Olá,

Visitante

Puericultura: valorizando o cuidar

Em 2010 a equipe identificou algumas crianças com baixo peso e sobrepeso, o que motivou modificações no processo de trabalho existente. A estratégia utilizada não dividia por microárea e o agendamento era anual, o que aumentava muito o absenteísmo, pois as mães esqueciam-se das datas. Outro prejuízo era o elo enfraquecido entre mães e agentes comunitários de saúde (ACS). O trabalho começa desde o pré-natal, quando fazemos grupo com as gestantes e as mesmas são incentivadas a amamentar seus filhos de forma exclusiva, sobre os cuidados e orientadas quanto ao acompanhamento da puericultura na Unidade de Saúde. De 0 a 2 anos, divididas por microárea, todas as crianças são chamadas pelos seus ACS que tem a semana certa de sua estratégia mensal. As crianças são pesadas e classificadas quanto ao seu peso. A suplementação de ferro é prescrita de acordo com o protocolo do Ministério da Saúde – Saúde de Ferro – e é observada a situação vacinal. E, seguindo o protocolo da Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES-MG), as crianças passam por consulta médica ou de enfermagem, de acordo com sua idade. Este modelo de assistência facilita a identificação de riscos e a vigilância fica mais eficiente, já que o ACS verifica as crianças em uma data única todos os meses. O vínculo é fortalecido e o acesso do usuário ampliado.

Há aproximadamente 5 anos iniciamos uma estratégia para controle do crescimento e desenvolvimento das crianças de 0 a 5 anos que tem auxiliado na organização, planejamento e qualidade da assistência prestada às famílias.

A equipe identificou algumas crianças com baixo peso e sobrepeso. A estratégia utilizada não dividia por microárea e o agendamento era anual, o que aumentava muito o absenteísmo, pois as mães esqueciam-se das datas. Outro prejuízo era o elo enfraquecido entre mães e agentes comunitários de saúde (ACS).

Observa-se que as famílias em posse de conhecimento e confiança têm suas dificuldades minimizadas, o que nos motiva à qualificação do processo de trabalho cada vez mais.

Principal

Graziella Braga Vieira

A prática foi aplicada em

Contagem

Minas Gerais

Sudeste

Esta prática está vinculada a

Avenida General David Sarnoff, nº 3.113, bairro Cidade Industrial. Contagem - MG

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Grazipape@Hotmail.Com

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

25 mar 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
ADESÃO DAS GESTANTES AO PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
Paraíba
Práticas
A PRÁTICA DE PRIMEIROS SOCORROS NO CONTEXTO DE UM CURSO TÉCNICO PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE
Paraíba
Práticas
Programa Bolsa Família: processo formativo para profissionais da atenção primária
Paraíba
Práticas
Humanização na prática do cateterismo vesical de demora na atenção básica.
Paraíba
Práticas
Metodologias ativas no processo de atualização de profissionais de saúde: relato de experiência.
Paraíba
Práticas
Incluir e apreender: parceria entre saúde e educação no acompanhamento multidisciplinar
Paraíba
Práticas
V amostra Paraíba, aqui tem SUS
Paraíba
Práticas
Autonomia reprodutiva: empoderamento de mulheres em vulnerabilidade através da inserção do DIU
Paraíba