Olá,

Visitante

Saúde É Direito de Todos: Garantindo o Direito A Saúde de Usuários das Comunidades Quilombolas, Ribeirinhas e Rurais do Município de Itacoatiara/Am: Relato de Experiência

o município de Itacoatiara – AM, segundo censo demográfico realizado em 2010 pelo IBGE, tem uma população estimada de 99.955 pessoas em 2018, sendo mais de 33% residentes em comunidades localizadas na zona rural. Dentre estas comunidades temos indígenas, quilombolas e comunidades ribeirinhas, que não dispõem de recursos financeiros, transportes adequados e de rotas diárias para se deslocarem as Unidades Básicas de Saúde a qual são cobertos para realizar seus atendimentos necessários. Verificando questões econômicas, sociais e a dificuldade de acesso aos serviços de saúde, foi proposto, como alternativa para um acesso universal e equitativo, formas diferenciadas de atendimento respeitando os direitos dos usuários que vivem nas áreas rurais. Fazendo com que os problemas que as comunidades possuem por estarem em uma área geográfica diferenciada das demais regiões não ficassem desassistidos levando a promoção da saúde e a prevenção de doenças in loco.

• Proporcionar aos usuários das comunidades rurais atendimento equitativo • Garantir o direito a saúde aos usuários de zonas rurais e de difícil acesso • Promover saúde, prevenção, tratamento e a reabilitação. Através de reunião multiprofissional, foram feitos os planejamentos, levantamento da população e áreas a serem trabalhadas. Verificou-se a particularidade na forma de acesso e mapeada os pontos que serviriam de apoio aos atendimentos. as comunidades não dispõem de infraestrutura adequada, os locais foram adaptados e levado o material necessário. Obteve-se um total de 15 comunidades e 3.928 pessoas, sendo 384 pessoas quilombolas, 2 comunidades ribeirinhas com 506 pessoas e 12 comunidades rurais com 3.038 pessoas. No ano de 2018 foram feitas 2 viagens por semana com rodizio nas 15 comunidades. A equipe é composta por médico, enfermeira, técnica de enfermagem, dentista e técnica em saúde bucal, com o apoio de vacinador e integrantes do NASF.

Considerando a complexidade e os problemas que as comunidades da Zona Rural demandam para o acesso ao serviço assistencial de saúde foi verificado que a promoção e proteção à saúde in loco, garante o bem-estar e a melhoria da qualidade de vida dos usuários. em 2018 foram feitas 66 viagens e realizada a cobertura de todas as 15 comunidades, levando o atendimento a toda população da área de abrangência. Foram atingidos 100% do publico alvo das campanhas de Sarampo e 90% da Influenza 98,1% de atendimento médico 66,4% de atendimento em enfermagem 48,2% de atendimentos odontológicos. as palestras realizadas como parte da promoção em saúde foram trabalhadas de forma rotineira em todas as viagens e a população se mostrou participativa em todas.A ampliação da oferta dos serviços na própria comunidade é uma estratégia de atendimento de grande importância e existe uma demanda significativa pela busca dos serviços ofertados pela equipe. Há a necessidade de trabalhar a fim de proporcionar assistência a usuários da Zona Rural e garantir o direito a saúde dessa população. É imprescindível intensificar programas para a promoção de saúde. Verificou-se que proporcionar o atendimento à população mais fragilizada, requer estratégias diferenciais.

Principal

Jéssica Geni De Oliveira Barbosa Freire

jessica_geni@hotmail.com

Coautores

Angel Gabriel Santa Cruz Linares, Adryelle Gomes De Oliveira, Iara Das Chagas Da Costa, Margareth Silva Da Rocha, Rejane Mota Rêgo

A prática foi aplicada em

Itacoatiara

Amazonas

Norte

Rua Alvaro França, 1601, Colônia, Itacoatiara – Am.

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Keyt Ane Mendonça De Almeida

keytmendocabrenda@gmail.com

23 set 2023

e atualizada em

26 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Projeto Caderneta OK
Rio de Janeiro
Práticas
Nenhuma Casa Sem Banheiro
Rio Grande do Sul
Práticas
Desbravadores do Sus: Redescobrindo Cidadãos, Promovendo o Direito À Saúde
Pará
Práticas
Vigiágua: Promoção e Implantação do Sistema Salta-Z (Funasa) para Fornecimento de Água Potável nas Regiões Ribeirinhas do Município de Tartarugalzinho-Ap
Amapá
Práticas
Projeto Varre Vila
Práticas
Observatório de Saúde das Populações do Campo Floresta e das Águas – Teia de Saberes e Práticas – obteia
Ceará
Práticas
Viabilidade Ecológica e Econômica com Pneus, Evitando Possíveis Criadouros e a Proliferação do Aedes Aegypti.
Paraíba
Práticas
Promovendo Equidade e Garantido Acesso À Saúde a População Indígena no Município de Maricá-Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Fortalecimento das Ações Preventivas de Combate ao Trabalho Infantil
Rio de Janeiro
Práticas
Pontos de Apoio: Estratégia de Garantia e Viabilização do Acesso em Saúde para População do Campo
Minas Gerais
1 / 212