Olá,

Visitante

Puericultura: valorizando o cuidar

Em 2010 a equipe identificou algumas crianças com baixo peso e sobrepeso, o que motivou modificações no processo de trabalho existente. A estratégia utilizada não dividia por microárea e o agendamento era anual, o que aumentava muito o absenteísmo, pois as mães esqueciam-se das datas. Outro prejuízo era o elo enfraquecido entre mães e agentes comunitários de saúde (ACS). O trabalho começa desde o pré-natal, quando fazemos grupo com as gestantes e as mesmas são incentivadas a amamentar seus filhos de forma exclusiva, sobre os cuidados e orientadas quanto ao acompanhamento da puericultura na Unidade de Saúde. De 0 a 2 anos, divididas por microárea, todas as crianças são chamadas pelos seus ACS que tem a semana certa de sua estratégia mensal. As crianças são pesadas e classificadas quanto ao seu peso. A suplementação de ferro é prescrita de acordo com o protocolo do Ministério da Saúde – Saúde de Ferro – e é observada a situação vacinal. E, seguindo o protocolo da Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES-MG), as crianças passam por consulta médica ou de enfermagem, de acordo com sua idade. Este modelo de assistência facilita a identificação de riscos e a vigilância fica mais eficiente, já que o ACS verifica as crianças em uma data única todos os meses. O vínculo é fortalecido e o acesso do usuário ampliado.

Há aproximadamente 5 anos iniciamos uma estratégia para controle do crescimento e desenvolvimento das crianças de 0 a 5 anos que tem auxiliado na organização, planejamento e qualidade da assistência prestada às famílias.

A equipe identificou algumas crianças com baixo peso e sobrepeso. A estratégia utilizada não dividia por microárea e o agendamento era anual, o que aumentava muito o absenteísmo, pois as mães esqueciam-se das datas. Outro prejuízo era o elo enfraquecido entre mães e agentes comunitários de saúde (ACS).

Observa-se que as famílias em posse de conhecimento e confiança têm suas dificuldades minimizadas, o que nos motiva à qualificação do processo de trabalho cada vez mais.

Principal

Graziella Braga Vieira

A prática foi aplicada em

Contagem

Minas Gerais

Sudeste

Esta prática está vinculada a

Avenida General David Sarnoff, nº 3.113, bairro Cidade Industrial. Contagem - MG

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Grazipape@Hotmail.Com

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

25 mar 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Metodologias ativas no processo de atualização de profissionais de saúde: relato de experiência.
Paraíba
Práticas
Incluir e apreender: parceria entre saúde e educação no acompanhamento multidisciplinar
Paraíba
Práticas
V amostra Paraíba, aqui tem SUS
Paraíba
Práticas
Autonomia reprodutiva: empoderamento de mulheres em vulnerabilidade através da inserção do DIU
Paraíba
Práticas
Adote um sorriso: auto estima e saúde, buscar sorrisos felizes é nossa prioridade.
Paraíba
Práticas
Adesão às consultas de puericultura: uma intervenção na estratégia de saúde em Esperança – PB
Paraíba
Práticas
Descentralização do cuidado: levando as práticas de atividade física a população da zona rural
Paraíba
Práticas
Reterritorialização: desafios e avanços no município de Campina Grande-PB
Paraíba