Olá,

Visitante

Tracoma – Fique de olho!

FINALIDADE: A experiência teve como finalidade, mostrar que através das atividades de educação preventiva, realizadas nas escolas do Município, obteve-se redução dos casos de Tracoma, enfatizando que não basta somente vigiar, se não estivermos educando.DINÂMICA E ESTRATÉGIAS DOS PROCEDIMENTOS USADOS: No ano de 2009, o Ministério da Saúde, após ter realizado levantamento sobre o Tracoma por um período de 10 anos, recomendou que Municípios como São Bernardino, iniciasse um processo de investigação epidemiológica do Tracoma, através de Inquérito Escolar/Busca ativa, devido aos mesmos, encontrarem-se com Índice de Desenvolvimento Humano baixo e serem considerados de extrema pobreza.

O Tracoma é uma afecção inflamatória ocular crônica, recidivante, capaz de produzir cicatrizes e alterações na córnea que podem levar a baixa acuidade visual e cegueira. A principal forma de transmissão é a direta, de pessoa para pessoa, através das mãos contaminadas com secreção conjuntival de um indivíduo portador de tracoma ou por meio de objetos contaminados (toalhas, lenços, matérias escolares…), sendo as crianças, com até 10 anos de idade, com infecção ativa, o principal reservatório do agente etiológico, nas populações onde o tracoma é endêmico. Compõe o grupo de doenças relacionadas à pobreza, populações vulneráveis em termos de desigualdade social e tem sua eliminação como preconização da Organização Mundial de Saúde (OMS). Desta forma, a adoção de práticas de vigilância e educação, são necessárias para identificação das áreas de maior risco, promover acesso ao diagnóstico, ao tratamento e principalmente as formas de prevenção. O presente trabalho visou o controle do Tracoma no Município de São Bernardino, através do fortalecimento da Vigilância Epidemiológica, visando à eliminação do mesmo como causador de cegueira evitável.

A participação da Atenção Primária a Saúde, é fundamental para o controle e vigilância do Tracoma, com o intuito de sua eliminação como causa de cegueira. A Estratégia de Saúde da Família, assim como o Programa de Saúde na Escola, são pontos estratégicos, poderosos, para identificação e acesso dos vulneráveis as ações de tratamento e prevenção. No entanto, percebemos através do exposto, que não somente a vigilância e o tratamento isoladamente serão os meios de erradicação da doença e sim o conjunto destas ações, agregados a Educação em Saúde/prevenção. As orientações, sobre prevenção do Tracoma, devem fazer parte das ações em âmbito escolar, os profissionais de saúde, devem estar preparados para identificar o mais precocemente possível, os casos suspeitos, tratar e encaminhar para a referência, mas acima de tudo, também devem ser capazes de educar, pois o trabalho do profissional de saúde é evitar que a doença se instale. Sendo assim, percebemos que saúde e educação são complementadas uma com a outra, buscando reduzir a circulação do agente etiológico, diminuir a frequência e a gravidade das formas clínicas e diminuir, ainda, a carga da doença para definitivamente eliminar o Tracoma como causa de cegueira.

Principal

Daniela Echeveste dos Santos Ludwig

dani_escheveste@hotmail.com

A prática foi aplicada em

São Bernardino

Santa Catarina

Sul

Instituição

R. Sagrado Coração de Jesus, 162

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Daniela Echeveste dos Santos Ludwig

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

06 set 2021

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Ações intersetoriais: integrando estratégias no combate às arboviroses na cidade de Belém do Brejo da Cruz (PB)
Paraíba
Práticas
Re(h)abilitando a interdisciplinaridade e o cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Fato ou fake: utilizando a força da internet no combate a fake news sobre vacinação em Esperança – PB.
Paraíba
Práticas
Projeto saúde na feira: ampliando o acesso de serviços de saúde no município de Ingá.
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Promoção da saúde mental dos trabalhadores da estratégia de saúde da família: cuidando do cuidador.
Paraíba