclui que: embora a pandemia esteja num estágio de baixa transmissão infecciosa em nossa cidade – Esperança – PB., as ações voltadas para a resolução de conflitos no ambiente de trabalho e a atenção a saúde mental dos servidores devem ser constantes para que estes fatores não provoquem uma redução na qualidade de vida dos mesmo e, para que consequentemente o usuário do SUS obtenha um serviço de boa qualidade conforme as suas diretrizes.

Ao longo dos dois últimos anos que vivenciamos a pandemia provocada pelo coronavírus, a maioria dos profissionais de saúde (servidores do município), passaram a demonstrar mudanças comportamentais no ambiente de trabalho, possivelmente devido ao estresse provocado pela pandemia. Entendendo que seria preciso aliviar um pouco a situação estressante vivida por esses profissionais, algumas ações foram realizadas para a resolução de conflitos interpessoais no ambiente de trabalho. A saúde mental dos mesmos também foi foco de ações para entendermos o quadro pelo qual passavam alguns servidores. Para isto, contamos com o auxílio de médicos, psicólogos entre outros profissionais do quadro de servidores do município.

A saúde mental do servidor é de fundamental importância para uma boa oferta de serviço do SUS. A mediação de conflitos entre servidores não é fácil, assim, atividades desta natureza devem ser constante, principalmente no momento atual. A pandemia deixou muitas sequelas, perda de entes queridos e amigos, além da questão econômica onde muitos entraram em dificuldades sendo a única fonte de renda do seu lar. Devido ao sobrecarga financeira e emociona conflitos sugiram.

Principal

Joabson Fernandes da Silva

joabfernandes7@gmail.com

A prática foi aplicada em

Mato Grosso

Centro-Oeste

Instituição

Esperança

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Joabson Fernandes da Silva

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Implementação da Rede de Apoio Aos Pacientes com Infecção Congênita Associada ao Vírus Storch ou Zika no Município de São José de Ribamar – Ma.
Maranhão
Práticas
Ocorrência de Óbito por Causa Violenta em Menores de 12 Anos no Município de Itabaiana-Pb: a Importância da Integração da Vigilância em Saúde na Atenção Básica.
Paraíba
Práticas
Exame dos contatos intradomiciliares aos sábados no programa de controle de hanseníase no município de Rio Branco, Acre
Acre
Práticas
O uso de armadilhas (Ovitrampas) como ferramenta para monitoramento e controle populacional do Aedes Aegypti em Rio Branco, Acre
Acre
Práticas
Vigilância de Epizootias Visando À Prevenção da Febre Amarela no Município de Curitiba – Pr
Paraná
Práticas
Investigação Epidemiológica Pós-Óbito em Situações de Desastres: a Experiência de Nova Friburgo
Rio de Janeiro
Práticas
Parceria Entre Vigilância Epidemiológica e Vigilância Sanitária – Ações de Imunização
Minas Gerais
Práticas
Projeto Pantanal – Saúde em Ação
Mato Grosso do Sul