Olá,

Visitante

Torneio intercaps – integrar para ganhar

as intervenções em saúde mental devem promover novas possibilidades de modificar e qualificar as condições e modos de vida, orientando-se pela produção de saúde e não se restringindo à cura de doenças. o desenvolvimento de intervenções em saúde mental é construído no cotidiano dos encontros entre profissionais e usuários, em que ambos criam novas ferramentas e estratégias para compartilhar e construir juntos o cuidado em saúde. o projeto do Torneio InterCAPS nasceu desse encontro, do serviço de saúde mental com os usuários, de transformar uma Oficina de Esportes em algo maior, que integrasse pessoas e que estimulasse a inclusão e a visibilidade social, promotores potenciais de saúde. o Projeto envolveu a articulação da Rede Intra e Intersetorial e a Microrregião de saúde, composta pelas cidades de Itabirito, Ouro Preto e Mariana. Concretizou-se no período de outubro a dezembro de 2018 e teve como público alvo os usuários dos serviços de Saúde Mental, incluindo famílias e comunidades.

Investimento no protagonismo e potencialidades dos usuários de forma a romper com a estigmatização e a discriminação e com a lógica da doença considerando a identidade do sujeito. Fortalecimento dos laços sociais e investimento no território como alt Parceria intersetorial com a área de esportes para orientar o treinamento e o planejamento do Torneio. Articulação com a Microrregião de saúde em reuniões com os serviços de saúde mental de Itabirito, Ouro Preto e Mariana, para definir: apresentação do projeto, criação do cronograma de execução, produção do regulamento geral, premiação. Treino semanal dos usuários em quadra poliesportiva sob orientação técnica. Apoio do serviço de Comunicação para divulgação do evento. Apoio do serviço de transportes para viabilizar o traslado dos usuários, familiares e profissionais ao local dos jogos. Apoio dos Bombeiros nos dias de jogos. o Torneio foi executado em 3 etapas de jogos,a 1ª em Mariana, a 2ª em Ouro Preto e a final em Itabirito.

o resultado da experiência foi gratificante contou com a participação de 60 usuários a título de “jogadores” e de mais tantos outros que acompanharam e auxiliaram nos treinos e jogos. Houve a participação efetiva dos CAPS para a realização do Torneio, participação da família e da comunidade em geral. Integração da Rede local de Saúde, Intersetorial e da Microrregião de saúde. Promoção e valorização do esporte na vida dos usuários, de hábitos saudáveis, desenvolvimento de habilidades sociais, de trabalho em equipe. Visibilidade e protagonismo dos sujeitos.o modelo de atenção as pessoas com transtornos mentais previsto pelo SUS busca garantir o direito de ser tratado em liberdade, em serviço comunitário, inserção na família, na comunidade, ampliado a pessoas com necessidades decorrentes do uso de drogas. A integração de serviços, usuários, famílias, comunidades, fortalece estratégias que superem a medicalização do sofrimento e a patologização do sujeito.

Principal

Milena Martins De Castro Luís

milena.martins@pmi.mg.gov.br

Coautores

Laisa Lima, Leonardo Augusto Rocha, Nélio Celso Dos Santos

A prática foi aplicada em

Itabirito

Minas Gerais

Sudeste

Esta prática está vinculada a

Avenida Queiroz Junior, 635

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Wolney Pinto De Oliveira

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

28 mar 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal