Olá,

Visitante

Prontuário Eletrônico do Cidadão: a Tecnologia como Aliada ao Processo de Imunização

Categoria não especificada

A tecnologia em saúde vem sendo incorporada como importante instrumento de trabalho, buscando integrar diferentes fontes de informação. Na Imunização a tecnologia é considerada ferramenta e fator determinante para acompanhamento e monitoramento das coberturas vacinais. A informatização no município iniciou em 2019 de forma gradativa, priorizando as salas de vacinas, porém as dificuldades de capacitação e treinamento dos profissionais, domínio de tecnologia das equipes envolvidas, recursos de rede e equipamentos insuficientes foram fatores encontrados que retardaram o processo de implantação. Nesse período de adequação do sistema de informatização, pudemos observar que a qualidade das informações inseridas e a migração dos dados para a base do e-Gestor são fatores fundamentais para o alcance e avaliação das metas alcançadas pelo município, para que haja a melhoria dos indicadores estabelecidos. Porém a falta de integração dos sistemas e distribuição das bases de dados fragilizam a informatização em saúde. Dentro desse critério o município constatou a necessidade da estruturação e implantação exclusiva do Prontuário Eletrônico do Cidadão – PEC na APS, com ações para garantia da qualidade e das metas pactuadas.

Em consultas na base do SIPNI pôde-se verificar as inconsistências de dados, uma vez que as informações não estavam sendo transmitidas em tempo real e com falhas na migração de dados. A partir dessa informação, observamos a necessidade de desenvolver ações com o objetivo de fortalecer e criar estratégias para ampliação dos dados de cobertura vacinal no município. Estudamos toda a estrutura das salas de vacinas, identificamos fragilidades no sistema de informação que estava sendo utilizado no período da avaliação (Sistema Terceiro), base de dados de cadastro individual e territorial, bem como particularidades nas salas de imunização. A partir dos resultados obtidos na avaliação, demos início a um programa de capacitação permanente, com instalação de equipamentos necessários para a informatização, cabeamento de rede e treinamentos dos colaboradores com envolvimento de toda a equipe multidisciplinar. E como fator fundamental foi retomado na APS de forma exclusiva o Prontuário Eletrônico do Cidadão com a garantia de informações em tempo real, cadastro atualizado sem divergências, instituído o cadastro pelo CPF do cidadão exclusivamente, evitando inconsistências dos dados enviados para a base do e-Gestor.

O Programa de Imunização é de fundamental importância para garantia da proteção e promoção da saúde da população, mediante a prevenção, controle, eliminação e erradicação de doenças imunopreveníveis. Ter acesso às informações de cobertura vacinal de forma correta é imprescindível para que o PNI avalie e crie estratégias de ações para determinadas regiões. A utilização do Prontuário Eletrônico do Cidadão garante que essa informação seja transmitida de maneira eficaz e fidedigna para a base de dados do SIPNI com a realidade de cada munícipio, sendo possível a implementação de estratégias dentro da real necessidade de cada local. Em virtude das metas alcançadas de cobertura vacinal, o município ganhou visibilidade na Região, e em momento oportuno apresentamos as ações desenvolvidas ao Grupo Técnico da Atenção Básica de Mananciais e Rota dos Bandeirantes, Grupo de Vigilância Epidemiológica e Centro de Vigilância Epidemiológica, enfatizando a importância da base de dados local com cadastro atualizado, vinculação do profissional na base do CNES, informatização com ênfase no Prontuário Eletrônico do Cidadão.

O Prontuário Eletrônico do Cidadão pode ser considerado uma estratégia de integração de dados, que qualifica as informações inseridas com garantia de dados consistentes. A utilização da forma adequada do sistema garantiu ao município a visibilidade do empenho e trabalho realizado. O envolvimento da equipe de Tecnologia de Informação juntamente com os colaboradores da APS foi fundamental para o resultado obtido. Vale ressaltar que tal ação só foi possível em decorrência da sensibilidade e apoio da gestão municipal, que entendeu a importância do Prontuário Eletrônico do Cidadão e garantiu sua implantação dentro da APS.

Principal

Letícia de Fatima Moreira

Coautores

Caio Cezar Rocha Dolfini, Ana Lúcia Cecília da Silva Pereira , Anderson Domingues , Nathália Gomes Barreyra

A prática foi aplicada em

Região

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

23 dez 2023

e atualizada em

23 dez 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Teste do Certificado
Minas Gerais
Práticas
ADESÃO DAS GESTANTES AO PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
Paraíba
Práticas
A PRÁTICA DE PRIMEIROS SOCORROS NO CONTEXTO DE UM CURSO TÉCNICO PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE
Paraíba
Práticas
Vacinação nos espaços de formação: experiência no 2º Congresso Nordestino de Pediatria
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Atuação intersetorial nos casos suspeitos de TEA na primeira infância, um relato de experiência.
Paraíba
Práticas
Programa Bolsa Família: processo formativo para profissionais da atenção primária
Paraíba