Olá,

Visitante

Relato de Experiência: um Olhar para Os Novos Desafios Frente À Manutenção da Homogeneidade Vacinal no Município de Piumhi

Categoria não especificada

As ações desenvolvidas no início de 2021 pela Secretaria Municipal de Saúde de Piumhi tiveram como objetivo impactar de forma positiva na cobertura vacinal do município, garantindo assim maior segurança e prevenção não só aos munícipes, mas também ao território de saúde que compõe a microrregião de saúde, as atividades foram desenvolvidas pela metodologia denominada Problematização, que consiste na observação de forma critica da realidade local, assim identificando os nós críticos e intervindo através de ações e estratégias que objetivam resultados satisfatórios nos índices de vacinação, melhorando assim a homogeneidade vacinal. Para fins de melhor entendimento a homogeneidade vacinal é entendida como um indicador que estima a proporção de coberturas vacinal/pessoas vacinadas em relação ao numero total de população estimada e elegível para determinada vacina que compõe o calendário nacional de vacinação (idade, publico alvo, grupos, comorbidades, critérios, entre outros), o Ministério da Saúde entende hoje como uma homogeneidade vacinal adequada igual ou superior a 95% da cobertura de toda população elegível para uma determinada vacina presente no calendário nacional de vacinação. Diversas ações e estratégias foram implantadas e elaboradas pela gestão municipal que garantiu um aumento considerável no percentual geral de vacinação, realizou-se um comparativo de dados para mensurar o impacto e resultados alcançados após implementação e implantação das ações se estratégias, o período utilizado foi de 2019 e 2022, onde é possível perceber o impacto positivo ao município, garantindo o cumprimento mínimo da homogeneidade vacinal, além de asseverar a proteção e prevenção a população de Piumhi e seu território. Os desafios foram inúmeros, embates financeiros, Recursos Humanos dentre outros, mas sempre focando no “real, ideal e possível”, ou seja, identificar a realidade que existe no momento, vislumbrar o ideal preconizado em notas técnicas e normativas e realizar aquilo que é possível entre o real e o ideal.

Um dos desafios comumente enfrentados pela equipe de saúde municipal sempre é identificar os problemas e vencer os desafios para intervir de forma positiva nos problemas identificados, visando sempre impactar nos fatores determinantes e condicionantes de saúde do município e da região, a fim de garantir saúde efetiva de qualidade à população. A Pesquisa ImunizaSUS publicada no ano de 2023 com o título “Pesquisa nacional sobre cobertura vacinal, seus múltiplos determinantes e as ações de imunização nos territórios municipais brasileiros”, vem corroborar através de dados científicos os desafios vivenciados pelos municípios brasileiros concernentes a cobertura vacinal, onde a pesquisa demonstra queda no índice de vacinação no Brasil já no ano de 2016 e agravamento desta em 2019 e 2021 com o advento da pandemia de COVID-19, movimento anti-vacinação e busca de informações sobre vacina pela população em plataformas não cientificas e não confiáveis, além das fake news difundidas em massa nas redes sociais . Com os resultados apresentados pela pesquisa ImunizaSUS percebemos que a diminuição da cobertura vacinal esta principalmente e diretamente relacionada à desinformação e desacreditação criminosa difundida à população, colocando a eficácia e eficiência da vacina em dúvida. A pesquisa ImunizaSUS trouxe um aspecto relevante que nos faz, além de todas as estratégias já criadas e realizadas, pensar na necessidade de um novo modelo e estratégias de vacinação a serem implementados, devido aos novos desafios. As ações realizadas no território de Piumhi-MG até o momento se mostraram extremamente relevantes e de impacto positivo na cobertura vacinal local, mas, diante da pesquisa ImunizaSUS identificamos a necessidade de trabalhar, principalmente e amplamente a confiabilidades e resolutividade das vacinas, desmontando essa visão não cientifica criada pela população. A pesquisa traz também o surgimento e fortalecimento dos movimentos anti-vacinação, que se embasam em informações incoerentes, falsas e criminosas que tomaram força logo no início da pandemia de COVID-19, assim a principal ação que deveríamos criar de forma efetiva, que identificamos após a publicação da pesquisa será trabalhar a credibilidade das vacinas, difundir plataformas cientificas e desmentir as fake News existentes.

Já foi apresentado no Item 3 e Subitens 3.1 e 3.2 os nós críticos identificados pela atual Gestão de Saúde do município de Piumhi/MG, que diretamente influenciaram na diminuição das taxas de vacinação no território, exemplificamos também quais estratégias foram elaboradas e os desafios enfrentados para implementação das mesmas e os impactos positivos na homogeneidade vacinal apresentadas como resultados positivos as ações implementadas. Levando em consideração o estudo e resultados apresentados pelo ImunizaSUS um novo desafio se faz neste momento, trabalhar de forma permanente a educação popular referente a importância da vacinação, focando sempre na credibilidade, qualidade e eficiência da vacinação para prevenção e controle de doenças imunopreviniveis, já é reconhecido mundialmente a importância de se manter um programa de vacinação efetivo, diante de diversas doenças já erradicadas, mas pela intempérie das fake News e movimentos antivacinação estamos observando o surgimento de doenças antes consideradas erradicadas. Diante o exposto só podemos atribuir a volta de determinadas doenças imunopreviniveis há diminuição da cobertura vacinal em determinados territórios, assim é urgente intervirmos através de instrumentos de educação para população a fim de desmistificar e desmentir os movimentos antivacinação. Hoje, diante de toda situação exposta pela pesquisa do ImunizaSUS percebemos que o principal instrumento que irá impactar de forma positiva nas taxas nacionais e estaduais de vacinação é a educação em massa da população para garantir que informações cientificas e verdadeiras cheguem ate esse grupo que de forma equivocada são ludibriados com incoerências e como resultado temos risco e agravamento da saúde em diversos territórios nacionais.

O PNI se mostrou em toda sua história de evolução um importante instrumento de fortalecimento do SUS, suas ações estratégicas baseadas em evidências e pesquisas científicas sérias, fez com que esse programa se tornasse um modelo nacional de prevenção, fornecendo imunobiológicos de qualidade, com grande investimento científico e financeiro, além de uma logística de distribuição e armazenamento impecável em todo território nacional. Infelizmente vimos esse programa perder força pelos movimentos anticientíficos e contra vacinação, além das fake News difundidas em massa nos últimos anos, que impactaram negativamente na hemogeinidade vacinal de todo território nacional. O município de Piumhi-MG vem desenvolvendo estratégias desde o inicio de 2021 para garantir acesso fácil a população de forma segura aos imunobiológicos, assim garantindo uma cobertura vacinal segura em seu território, os resultados alcançados podem ser observados no item 3.2 que demonstram conquistas alcançadas pela gestão através das ações implantadas e implementadas a população. Concluímos com toda certeza, após a pesquisa divulgada pelo ImunizaSUS através da “Pesquisa nacional sobre cobertura vacinal, seus múltiplos determinantes e as ações de imunização nos territórios municipais brasileiros”, que devemos atuar, além das estratégias já conhecidas, na educação e disseminação de informações cientificas reais e verdadeiras, acabando com as fake News, para que a população entenda que a historia da vacinação no Brasil contribuiu com a evolução da saúde pública e garantiu o controle epidemiológico de inúmeras doenças imunoproviniveis, é fato que uma breve visão ao passado demonstram a evolução e conquistas em saúde que a vacinação trouxe ao mundo e ao Brasil.

Principal

Adael Tavares Silva

A prática foi aplicada em

Região

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

23 dez 2023

e atualizada em

23 dez 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
REGULAÇÃO EM URGÊNCIA CARDIOVASCULAR FRENTE A REDUÇÃO DA TAXA DE MORTALIDADE EM CAJAZEIRAS – PB
Paraíba
Práticas
ADESÃO DAS GESTANTES AO PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
Paraíba
Práticas
A PRÁTICA DE PRIMEIROS SOCORROS NO CONTEXTO DE UM CURSO TÉCNICO PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE
Paraíba
Práticas
Vacinação nos espaços de formação: experiência no 2º Congresso Nordestino de Pediatria
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Atuação intersetorial nos casos suspeitos de TEA na primeira infância, um relato de experiência.
Paraíba
Práticas
Programa Bolsa Família: processo formativo para profissionais da atenção primária
Paraíba