Olá,

Visitante

Saúde Ainda Mais Perto dos Usuários Pós Período Pandêmico na Atenção Primária

Com a pandemia do covid – 19 alguns serviços de saúde tiveram que diminuir, ou paralisar determinadas ações. Com isso, a proximidade do profissional de saúde com o usuário, e principalmente dentro do seu território foi se diminuindo conforme a gravidade da pandemia se instalava. Essa conduta gerou um grande afastamento do usuário com o serviço nos impedindo até mesmo em alguns casos, dificuldade em realizar e organizar ações e intervenções necessárias ao bem estar desse usuário.O projeto itinerante foi pensado em resgatar essa proximidade das ações em saúde, com o usuário, dentro do seu território, ou seja, estar cada vez mais próximo da população de maneira a ter uma conduta de escuta qualificada e acolhimento às demandas do bairro e a partir disso, criar mecanismo de ações para melhorias e regaste a assistência prestada.Com a pandemia alguns serviços de saúde tiveram que diminuir e/ou paralisar determinadas ações, provocando uma diminuição de atendimento do profissional de saúde x usuário. Com isso gerou uma descontinuidade dos processos de tratamento dos usuários, bem com o seu distanciamento da Unidade. O planejamento foi conduzido com todas as coordenações, inclusive com algumas Secretarias, criando assim um encontro intersetorial, para que se elaborasse uma força tarefa no fortalecimento do retorno do usuário, principalmente os acometidos por doenças crônicas, visto que é a maior demanda crítica da Atenção Primária culminando com esse paciente com um agravamento precisando do atendimento do setor secundário.

O projeto itinerante foi pensado em resgatar essa proximidade das ações em saúde, com o usuário, dentro do seu território, ou seja, estar cada vez mais próximo da população de maneira a ter uma conduta de escuta qualificada e acolhimento às demandas do bairro e a partir disso, criar mecanismo de ações para melhorias e regaste a assistência prestada.

Concluímos que a ação foi muito resolutiva, o contato com o paciente após esse período de pandemia foi muito positivo, notamos que as pessoas estavam muito solícitas e ávidas por conversar com os profissionais.Percebemos que foi impactante para o território, o resultado da aproximação das pessoas e a procura pelos encaminhamentos e retorno a assistência foi nítido.Com isso, no mês de maio estaremos no bairro Varjão e concluímos que iremos a cada mês num bairro específico, provocando, trazendo o usuário para bem perto de nós.Cremos que teremos bastante sucesso, e torcemos que essa proximidade dê cada vez mais frutos e que a equidade, integralidade e universalidade seja resgatada e aplicada de fato junto a nossa população e com o nosso profissional de saúde.

Principal

Manoela das Dores Marques da Silva

manuenf24@gmail.com

A prática foi aplicada em

Paraíba

Nordeste

Instituição

Piraí

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Manoela

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba
Práticas
Estratégias de imunização em município do interior da Paraíba resulta em 1º lugar no estado durante campanha de influenza 2024 : relato de experiência
Paraíba