Olá,

Visitante

Reduzindo danos e protegendo vidas: cuidado às gestantes em situação de rua, usuárias de SPA

Nos anos de 2020 e 2021, a equipe do Consultório na Rua (CR) acompanhou duas gestantes que desejaram permanecer em situação de rua: Gestante “A” e Gestante “B”. Para realizar esse acompanhamento, optaram em seguir os protocolos pré estabelecidos com os serviços da rede, mantendo o CR como ordenador do cuidado, vinculando as gestantes às Unidades de Saúde do território, para que tivessem uma retaguarda fixa e próxima, além de fazer o acompanhamento ginecológico e exames no Hospital da Mulher.Apesar de todo estigma preconizado em torno da mulher em situação de rua, com uso de substâncias psicoativas, que deseja exercer a maternidade, é possível realizar propostas de acompanhamento e cuidado, promovendo o direito e o acesso à saúde da mãe e do bebê, em qualquer unidade de atenção primária.

Garantir o Direito a Maternidade às mulheres em situação de rua, promovendo a saúde da mãe e do feto, através da integralidade do cuidado, do direito ao pré-natal, da equidade, respeitando o desejo de permanecer em situação de rua, estabelecendo uma linha de cuidado às Gestantes em Situação de Rua, usuárias de substâncias psicoativas na cidade de Santo André, mantendo as perspectivas do cuidado em liberdade e da Redução de Danos. Mantendo o CR como ordenador deste cuidado.

Sem

São notórias as dificuldades impostas pela alta vulnerabilidade social, falta de uma rotina de auto cuidado e de acesso a alimentação e higiene, fragilidade dos vínculos afetivos, histórias marcadas por múltiplas violências e muitas outras destituições dos direitos de sujeitas no mundo, pode-se considerar que, apesar de não desejável, é possível realizar o pré-natal de gestantes em situação de rua, com o apoio e um fluxo bem estabelecido entre os serviços de saúde de base municipal.

Principal

Monica Vieira Gonçalves, Jussara Mendonça Quintes E Luiz Fernando Da Costa Azevedo.

angelicaduarte.marica@gmail.com

A prática foi aplicada em

Santo André

São Paulo

Sudeste

Instituição

Alameda Vieira de Carvalho, 170

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

arpagni@santoandre.sp.gov.br

02 jun 2023

e atualizada em

27 jun 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
O Encontro como Estratégia de Fortalecimento da Rede de Atenção Psicossocial: Conectando e Mobilizando Fluxos nos Diferentes Pontos da Atenção Básica no Vale do Jamari, Rondônia
Rondônia
Práticas
Projeto Menina do Laço de Fita: Integralidade do Cuidado na Garantia do Direito Sexual e Reprodutivo da População de Abaetetuba – Pará
Pará
Práticas
Aperfeiçoamento do Processo de Gerenciamento do Programa do Tratamento Fora do Domicílio de Santa Luzia do Pará
Pará
Práticas
Criança Vacinada e Feliz
Práticas
Outside Vaccine: Rorainópolis Fora dos Muros
Práticas
Estratégias para Vacinação Contra Covid: Busão +saúde – Palmas-to
Práticas
Estrategias para Contornar Dificuldades e Elevar Cobertura Vacinal de Polio e Penta
Práticas
Reorganização do Processo de Trabalho das Equipes da Atenção Básica para o Fortalecimento das Ações de Imunização no Município de Jandaíra-ba
Práticas
Vacinar para Proteger: Metodologias Sistematizadas Aplicadas para o Alcance da Cobertura Vacinal em Pindoretama-ceará
Práticas
Imunização na Terceira Idade: Educação em Saúde Como Estratégia para Adesão de Idosos em um Município do Estado do Maranhão